Minha redação no Enem 2012




27 junho 2012

Por Lilian de Souza Farias


A importância que a linguagem escrita desempenha no mundo ultrapassa os muros escolares, além de ser um método de avaliação dos estudantes brasileiros. Digo mais, um dos mais temidos. Contudo, tal ‘método’ é utilizado por nós com uma frequência significativa, isso acarreta concluir que o texto escrito, exigido pelo ENEM ou vestibular, não acaba com a prova. Ou seja, na faculdade, na lista de compras, no cartão de natal, no bilhete da geladeira, no anuncio, no trabalho, na escola, no ENEM etc. nós estamos ou estaremos produzindo textos sempre.
Segundo a Professora Irandé Antunes ‘a escrita é uma manifestação verbal das ideias (…)’. Saber o que escrever é oportuno e essencial, mas como organizar tais ideias na hora da prova? Como saber o que escrever? O que é escrever? Quem possui conhecimentos da norma padrão da língua sabe escrever? Se eu leio, eu sei escrever?
Continue lendo >>>>> INFOENEM

0 comentários:

Postar um comentário

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma