O PARIDOR DE PALAVRAS




27 fevereiro 2011

(imagem Faboarts) 
Ninguém escreve para guardar na gaveta...
Isso é ridículo!
Contudo,
O que sepulta a  alma do poeta...
É a falta de valorização
Do paridor de palavras!

5 comentários:

  1. Quem isso , um dia muda, aí o poeta terá o valor que merece.
    abração

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente, muito pouca gente lê poesia, o que faz com que as editoras apostem noutro tipo de escrita, mais rentável, condenando ao pó das gavetas, o sentimento do poeta.

    Abraço

    Runa

    ResponderExcluir
  3. Quem sabe, talvez um dia as autoridades (in)competentes decidam incentivar a leitura da poesia nas bibliotecas públicas e escolares.

    Abraços e ótima semana pra ti.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  4. E há quem ainda censure quem quer ter suas poesias lidas e seu sentimento compartilhado.

    ResponderExcluir
  5. É por isso que publico meus singelos textos num blog aberto a todos gostam de poesia,mesmo que elas sejam simples, são anímicas e sem ônus para quem lê e tão pouco para quem escreve,um amplexo.

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma