Resenha – Aconteceu em Paris




22 outubro 2013


Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris. Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais!


Bom, fiquei um pouco receosa com o livro, imaginei algo parecido com os filmes de sessão da tarde, mas me encantei com a originalidade da escritora de Aconteceu em Paris, Novo Conceito, 479 páginas, de Molly Hopkins, nas primeiras páginas. Primeiro, a mocinha da história, Evie, é alcoolista. Evie está desempregada, com muitas dívidas e não faz sexo tem um tempinho, coitada! Logo, ela precisa de emprego e diversão; então ela vai trabalhar como guia turística e lá conhece Rob, o motorista autoritário!

As pitadas de humor do livro surpreendem, mas esperava muito mais. Apesar de adorar vinho e ser chocólatra, achei que faltou uma pitada de drama, as personagens parecem adolescentes de 12 anos. Se ao menos elas tivessem 12 anos e morassem com os pais, mas moram sozinhas; estão cheias de problemas. Não entendi tamanha infantilidade, acho que não casou muito!


Quanto ao fato da preguiça, confesso que me identifiquei muito. Até a moça que faz faxina na minha casa briga comigo... aff! Tenho preguiça até de abrir o portão de casa, espero ter alguém para voltar e não ter que pegar a chave na bolsa, isso quando não perco! Evie é gordinha, preguiçosa, pinguça, mentirosa e tola; fora isso, é boa gente! A infeliz sonha com o príncipe encantado e de preferência rico!


Não digo é um mau livro, mas não é um daqueles que vai para minha lista de clássicos; contudo, se você quer dar umas boas risadas, quer uma leitura descompromissada para se livrar de uma tal ressaca literária, Aconteceu em Paris vai te ajudar. 

5 comentários:

  1. Vou com certeza me identificar com a preguiça da Evie haha! Parece ser bem engraçado mesmo, só a capa dele que não ajuda mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li o livro mas você disse que a Evie é gordinha, mas a modelo da capa não é gordinha :p kkkk

    ResponderExcluir
  3. um ivro otimo, eu adorei , achei super envolvente e apaixonante... vale muito a pena ler ... super bom

    ResponderExcluir
  4. É um livro muito bonitinhu, um rinance delicioso

    ResponderExcluir
  5. Já vi muitas pessoas dizendo também que a protagonista é bem infantil para a idade dela. Fiquei com vontade de ler para rir um pouco :)

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma