Resenha – Psicopatia, de Ahtange Ferreira




05 março 2015


Conheci a Ahtange em Fortaleza – CE, em um evento para autores. Ficamos hospedadas na casa da Francilangela Clarindo. Foi maravilhoso. Pena que o tempo correu. A Ahtange além de ser uma autora popular, tem uma oração porreta de boa. Estou com saudade e espero vê-la logo, a última vez que a vi foi na bienal de São Paulo e nem nos falamos muito! Mas vamos falar de Psicopatia, Ahtange Ferreira, 216 páginas, MODO Editora.

Psicopatia - No psicopata o que predomina é a possessividade. Como eles são exímios egocêntricos e não sentem nada, eles não têm a insegurança típica de quem ama, mas sim um sentimento de posse, na qual a outra pessoa é vista como um objeto que é apenas dele e não deve ser dividido de forma alguma. Às vezes, quando eles demonstram afeto por alguém, ou é pura dissimulação ou um grande sentimento de possessividade por tal pessoa, o que faz frequentemente, a princípio, acreditarem que estão apaixonados, quando na verdade, não sentem nada mais que posse pelo outro. Um homem fisicamente lindo e desejável. Alex vivia aparentemente um casamento feliz, até descobrir que Helena estava grávida, desde então passa a demonstrar sua verdadeira face violenta, cruel e assassina. A possessividade e a frustração libertará o monstro frio e calculista que sempre vivera escondido no interior do ser aparentemente dócil gentil e sociável. Desencadeando uma série de assassinatos com requintes de crueldade, e prazer sexual que beira a loucura. Mostram quão perigosas podem se tornar experiências infantis traumáticas. Uma trama que o fará conhecer um pouco mais de mentes doentias e comportamentos inerentes ou adquiridos. Um romance forte que vai levar o leitor a um mundo cheio de perigos, fantasias e desejos contidos. Num belo sorriso ou num olhar marcante. Fique atento. O inimigo pode estar ao seu lado.


Helena está fragilizada pelo fim de um relacionamento conturbado. Ela conhece Roberto e tudo parece perfeito, até que descobre que ele é casado. Triste, ela acaba cedendo aos encantos de Alex. Os dois se casam e constituem uma família ‘perfeita’. Mas, o destino traiçoeiro, coloca Helena lado a lado com seu amor do passado. Esse será o insight para Alex mostrar sua verdadeira personalidade. Helena é envolvida numa teia de ilusões que a coloca numa situação de fragilidade diante de um homem absurdamente inteligente, calculista e perverso.
Apesar de o tema ser muito tratado hoje pela mídia, quando a autora lançou o livro, não era. Confesso que a capa, a princípio, me seduziu deveras. Quando li a sinopse ai tive certeza que precisava ler. A obra prende do início ao fim. É de tirar o fôlego. Por vezes, minha vontade era sacudir a Helena e dizer: ‘Acorda, sua louca!’

“Durante o jantar, o clima ficou um pouco mais leve sem a presença de Alex, as meninas até sorriam um pouco e Xande pareceu mais à vontade.’


O clima de tensão e medo foi muito bem reproduzido, às vezes, até causando dúvidas. Por mais que soubesse da verdadeira identidade de Alex, ele é muito inteligente a ponto de enganar o próprio leitor. O cara é um parasita, mentiroso, dissimulado, mas passa uma segurança... a verdade é que é muito difícil não se deixar enganar por um psicopata e a situação de Helena é de dar medo...

Quer saber o que acontece com ela? Se ela fica com o grande amor de sua vida? Se seus filhos conseguirão vencer todos os traumas de uma família desestruturada? Tem que ler Psicopatia. Tudo que sei é que não quero um Alex em minha vida... Mas como saber?

21 comentários:

  1. Uau, que resenha,
    simples e muito bem explicada, fiquei super curiosa para ler o livro,
    já fiquei com raiva desse Alex rsrs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Noooooosssa! Que perfeito! Sabe quando o puco é suficiente ? Quando meia palavra basta? Pois é, muito bom mesmo.
    Obrigada pelo carinho, foi maravilhoso te conhecer e se precisar minha lista de orações sempre cabe mais um kkkkkkkkkk
    Espero te encontrar em breve.

    ResponderExcluir
  3. Ameeeeeei o livro! Não conhecia, mas adoro histórias que nos levam a conhecer mentes doentias de personagens psicopatas, acho muito bom. Lerei esse assim que puder, sua resenha ficou ótima e me deixou muito curiosa pela história :D

    Beijosss
    Poison Books

    ResponderExcluir
  4. Olá, adorei a resenha esta super bem feita, o livro me parece
    otimo estou super interessada para ler, Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa o livro parece ser maravilhoso, sua resenha está ótima! Eu to fazendo psicologia então eu to muito ligada nisso e esses assuntos prendem minha atenção logo de cara!
    Fiquei muito muito curiosa!
    Beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia a história, e nossa fiquei super curiosa pela leitura,
    Adorei a resenha
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro e tenho vontade de ler algo do gênero, pois nunca li algum que falasse sobre mentes doentias.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem? Confesso que a capa não chamou muito a atenção, mas fiquei curiosa quanto à leitura. Parece ser um livro que prende do início ao fim. Bom saber que a autora conseguiu passar as emoções!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Só o título já me prendeu!
    Eu sou louca por psicopatas (fictícios é claro)!!!
    Parece ser aquele livro que te prende do início ao fim! Quero ler!
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  10. Oláá
    Nunca tinha ouvido falar do livro, mas parece ser ótimo, adorei a sinopse, e sua resenha me deixou bem curiosa, que por sinal, está ótima.
    Adorei.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Poxa Lílian sei bem oque você deve ter sentido em relação a Helena, também acho tão difícil ver uma mulher assim numa situação de risco e abuso que mesmo sabendo ser uma obra de ficção é ao mesmo tempo tão possível e real não é verdade? Gostei muito da resenha, parabéns a voce e a autora !

    ResponderExcluir
  12. Oi, confesso que não gostei da capa, mas a história em si me atraiu bastante, quem sabe não tenho a oportunidade de ler!
    http://letrasemvida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Parece ser um livro muito interessante e sua resenha foi ótima!
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro e confesso que ele não chamou muito a minha atenção :/ Até gostei da premissa dele e parece ser um livro gostoso de ler, mas não é algo que eu queira ler no momento, quem sabe mais para a frente.

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Sou muito interessada em histórias com requintes psicológicos acentuados, pois acho que isso enriquece bastante a nós mesmos e a própria leitura. Nunca li nenhum livro a respeito desse assunto, embora ele seja mesmo muito falado ultimamente. Fiquei curiosa para saber mais sobre a Helena e sobre o próprio Alex, para saber melhor as atitudes deles e saber "diagnosticar" essa gente na minha vida. Gostei muito da resenha.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá, não conhecia e confesso que não fiquei muito curiosa em relação sobre. Mas gostei bastante do suspense e curiosa para saber mais sobre os personagens.
    Beijos, bela resenha.

    ResponderExcluir
  17. WOW!! Ótima resenha Lilian!! Fiquei mega curiosa para ler o livro e vou providenciar logo! hehehehe
    Adoro esse estilo de suspense/policial, então é um prato cheio para mim! :D

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  18. Oiii
    Não conhecia esse livro, mas adorei a sua resenha e ela conseguiu atrair a nossa atenção para o livro... Parabens.
    Irei procurar saber um pouco mais sobre ele.. me empolguei

    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Hey.
    Adoro histórias que tratam de psicopatas; acho um assunto tão legal e quando o livro consegue explorar bem as peculiaridades dessas mentes é ainda melhor, o que parece ser o caso desse livro. Não conhecia, mas fiquei super interessada. Muito legal que o próprio leitor acabe sendo enganado durante algumas partes do livro; só mostra a inteligência da escrita. Fiquei com muita vontade de ler.
    Beijos.
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  20. Olá Lilian,

    Não conhecia o livro e nem o autor, achei bem interessante a sinopse nos deixa curioso e sua resenha só aumenta essa curiosidade, boa dica....abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Nossa, fiquei muito intrigada agora, querendo saber o que acontece com a Helena. Esses caras psicopatas obsessivos com namoradas/noivas/esposas são mesmo sempre inteligentes e dissimulados.
    Adorei a resenha, me deixou bem curiosa, ainda mais porque, só pela capa, não leria o livro, porque ela realmente não chamou minha atenção, então sei que em uma livraria, não pegaria para ver a sinopse.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma