Resenha – Filho de Lilith - O despertar




13 abril 2015


Filhos de Lilith – O despertar, de Elaine Velasco, 160 páginas, Madras Editora, foi uma leitura diferente. Um livro cheio de cartas na manga, me surpreendeu até o final. Para salientar, gosto de livros que me tirem da zona de conforto e causem reboliço até não poder mais. Livros que me deixem sem fôlego, não por serem acelerado, mas por incomodar. Livros que me façam pensar.
Por já ter visto, desde guria, muita coisa sobre vampiros, achei que esse não teria tanta força sobre mim. Ledo engano. Filhos de Lilith, além de cumprir sua promessa quanto ao discurso Teen, me tirou da zona de conforto e me fez sentir náuseas em certo momento... Alguns autores fazem isso comigo, como: João Ubaldo, Nelson Rodrigues, e é muito legal.
Primeiro, a leitura me cativou, gostei, achei diferente. Depois, comecei a ficar curiosa; por fim, veio o tiro de misericórdia, algo inesperado, que me incomodou a ponto de dizer uns bons palavrões... Sério! A ponto que exigir humanidade dos personagens... eu não vou aprofundar tanto nesse detalhe, pois acabaria numa tese... enfim!

Filhos de Lilith - O Despertar - Alice não se lembra de seu passado, de quem era ou de onde veio. Fatos por ela desconhecidos sobre sua antiga família humana e sua ascendência a ligam diretamente a Lilith, a mãe dos súcubos e íncubos, senhora do inferno, esposa de Lúcifer e rainha das bruxas, tornando-a objeto de desejo de todas as criaturas da noite.  Tudo que Alice sabe é que seu corpo anseia desesperadamente por sangue e prazer. E, para saciar-se, está disposta a tudo. É assim que Carol a encontra, no centro de São Paulo, e oferece-lhe abrigo, proteção e esclarecimentos. Entretanto, há também um antigo clã de vampiros interessados na garota, que não hesitará em tentar aliciá-la, usando como artifício o belo e sedutor João Eduardo. Batharyal, um notório
anjo caído, rei dos ladrões, também possui seus próprios planos para a confusa Alice e entrará nessa disputa. Porém, uma estranha força a mantém ligada a seu criador, o excêntrico íncubo Alejandro, que conhecendo-a como ninguém, não hesitará em lançar mão de sua maior fraqueza: o amor por um humano…

Alice foi sequestrada e transformada em vampira. Ainda sem saber direito o que aconteceu, consegue fugir e esconder-se na casa de um amigo antigo. Um amigo que ela desdenhava nos tempos de escola. Ele tem uma namorada que não gosta tanto de Alice, mas que a ajuda. É nesse esconderijo, que Alice começa a entender o que acontece com seu corpo numa mescla de fome e paixão por seu amigo; ela o ataca, sugando a vida do rapaz... 
Desesperada, foge!
No meio da fuga, num beco escuro, encontra Carol, que se oferece apara ajuda-la e ensinar tudo o que sabe. Mas Carol não fez isso por ser boa, legal, made in Tereza de Calcutá... Muitos clãs estão interessados em Alice. O real motivo desse interesse ainda é um segredo. Carol ensina a Alice como sobreviver sem sugar sangue de humanos, apenas pela energia sexual. #gostei
Mas, como nem tudo são flores, aparece o ‘gatoso’ do João Eduardo; um vampiro de um clã que deseja veementemente ter Alice como membro. Ele faz Alice e Carol entenderem que o sangue humano é a maneira mais sensata de um vampiro se alimentar... não quero mais falar disso, pois é justamente a parte que me virou de ponta a cabeça. A verdade é que as duas maneiras, tanto pelo sangue, quanto pela energia sexual têm seu ônus e bônus, a questão é que a Carol não usou da hipocrisia... #sóacho. Como eu já disse, não dá para me aprofundar nos méritos de sobrevivência dos vampiros, pois entraríamos na ‘Análise do Discurso’ e ficaria parecendo algo mais acadêmico. Mas é a melhor parte do livro... A autora não pode modificar nada!
O fato é que não confiei nesse tal João Eduardo, o considerei perigoso demais e hipócrita ao extremo. E quando tudo parecia normalizar, Elaine nos apronta um grande final. Capaz de acabar com alegria do Eduardo e nos encher de esperança. Adorei! Mas, muito mais coisas estão para acontecer. Existe uma guerra prestes a começar entre anjos e demônios e os vampiros e bruxas estão no meio delas... é preciso cuidado, preparação e união. Inclusive pelo fato de eles estarem em desvantagem...
Alice parece ser uma peça do quebra-cabeças, no entanto, somente na continuação saberemos mais. Espero ansiosa pela continuação... a maneira como terminou foi de roer unhas. Parabenizo a autora pela excelência da obra e a editora Madras por investir em talentos da literatura nacional.

Resenha por Lilian Farias

27 comentários:

  1. Amei a resenha Lilian! Sabia que vc ia pirar com a clínica de aborto, rs. Mas observe que usei a Carol como contraponto nessa questão, realmente...
    #prapensar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM! :D
      Aliás, você traz três vertentes de contrapontos. Duas ideológicas e uma 'sine qua non' a da sobrevivência...

      Excluir
  2. Já li outras resenhas desse mesmo livro e já tinha me interessado. Não foi diferente do seu, adorei e me deixou bastante curiosa!! :3
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, já estou roendo as unhas pela continuação...

      Excluir
  3. O meu ainda não chegou #sad TT_TT
    Estou muito ansiosa pela leitura... Fico feliz que tenhas gostado, Lili.
    Tbm gosto de livros que me tirem da zona de conforto...
    bjs
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Como você, Lilian, eu também já li vários livro sobre vampiros, seres que me fascinam, minha preocupação com esse livro é, ou era: será só mais um livro com vampiros, com um casal romântico?
    Com a sua resenha vejo que também vou gostar muito da leitura. Livros que nos tiram o chão são os melhores.

    Não vejo a hora do meu exemplar chagar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá :) Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro. :D Amei a sua resenha, *-* fez eu ficar com ainda mais vontade de ler, além disso, eu adoro livros sobrenaturais. :D rs Gostei muito da forma como a escritora aborda o vampirismo. A trama despertou minha curiosidade. Quero descobrir esse segredo que envolve a Alice. :o Beijos! :)
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
  6. Lilian!
    Parabens, a resenha ta bem feitinha <3
    Adorei o "GATOSO"
    ahahahahah

    ah Esqueci de te falar: teu layout tá bem legal :D gostei!

    um beijo!
    sofiapiassi.com

    ResponderExcluir
  7. é maravilhoso ser surpreendido por um bom livro
    amo esse tipo de leitura
    além de livros assisto
    muitos filmes

    Linda Semana!!
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
  8. Ola lindona já li e amei o livro, sou apaixonada pelo mundo dos vampiros e com a diversidade com que os autores podem trabalhar com o tema .Amei o livro e já estou com urticárias para a continuação. Nesse primeiro livro iremos conhecer todos os clãs e nossa protagonista Alice com mais detalhes. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Não gosto de livros com essa temática, mas sempre gosto das suas resenhas...
    Você pega a essência do livro e traz sua visão de forma que cativa...Pelo que falou imagino sua expectativa para ler a continuação e saber o que acontecerá com Alice.
    Parabéns!
    Blog ArroJada
    Divulgação de Blogs

    ResponderExcluir
  10. Oi Lilian, tudo bem?
    Essa foi a primeira resenha do livro que li e amei!
    Já estava ansiosa para ler o livro e quero saber exatamente o motivo de vc ter ficado sem folego! Preciso ler!
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lilian.
    Eu adoro seus posts, você escreve de uma forma que causa uma sensação boa, incrível.
    Quanto ao livro, num determinado dia eu o vi pela primeira vez em um blog, eu olhei pra ele e ele olhou pra mim, foi aquela coisa... E desde então anseio por ele.
    A capa e o título foram os culpados por esse súbito amor hihi
    Espero gostar tanto quanto você!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  12. Interessante ter o nome de Lilith no titulo, personagem enigmatístico em muitos mitologias, muitas delas anseia por sangue e prazer sendo ela vampira ou não. Interessante o livro apesar de preferir as historias mais mitológicas da moça rsrsrsr.
    Blog Com Mãos de seda ✿✿Fan Page do Blog ✿✿ Grupo do Blog

    ResponderExcluir
  13. Nossa , esse livro é muito curioso, cheio de altos e baixos né?
    Gostaria muito de ler ele, pela sua resenha que ficou perfeita, deu um gostinho de ler ele por completo
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Ah, os autores nacionais, cada vez melhores! Como eu sempre costumo dizer, eu já estava de olho neste livro e depois dessa sua resenha eu fiquei ainda mais curiosa. Impressionante como seu discurso nos deixa fascinados com a obra. Tomara que o livro seja tão bom quanto você o descreveu! ótima resenha Lilian, beijos!

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Só de ser nacional, já me interessei na hora! kkkkkkkk Eu amo livros que despertem algo novo em mim, fugir de um "padrão de leitura". Com esse foi amor a primeira vista (a probabilidade estatística de se apaixonar à primeira vista por um livro num blog é maior do que por uma pessoa no aeroporto?)

    ResponderExcluir
  16. Só de ser nacional, já me interessei na hora! kkkkkkkk Eu amo livros que despertem algo novo em mim, fugir de um "padrão de leitura". Com esse foi amor a primeira vista (a probabilidade estatística de se apaixonar à primeira vista por um livro num blog é maior do que por uma pessoa no aeroporto?)

    ResponderExcluir
  17. É tão bom saber de autores nacionais que estão fazendo a diferença! Eu já tinha visto sobre esse livro, mas ainda não tive oportunidade de ler. A outra resenha que li não me deixou com tanta vontade ler, já que a estória não me interessou muito, mas você falou tão bem que acabou me deixando curiosa! Vou anotar aqui! ;)

    ResponderExcluir
  18. Olá
    Li recentemente e achei bem legal porém, senti falta de explicar melhor o enredo na história no livro, autora podia ter caprichado mais, mesmo assim, gostei sim e sua resenha está ótima e fico feliz que tenha gostado também, a edição ficou bonita mesmo.

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Beijos
    Catharina

    ResponderExcluir
  19. Eu estou vendo muitos blogs comentando sobre esse livro, mas o enredo dele, sinceramente não me atrai nem um pouco. Eu gosto muito de livros desse estilo e tudo mais, e muitas coisas que você falou na sua resenha me convenceram de que esse não é mesmo o livro pra mim.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá! Não tinha a mínima ideia de que o livro sairia do clichê vampiro-sexo-humanos, pelo que eu li na sua resenha mais que fod*, o livro é interessante sim. Não o escolhi por isso, preferi os demônios de Deus, por se tratar de algo não muito popular entre os teens e entre os blogueiros. Mas vou querer ler ele, acho que você me convenceu. Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Fiquei muito empolgada com a sua resenha. Realmente quando saímos de nossa zona de conforto e nos defrontamos com uma leitura tão boa como esta parece ter sido, fica uma sensação maravilhosa.
    Espero ler e gostar também.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Lilian!
    Fiquei bem curiosa para ler o livro. Antes eu não dava muito importancia quando o via sendo divulgado, preferindo sempre Os Demônios de Deus. Como você: ledo engano. Energia sexual? Preciso ler. É uma forma bem curiosa de encarar o mundo dos vampiros.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando: Livre-se você também!

    ResponderExcluir
  23. Oi, flor!
    Adorei sua resenha. Essa é uma das minhas próximas leituras e estou ansiosa para desfrutar do talento da autora! Parece que Alice se vê envolvida em maus momentos, sem muito saber o que fazer. Achei incrível, no entanto, que outros personagens apareçam – e meio que tirem vantagem disso. Poxa, tem algo mais vampírico que isso? Haha. Adorei.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Apesar de a temática não me atrair, o tamanho do livro sim haha Parece ser uma leitura rápida :D
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  25. Oii Lilian,
    Mas que maldade de resenha hahaha
    Estou com vontade de ler esse livro desde a sua divulgação, essa resenha está muito má!! Me deixou curiosa... que raios aconteceu? hahahahha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma