Lançamento - Luiza Brunet, de Laura Malin - selo Primeira Pessoa




29 novembro 2013

Era para eu me chamar Amélia. Meu pai queria fazer uma homenagem dupla: a ele próprio e à minha avó. Minha mãe não gostou: “Amélia Luiza Botelho da Silva, não! Põe só Luiza!” Naquela época, ela ainda não sabia que Luiza era também o nome de uma ex-namorada dele. Ou melhor, de uma ex-amante. Foi assim com a maioria de nós: Lúcia, eu, Leid, Lucenir, Luciana. Não sabemos – e já não saberemos mais – até que ponto isso é verdade. Se esses nomes todos começados pela letra L eram um desfile de ex-afetos do meu pai. Minha mãe acatou, ingênua.



5 comentários:

  1. um lançamento bem interessante, gostei muito da capa e do desenvolver da historia

    ResponderExcluir
  2. Gosto da Luiza Brunet, espero poder ter a oportunidade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  3. Eu não sou muito fã da Luiza Brunet, mas achei interessante a ideia do livro.

    ResponderExcluir
  4. achei u ma ideia muito bacana , gosto dela e adimiro seu trabalho

    ResponderExcluir
  5. Bem interessante a premissa desse livro. Bateu uma vontade de conhecer mais.

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma