[RESENHA] Os valentes Hobbits de Tolkien




29 janeiro 2013

Com o lançamento da primeira parte da adaptação de Peter Jackson para a obra de Tolkien, “O Hobbit”  ganhou várias publicações paralelas inspiradas no universo fantástico desse autor.


“Eu mesmo sou um Hobbit (em tudo, exceto no tamanho). Adoro jardins, árvores e fazendas sem máquinas. Gosto de fumar cachimbo e de comer comida caseira... Vou dormir tarde e me levanto tarde (quando possível).”
J. R. R. Tolkien

“A sabedoria do condado” (Novo Conceito, p. 174), de Noble Smith traz os conhecimentos desses “pequenos” que estão nas entrelinhas dos livros de Tolkien. O autor trabalha com todas as referências da Terra-Média e procura desenvolver sábios conselhos a partir da nossa realidade atual, das revoluções que transformaram as nossas vidas.

O livro em certos pontos poderá até ser interpretado como autoajuda e se você tem uma vida agitada e procura por maneiras de amenizar o estresse o verá assim. Porém como fã de Tolkien posso dizer que Smith escreve com paixão e um avassalador conhecimento sobre esse universo fantástico.

Para quem leu “O Hobbit” ficará com vontade de ler novamente, para quem não leu o livro a vontade será em dobro e logo vai se apaixonar por essas criaturas que carregam em sim fidelidade, coragem e um gosto por comidas caseiras.

A edição ainda traz um teste para descobrir se você é um Hobbit e instruções para criar um pequeno jardim Hobbit. 

Por R.s. Merces

3 comentários:

  1. Sou doida pra ler esse livro.
    Gostei muito da resenha, minha vontade de ler ele só aumentou.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  2. Bem, mesmo não tendo lido O Hobbit ainda minha vontade em ler esse livro aí é enorme!!
    Não li nada negativo ainda...todos falam desse sentimento que o livro causa..o de querer se aventurar mais.
    Com certeza, lerei em breve!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. tenho muita vontade de ler esse livro, é bem diferente do meu habitual de leitura , acho qe iria adora, a resenha ficou perfeita parabens

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma