Corra, Alex Cross




23 novembro 2014


Um cruel assassinato na escuridão Dentro de um estacionamento em Georgetown, uma mulher é esfaqueada e trancada no porta-malas do próprio carro. Como assinatura, o criminoso corta os cabelos louros da vítima e os deixa espalhados pelo corpo. Designado para o caso, o detetive Alex Cross nem imagina que esse é apenas o primeiro de uma série de pesadelos. Uma mulher é morta e um bebê desaparece No mesmo dia, Alex Cross é chamado para uma segunda cena de crime: uma jovem enforcada do lado de fora do sexto andar de um edifício. Assim que a legista responsável descarta a possibilidade de suicídio e informa que a vítima deu à luz recentemente, Cross descobre que não está lidando apenas com um homicídio, mas também com um caso de sequestro. Alex Cross precisa deter três assassinos Três dias depois, o corpo de um rapaz é descoberto em uma doca, baleado e com meia dúzia de perfurações ao redor da área genital. Quando os rumores de três assassinos em série se alastram pela cidade de Washington e novas vítimas são encontradas a cada dia, a pressão recai nos ombros de Cross. Uma pressão tão forte que pode afetar sua concentração a ponto de ele não conseguir evitar um perigo mortal que se aproxima de sua família. 

6 comentários:

  1. Sou louca pra conhecer a escrita do James Patterson,
    Mas ainda não tive o prazer de ler nada do autor, mas vontade não me falta.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu até gosto desse tipo de história, porém, não para ler. Não sei bem o porque. Gosto mais de ver filmes assim.
    Só espero que a família dele não morra u_ú haha
    Beijos | Pretty Things!

    ResponderExcluir
  3. Olá Lilian,

    Gosto demais dos livros do autor e esse eu já solicitei...abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Um bom livro, achei maravilhosa essa capa

    ResponderExcluir
  5. Amei esse livro, capa incrivel e a sinopse é super

    ResponderExcluir
  6. Um bom livro, capa muito interessante . Ja quero

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma