Resenha - Destinos que se atraem




07 janeiro 2014
Olá, leitores!

Esse é o primeiro livro que estou resenhando proveniente da parceria com o Blog Poesia na Alma. 

Por uma questão prática, as resenhas escritas vistas aqui poderão ser encontradas também no meu Blog, o Blogando Linhas, mas no formato de vídeo-resenha. 

Destinos que se atraem trata de uma temática diferente, que a principio achei um tanto estranha. Aborda como tema central o Vampirismo. Mas não é versão que comumente conhecemos e que alguns podem ter de imediato pensado; de alguém mordendo pescocinhos e se alimentando de pobres vítimas. O vampirismo que é inclusive explicado no livro, trata de pessoas que após morrerem seus espíritos ficam vagando na terra e se alimentando da energia digamos que, erótica de casais. 
Eles supostamente tem o poder de influir na vida das pessoas a ponto de mexer com as emoções dos envolvidos fazendo-os perder a noção até mesmo da moralidade e entregando-se aos prazeres puramente carnais.

Após essa parte introdutória em que somos apresentados ao Vampirismo, conhecemos o Padre chamado Efraim. O livro traça a trajetória de vida desse Padre desde o início da sua vida até a sua morte. O autor usa os Flashbacks, como forma de alternar a narrativa entre passado, futuro e presente.

Efraim não é um Padre exemplar, apesar de ter sido inserido no universo religioso muito cedo começou a apresentar um comportamento desvirtuado e totalmente contrário a tradicional doutrina católica do celibato.

– Sinto-me em brasas. Você acha que ele tem olhar de um anjo? – Olhar de Anjo e astúcia do demônio – acrescentou Lucille" .
A partir daí, o autor nos coloca em uma posição de julgador, avaliador se tal comportamento do Padre advém do Vampirismo, influência espiritual ou se se perfaz em decorrência da sua própria natureza. Assim, conhecemos as aventuras do Padre, seus questionamentos, angústias e prazeres carnais.


Minhas impressões:


Como citei no inicio da resenha, foi uma leitura estranha para mim. É o primeiro livro que leio com essa temática. Antes de redigir essa resenha procurei pesquisar sobre o tema e realmente vi que existem muitos livros sobre o Vampirismo. 

No decorrer do livro fiquei tentando decifrar o posicionamento do autor com relação a religião por ele defendida, pois até então não sabia que se tratava de um tema inserido no universo do espiritismo. Comumente não leio livros espíritas por não se coadunar com o que eu acredito do ponto de vista religioso, pois sou da Igreja Adventista.
Porém, considerei uma leitura válida principalmente culturalmente, já que conheci uma faceta antes totalmente desconhecida por mim.

Um ponto que me fez ter um apreço maior pelo livro foi a forte crítica que percebi ao catolicismo feita através do olhar de um dos personagens. Considerei corajoso o Ezélio por isso. Apreciei porque o escritor a fez de forma muito técnica e verdadeira. Até mesmo os católicos vão reconhecer fatos que realmente são evidentes e reprovadores na doutrina católica.

Mas ele também faz, de forma geral, um apanhado comportamental em torno das religiões. E concordo com alguns aspectos como o fato de o Catolicismo e muitas outras religiões terem se afastado do real objetivo delas que é o de propagar os ensinamentos de Jesus. 

Agora é notório a crítica direta aos dogmas da Igreja Católica. No decorrer da leitura vemos que mesmo com todas as condutas desaprovadoras do Efraim ele nunca foi destituído do seu cargo na Igreja, principalmente pelo fato de ser detentor de uma herança financeira considerável. 

Então através disso o autor mostrou que as religiões em grande parte passaram a aderir a uma metodologia pagã, tendente a satisfazer interesses particulares dos seus líderes; totalmente desvinculado do propósito real da religião: o de nos aproximar do Senhor.

" O Reino da Igreja QUE È DESTE MUNDO, já não mais alimenta o sonho divino. Alimenta ambições terrestres e uma arrogante pretensão de tudo dominar ".

Discordei por fim sobre o posicionamento em relação ao Vampirismo. Acredito, e com fundamento bíblico nesse meu pensamento, que estamos sim suscetíveis a influências demoníacas. Pois o inferno é aqui na terra. Dessa forma, os demônios tentam a todo tempo nos desvirtuar e nos conduzir a caminhos tortuosos que não agradam ao Senhor. Mas podemos impedir isso fortalecendo a nossa comunhão com Deus.
O que me pareceu é que o livro tenta nos deixar a impressão que nós supostamente quando influenciados por tais espíritos praticantes do vampirismo perdemos o total controle de nossas vidas o que considerei infundado.

A diagramação do livro é bem simples, sem orelhas e com pequenos erros ortográficos. Curti a linguagem um pouco mais rebuscada para nos ambientar de forma mais realista na época em que se passa a estória.

Enfim, com uma temática diferente, polêmica e com uma pitada de erotismo Destinos que se Atraem é indicado a aqueles que procuram quem sabe conhecer o Vampirismo e aos adeptos do Espiritismo. Acredito que principalmente os últimos apreciarão a leitura.

Avaliei o livro com 3 estrelas.

Espero que tenham gostado da resenha e conto com a opinião de vocês. Já conheciam sobre o Vampirismo!?

 Resenha elaborada por Caroline Teixeira, administradora e resenhista do Blog Blogando Linhas


  • Você pode também estar assistindo a vídeo-resenha deste livro no Blogando Linhas: aqui.

1 comentários:

  1. um livro muito bom, gostei demais dele , tem uma narrativa deliciosa... amei

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma