Sei que sou assim




05 junho 2011


Só eu penso assim
Unilateral meu pensamento
Jogo-me a solidão de ideias
Não sei se é bom ou ruim
Sei que sou assim!
Queria não saber
Não ter
Não ser
Mas... Sou!
Acho que não tem remédio
A cura é incurável
O meu teto é igual ao seu
O incidir é que me torceu
O meu limbo tabelou.
Lilian farias
05/06/2011

1 comentários:

  1. "Cada ser em se carrega o dom de ser capaz e ser feliz" (Almir Sater)


    Beijos moça!

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma