Divórcio




07 dezembro 2012
por ~ lobitosan


Lilian e o Refrigerante.
Ele ficou com tudo por decreto da justiça. 
Principalmente o açúcar e os quilos extras...
Estou muito bem e já coloquei outro no lugar dele... 
Percebi que não existia uma relação de amor e cumplicidade. 
Tudo não passava de um vício doentio e lícito! 
Eis que a gramática me emprestou o ponto final.

Por Lilian Farias

5 comentários:

  1. Amei a ilustração, e o texto também. É muito bom quando a gente toma consciência de que estava indo pelo caminho errado. Sai um peso enorme das costas.

    ResponderExcluir
  2. Gostei ad ilustração e do texto!

    xoxo

    ResponderExcluir
  3. flor, você realmente é uma futura Clarice lispecto, sinceramente dou-lhe meus sinceros parabéns, você escreve muito bem!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo carinho Kimberlli. estou emocionada!

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma