“16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres” - 25 de novembro e 10 de dezembro




23 novembro 2014



Em 1991, 23 mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership - CWGL), lançaram a Campanha dos 16 dias de ativismo com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. As participantes escolheram um período de significativas datas históricas, marcos de luta das mulheres, iniciando a abertura da Campanha no dia 25 de novembro - dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres - e finalizando no dia 10 de dezembro - dia Internacional dos Direitos Humanos. 

Desse modo, a campanha vincula a denúncia e a luta pela não violência contra as mulheres à defesa dos direitos humanos. Os 16 dias de ativismo foram assumidos pelo movimento feminista brasileiro, sintonizado com a Campanha Internacional. Conquistou espaço na agenda brasileira. O Brasil antecipou o início desta Campanha para o dia 20 de novembro – Dia da Consciência Negra, razão pela qual na realidade não são 16 dias, mas sim 20 dias, eis que a campanha se encerra no dia 10 de dezembro. 

As diferentes estratégias de luta efetivadas pelo movimento feminista nas últimas décadas possibilitaram dar visibilidade às formas de violência de gênero e doméstica contra as mulheres como uma questão pública a ser enfrentada no âmbito dos direitos humanos e da luta por uma nova sociedade sem opressão e exploração, superando assim uma visão equivocada que concebia este tipo de violência como expressão das relações pessoais, que por acontecer no âmbito privado não deveria ter intervenção pública.


7 comentários:

  1. Que campanha bacana.. bem que eu gostaria de participar de algo assim, pena que na minha cidade é muito difícil essas coisas acontecerem. Beijos!

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
  2. Muito boa essa Campanha. É preciso mais conscientização por parte das pessoas e as leis contra quem infringe as regras devem ser realmente efetuadas. Por aqui teve um encontro sobre a consciência negra no domingo, mas nem pude ir, pq tive outro compromisso...

    ResponderExcluir
  3. Lilian eu não sabia da campanha, achei muito digna, adoraria participar de algo assim, mas infelizmente por aqui não acontece nada do tipo, beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Lilian,

    Eu não sabia nada sobre a campanha, achei muito bom e já estou compartilhando para que outras pessoas possam conhecer também...abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Uma boa campanha . Temos que dar mais enfase a este assunto que esta cada vez mais visivel e preocupante.

    ResponderExcluir
  6. Uma campanha muito importante e necessaria para atrait mais olhares a essa realidade tão gritante

    ResponderExcluir
  7. Não sabia da campanha mas ja amei a iniciativa

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma