Resenha – Marcada para Morrer




19 setembro 2014




O livro Marcada para morrer, de Kim Harrison, série Hollows livro 1, Pavana Editora, foi uma surpresa agradável. Lembrei dos tempos de 15 anos, quando lia e via filmes de bruxas e caçadores de recompensas. Imaginei que este fosse um modismo que havia ruído. Ledo engano.

Durante séculos criaturas sobrenaturais viveram lado a lado com os seres humanos sem que estes percebessem seus poderes. Até que um acidente muda tudo. Um vírus letal escapa de um laboratório e aniquila grande parte da população mundial. Os impercebidos, porém, são resistentes à ameaça. Bruxas, fadas, pixies, lóbis e vampiros – todos sobrevivem. E não hesi­tam em aproveitar a oportunidade que o destino lhes oferece de se revelar diante de todos. Em Marcada para morrer, a caça-recompensas Rachel Morgan, uma bruxa atrevida e corajo­sa, tenta manter sob controle um mundo em constante ebulição. Frustrada com seu empre­go, ela pede as contas e passa a trabalhar como autônoma. A decisão intempestiva lhe custa a ira do ex-chefe, que coloca sua cabeça a prêmio. Enquanto tenta proteger a própria vida, Rachel começa a investigar um esquema de tráfico de biodrogas e ganha a ajuda inesperada de Ivy, uma vampira sedutora, e de Jenks, um pixie rabugento mas muito eficiente.

O início do livro não é tão empolgante o quanto imaginei. Acreditei que seria envolvida num mundo mágico, apesar de próximo, bem próximo do real, ainda, sim, mágico.
Rachel Morgan é uma jovem bruxa e muito bonita; trabalha como caçadora de recompensa. Frustrada por não ter seu trabalho reconhecido na agencia onde trabalha; pede demissão e começa a fazer um trabalho independente com ajuda de dois amigos.
Essa ação pode custar sua vida. O período de demissão de Rachel, foi, na verdade, sua sentença de morte. Apesar do clima de magia e seres macabros, o humor também é uma predominante, capaz de tornar a história leve, por vezes.
Ainda, sim; senti falta de magia. A história narrada em primeira pessoa, me soou muito descritiva. Sem emoção. Talvez, encontre esses aspectos nos próximos livros da série. Contudo, acredito que mesmo com terror, horror, mortes, sustos, tem que ter encanto. A história precisa nos levar para algo sobrenatural. A personagem central, para uma bruxa, parecia mais uma patricinha assustada e tola. Fiquei confusa, mas acredito que na continuação tudo irá mudar.

Esse foi o primeiro livro da Kim e espero encontrar outros. Espero que alguém tenha lido e ficado com a impressão diferente da minha. Dizer que encontrou os elementos que não consegui sentir. 

8 comentários:

  1. Uma leitura intensa e interessante ...chamou minha atençao a personalidade dos personagens.. sinopse impecavel

    ResponderExcluir
  2. olá estava meio distante do blog e já percebi que perdi muitos posts otimos, adorando

    resenha linda, o livro parece ser incrivel

    ResponderExcluir
  3. Olá, moça =)
    Apesar do sobrenatural ser uma temática que eu adoro, esse livro não me chamou a atenção. Mas pode ser que os demais livros da série fujam deste marasmo. Não gosto de personagens inseguros e confusos, mas pode ser que ela surpreenda em outras aventuras!
    Resenha bem escrita e informativa. Meus parabéns =D
    Beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Eu também adoro livros sobrenaturais mas tenho medo desses yas sobrenaturais que tem aparecido, geralmente são tão frustrantes que chegam a desanimar. E olha que eu sou do tipo que julga sim um livro pela capa e só a bota da capa do livro tinha me encantado, hauhauhauha
    Bjooo
    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
  5. Eu não gosto de livros com esse tema sobrenatural, acho que não leria !

    :( mas a capa essa linda, com essa Bota luxo shuashuashau

    Beijocas
    Jeeh

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lilian! Tudo bem?
    Eu gosto muito de livros com temática sobrenatural, mas se a protagonista já não é muito convincente não sei se me animo a ler. Concordo com a Kris, ultimamente esses yas sobrenaturais que tem aparecido são bem frustrantes... Quando o mundo não é mágico o bastante e os personagens não são bem construídos, a impressão é que apenas colocaram uma "roupa de bruxa" e saíram por aí sem saber muito o que fazer com isso, né?
    Beijo.
    Karina
    http://daliteratura.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. eu amo livros com temática sobrenatural, daqueles que me deixam de cabelo em pé. Mas infelizmente não ando vendo isso com leituras mais atuais. :(
    Tomara que a continuação desse livro possa 'reparar' as faltas do primeiro, neh
    Mas pra ser sincera, eu não leria esse.
    bjs.
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá :) Gostei da resenha! :D Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas a sinopse e a sua resenha me fez sentir curiosidade de ler, além disso eu gosto de livros sobre o "sobrenatural", achei o assunto desse livro bem interessante, diferente e chamativo. ;D
    Só o que eu não gostei muito foi de saber que a história não possui muita emoção e que a protagonista tem essa personalidade/comportamento citado por você, pois eu curto mais livros com emoção e protagonistas incríveis, "fodas", kkkk
    apesar disso eu quero ler esse livro. :) Beijos *-*
    http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma