Às vezes é preciso se entregar a alguém para perceber quem você realmente é.




18 outubro 2013
O PresenteTodos os dias, Lou Suffern luta contra o tempo. Ele tem sempre dois lugares para ir, sempre duas coisas a fazer. Quando dorme, sonha com os planos do dia seguinte e, quando está em casa com a esposa e os filhos, sua cabeça está, invariavelmente, em outro lugar.
Numa manhã de inverno, Lou conhece Gabe, um morador de rua, sentado no chão, sob o frio e a neve, do lado de fora do imenso edifício onde Suffern trabalha.
Os dois começam a conversar, e Lou fica muito intrigado com as informações que recebe de Gabe; informações de alguém que tem observado uniões improváveis entre os colegas de trabalho de Lou, como os encontros da moça que usa Louboutins com o rapaz de sapatos pretos...
Ansioso por saber de tudo e por manter o controle sobre tudo, Lou entende que seria bom ter Gabe por perto — para ajudá-lo a desmascarar associações que se formam fora de suas vistas — e lhe oferece um emprego.
Mas logo o executivo se arrepende de ter ajudado Gabe: sua presença o perturba. O ex-mendigo parece estar em dois lugares ao mesmo tempo, e, além disso, fala umas coisas muito incomuns, como se soubesse do que não deveria saber...
Quando começa a entender quem realmente Gabe é e o que ele faz em sua vida, Lou percebe que passará pela mais dura das provações. 
Esta história é sobre uma pessoa que descobre quem é. Sobre uma pessoa cujo interior é revelado a todos que a estimam. E todos são revelados a ele. No momento certo.

4 comentários:

  1. Apesar de ter uma capa muito linda, eu não fiquei muito curiosa para conhecer a história.

    ResponderExcluir
  2. Amei essa capa, uma cor incrivel..achei a sinopse sugestiva e me agradou

    ResponderExcluir
  3. Estou adorando os livros de clima natalino da Novo Conceito. Quero ler!

    ResponderExcluir
  4. um livro com uma tematica fofa, adorei, quero ler hehe
    e tem uma capa mimosa

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma