[RESENHA] Preces e mentiras




12 fevereiro 2013


Um livro nostálgico, lento e que traz muitas reflexões acerca de nossas ações na infância. Também pensei nas atitudes de nossos pais, quando somos crianças não os entendemos, mas na verdade, por mais que eles errem, desejam o nosso melhor. Claro que existem exceções! Bom, eu passei o livro todo especulando sobre o que aconteceria, pois a lentidão do livro dá essa expectativa, mas nada de anormal aconteceu nas páginas desta obra, contudo, internamente, ainda estou reflexiva.

Preces e mentiras, Editora Novo Conceito, de Sherri Wood Emmons, 362 páginas; nos leva uma história enterrada no passado, mas viva no presente. Não tem como fugir do que somos ou esconder um segredo de família pela eternidade, um dia as mazelas e dores que a família carrega, se não cuidadas, explodem, como uma panela de pressão!

Quando Bethany, de 7 anos, conhece sua prima de 6 anos, Reana Mae, é o começo de uma relação desajeitada que salva ambas de uma solidão profunda. Todo verão, Bethany e sua família vão de Indianapolis para West Virginia’s Coal River Valley. Para a mãe de Bethany, essas viagens até lá a lembram de sua infância pobre e composta por minas de carvão, um lugar do qual ela desejou escapar. Mas seus amados familiares e a amizade de Bethany e Reana Mae continuavam trazendo lembranças. Mas conforme Bethany cresce, ela percebe que a vida nessa comunidade pequena e unida não é tão simples quanto pensava... que as cabanas na beira do rio, que guardam muito da história de sua família, também geram fofocas escandalosas... e aqueles mais próximos a ela guardam segredos inimagináveis. No meio das florestas densas e da beleza silenciosa do vale, esses segredos estão finalmente sendo revelados, com uma força suficientemente devastadora para acabar com vidas, fé, e a conexão que Bethany pensou que duraria para sempre.

Bethy vive numa bela casa e com uma família aparentemente feliz. Só aparentemente, pois essa família é assolada por várias histórias de tristeza, sofrimento, violência, mortes e traições. Mas isso não impede que Bethy seja uma menina meiga, doce e educada, apesar de atormentada pelo demônio da irmã, Tracy.

Reana vive com os pais numa cabana simples, com uma mãe vulgar e que não a ama. O pai vive na estrada e parece não se importar muito com a filha... ao contrário da mãe, que possuía uma beleza estonteante, ela nasceu feia e mirrada. O que a tornava motivo de piadas e de desconforto para coitada. Ela também sofre com as maldades de Tracy, na verdade ninguém escapa de Tracy...

A mãe de Reana, como é de se esperar, se insinua para o irmão do marido, um garoto de 16 anos, mas ele a rejeita. Ela está grávida, perde a criança e culpa o rapaz. Quando o marido descobre resolve abandona-la, mas o irmão continua morando na casa com Reana e a mãe, o que no inicio parece ser um cuidado de primo, logo se torna em puro assédio. Quando Reana completa 11 anos o primo a seduz... a mãe não fica nem um pouco feliz e a espanca.

A coitada vai para o hospital e a mãe de Bethy resolve leva-la para morar com eles. Mas se antes Tracy já a humilhava, imagina morando sobre o mesmo teto? Pois é, anos de sofrimento e humilhações vão gerar consequências drásticas para essas três garotas. O fato é tudo o que acontece com elas é fruto de muitas mentiras e feridas não cuidadas no passado.

Acho que já falei demais, no entanto devo considerar que o livro me encantou. Além de uma forte e simples história, nos deparamos com algo mais intenso, a nossa memória celular, e um forte contexto histórico de preconceitos, inocências, violências etc.

Então fica a super dica de leitura para todos!

11 comentários:

  1. Oie :)

    Esse livro está na minha lista desde quando lançou e fiquei muito feliz de ver a sua resenha :D , acho que a história vai me encantar é eu vou me apaixonar , e a capa é perfeitaaaaa , beijos !

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. ja esta na minha lista de desejados, me parece ser muito bom. sempre me comovo com dramas!

    ResponderExcluir
  4. Não conehcia, mas já está na minha lista. Como eu tenho percebido, a novo conceito tem investido muito em livros.
    Adorei. Já estou seguindo o blog, que, diga-se de passagem, tem um conteúdo INCRÍVEL.
    Beijos,
    Kaio Rodrigues
    http://diadeleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nossa que linda resenha Lilian!
    Acredita que estou lendo esse livro?Eu não imaginava que a Jolene se insinuava para Caleb kkkk ainn e coitada da Reane Mae ela é tão pura e doce!
    Adorei sua resenha Lilian..Parabéns \o/
    beijokas...
    http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, o final é surpreendente! Trata de assunto que eu acredito e gosto de pesquisar muito: memória celular!
      Vc acredita que li esse livro em 1 dia e meio?!?!? Muito genial!

      Excluir
  6. Sabe, desde que NC lançou esse livro, a historia me encantou. Sem contar, na capa q está belissima!
    Uma familia aparentemente feliz..e me pergunto: quantas familias são assim?? Permeadas por segredos, por um passado cheio de mágoas, tristezas e dores?
    Só fiquei meio com o pé atras por vc citar que a hisoria flue lentamente. será q isso não atrapalha o desenrolar dos fatos??
    Quero muito ler e com isso, tbem ficar pensando...

    Resenha espetacular!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A lentidão não torna a história fraca ou ruim, consegui ler em 1 dia e meio, acho que dá o tempero certo para o final, que é surpreendente!

      Excluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma