Resenha – Olho por olho




05 novembro 2013




Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena… Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de Kat, Lillia e Mary em Olho por Olho… No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “aqui se faz, aqui se paga” poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos. Deixe-se levar por uma genuína história sobre o certo e o errado, o justo e o injustificável e procure entender — se possível — os verdadeiros motivos que transformaram estas três meninas. Dramático, honesto e fascinante, este é um livro que ultrapassa todas as expectativas!




A resenha de hoje é do Livro Olho por olho, Jenny Han e Siobhan Vivian, Novo Conceito, 320 páginas. Quero, primeiramente, comentar que o brinde do livro é uma figura: um boneco de vudú! (risos) Eu achei uma gracinha! Vocês sabiam que antigamente, muito antigamente, o boneco de vudú tinha a finalidade proteger alguém e não de fazer o mal? Pois é, vivendo e aprendendo! Mas não aprendi isso com o livro...

A história se resume a três amigas com um super-hiper-mega desejo de vingança. Acho que pelo título já deu para perceber! E elas resolvem se vingar dos meninos, pois é, eu achei super clichê esse clube da Lulu com vudú! Lillia, Kat e Mary cursam o ensino médio e moram numa ilha muito fofa, ela vivem diariamente problemas da vida real, como relacionamentos, dúvidas constantes. No início elas não eram amigas, mas com as decepções diárias de cada dia, elas foram se unindo pela dor e resolveram que mereciam se vingar. Lillia quer se vingar da amiga que a traiu; Mary que estava fora da cidade por ter sofrido demais, resolve se vingar de um guri da infância e Kat quer se vingar de quem a humilhou...

" Ninguém pode jamais saber o que vamos fazer. O que fizermos juntas viverá e morrerá conosco. E, se vamos mesmo fazer isso, ninguém pode desistir na metade. Se for para entrar, é para ir até o fim. Até nós três conseguirmos o que queremos. Senão, bem... Você pode se considerar a caça."

Os capítulos são interpostos pelo prisma de cada guria, assim podemos entender com mais clareza o real motivo de tanto ódio e da vingança. Achei essa uma sacada fabulosa, pois elas expressam melhor o que se passa dentro delas, né?!?!?

Quanto ao resto, a leitura tem uma velocidade impressionante, mas não me cativou, não consegui sentir de fato o real motivo das personagens, as considerei umas mal resolvidas. O livro me despertou desejo, pois li muitas resenhas positivas, mas só isso!  Claro que cada um que tire suas conclusões, então se você quer saber mais, participe do Top comentarista com 4 ganhadores e marque o livro no skoob


6 comentários:

  1. Olá Lilian,
    Esse livro também não me despertou interesse, mas a sua resenha está ótima...parabéns....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br


    ResponderExcluir
  2. me deixou bastante interessanda , tem uma super capa, gostei demais e achei super envolvente ... livro bom demais

    ResponderExcluir
  3. Poxa, é uma pena que não tenha te cativado, espero que isso não aconteça comigo também quando ler.

    ResponderExcluir
  4. Eu quero ler esse livro só porue tem uma história de vingança e eu adoro isso. E também porque me lembra um pouco a série Revenge que eu amo muuuito!

    ResponderExcluir
  5. eu estou morta de curiosidade em ler esse livro ele parece ser super bom e super recheado de coisas intrigantes, amei

    ResponderExcluir
  6. Estou louca para ler esse livro, deve ser incrível mesmo tendo seus clichês.

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma