A Menina do Panapaná - Magali Polida




03 março 2014









A Menina do Panapaná é a força e o desânimo, a dor e o alívio, é o encontro de dois ferozes sentimentos dentro da arena humana. Neste conflito diário é preciso fazer-se poesia. Surge então o equilíbrio, o salvador de duas pátrias. Essa menina, assim como muitos de nós, cede sua barriga, que nada mais é do que suas vontades. Tem sede desse coletivo de borboleta, porque temos sede de possibilidades, que podem ser voos ou quedas. Esse panapaná e cada uma dessas criaturinhas que a carregam e ao mesmo tempo são carregadas fazem com que os voos aconteçam. Ana Jácomo diz que 'Do casulo às asas ensinam as borboletas.'. Esse livro é baseado em um sentimento chamado Dor de Magali Polida e Priscilla Miranda e em sentimentos que chamaremos de Alívios, mostrando-nos que num precipício, antes da queda, existe uma vontade chamada Voar. É voe. Evoé. [12.03.2012 – 18h56min].


Sobre a autora:

Escritora, poetisa, encenatriz, artesã, artista plástica, a multifacetada Magali Polida é a autora de A Menina do Panapaná. Um livro de poesia cujo o tema é o conflito diário de sentimentos, como a força e o desanimo, a dor e o alívio, o encontro de dois ferozes sentimentos dentro da arena humana. Surge então, o equilíbrio, o salvador de duas pátrias. Nascida em São Paulo, Magali Polida mora em Pernambuco há 19 anos. Na XV MOCASPE (Mostra de Esquetes e Poesia Encenada – Cabo - PE) foi indicada a todas as categorias com a Esquete Manequim de Vitrine, levando 6 prêmios dos 8 que concorria. Com o conto Papel em branco lançou mão de uma das 10 colocações no concurso nacional de contos do Eu amo Escrever em sua primeira edição, promovido em 2011 pela Cantão em parceria com a Livros Ilimitados.


Clique na imagem para comprar

2 comentários:

  1. Que capa mais linda, gostei muito desse livro...lindo

    ResponderExcluir
  2. gostei muito desse livro, linda a capa e super convidativo , quero ler em breve

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma