Resenha - Filha da Ilusão - Série Herdeiros da Magia




29 maio 2015





Uma jovem protagonista madura, que foge de todo clichê de Young Adult. Uma ambientação maravilhosa na Nova York do princípio dos anos 20. Uma relação conflituosa entre mãe e filha, uma possível herança mediúnica, de um pai famoso.
Filha da Ilusão, da Editora Valentina, de Terry Brown, parecia que conteria puro ouro em suas 288 páginas.
Parecia...
Primeiro volume da série Herdeiros da Magia, as promessas do livro de bela capa, sinopse interessante e diagramação adorável, de ser um livro delicioso, se desfazem a cada passo arrastado rumo ao mal do século: A continuação.
Um capítulo inteiro se passa para que a jovem Anna Van Hausen, uma ilusionista de 16 anos, vá até o mercadinho da esquina e compre um tanto de chá e um livro.
Outro para que se explique, em pormenores, uma sessão mediúnica. (E serão várias.)

Ainda mais um para um encontro casual com seu rabugento vizinho, que abriga em sua casa o misterioso senhor Cole.
Não é, de forma alguma, uma história ruim. Dói na alma fazer uma resenha tão amarga de um livro com um plot que me pareceu tão delicioso a princípio. Mas há que se dizer a verdade: Amargo é o gosto que o livro deixa na boca, a cada página sobrecarregada de detalhes que se proliferam sem nenhum propósito.
Aliás, com um claro propósito: arrastar o que poderia ser uma delicada e rápida leitura para o nebuloso campo da continuidade.
Não me levem a mal, (ou levem) eu gosto muito de séries literárias, mas não da forma como andamos vendo, a torto e a direito, onde histórias que poderiam muito bem serem contadas de forma rápida são transformadas em série, sem sentido algum nisso. Se a sua história tem conteúdo para, vá lá: um livro grosso de 500 páginas, para que dilacerá-la a fim de que vire uma trilogia, cada livro com 250 páginas?
Postas as considerações, deixem-me explicar o livro:
Anna Van Hausen é uma garota de 16 anos, que auxilia a mãe, a falsa médium Marguerite em suas sessões.
Egoísta, Marguerite gosta dos holofotes voltados para si, de forma que a menina Anna, ao descobrir-se uma médium verdadeira, esconde o fato da mãe, para evitar (ainda mais) animosidade entre as duas. Alegadamente filha de Harry Houdini, a menina atribui seus estranhos dons ao legado de seu pai, e ela acredita que tal possibilidade venha irritar ainda mais a mãe volúvel.
Responsável e madura em razão da vida que foi forçada a levar, Anna está decidida a ter uma nova vida em Nova York, como uma moça respeitável e sem mais fugir da polícia.  Por isso tenta a todo custo convencer a mãe a parar com as falcatruas, deixando espaço apenas para truques de mágica, que são perfeitamente legais, e não lhes trariam problemas.
A possibilidade de status e dinheiro, entretanto, é muito maior nas sessões mediúnicas, onde ricos desgostosos com suas vidas, ou enlutados procuram conforto nas mentiras da hábil atriz que é Marguerite. A mulher egocêntrica e seu empresário, o duvidoso Jacques Mauvais, prosseguem então com suas sessões de mentira.
Através do vizinho, Sr. Darby, um homem idoso que alterna momentos de extrema rabugice com uma efusividade inesperada, ela conhece o jovem Cole, misterioso e bonito, com quem ela desenvolve um estranho contato logo a princípio, e  que a ajuda, através de uma sociedade  de paranormais, a compreender seus dons mediúnicos.
Bem ambientada nos anos 20, a trama infelizmente perde força ao pecar pelo excesso de minúcias, tendo uma passagem de fatos lenta, sem emoção, e apresentando pouco mistério, arrastando-se até o final, que não apresenta realmente NECESSIDADE de continuação.
Não sei o que será desta série. Sinceramente, espero que a autora apare os excessos, e respeite sua própria (boa, dói dizer) escrita, para o bem da história. Apesar de tudo, Anna é das poucas personagens que li este ano a quem pude chamar de adorável, e gostaria de vê-la novamente numa trama mais ágil, sem truques para deixar a história maior do que deveria. 



22 comentários:

  1. uma pena que o livro fique nessa enrolação toda... acho que cativaria mais se fosse objetivo... e pior que eu tbm curti a premissa mas desanimo com detalhes desnecessários...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Val, eu fiquei chateadíssima... tinha tudo para ser bom!

      Excluir
  2. Oi Amanda!
    Fiquei muito empolgada por esse livro quando soube do que se tratava, mas agora estou chateada ao descobrir que o livro é pura enrolação. Acho tão mesquinho essa coisa de prolongar histórias que poderiam ser um livro só muito bom. Mas enfim, talvez ainda dê uma chance para a série no futuro porque realmente fiquei intrigada com o enredo. Pelo menos agora já sei melhor o que esperar.
    Beijos
    Carol
    www.sobrevicioselivros.com

    ResponderExcluir
  3. Tenho que confessar que esse é um dos livros da editora que estava bastante curiosa para solicitar para ler, mas eu fiquei um pouco em dúvida, apesar que é sempre bom a gente tirar nossas conclusões né? Porque cada um vai ter um ponto de vista diferente. Mas gostei da maneira como você falou da história. Achei interessante, mas prefiro esperar para ler o livro. Quem sabe eu venha a gostar =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-amarantha.html

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    A capa e a sinopse me encantaram, mas conforme li sua resenha, esse encanto foi se perdendo.
    Excesso de detalhes e capítulos para "encher linguiça" também me incomodam bastante. É uma pena que a autora tenha se perdido detalhando situações de necessárias, pois pela premissa, tinha tudo para ser uma excelente história.
    Ótima resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Amanda, tudo bem?
    Uma pena um livro que tinha tudo para ser muito bom ter sido tão decepcionante para você!
    Confesso que pela capa e pela premissa da história eu também imaginei que seria uma ótima história, mas tô vendo que não!
    Histórias que ficam enrolando e gastando páginas e mais páginas com coisas bobas também não fazem meu estilo!
    Acho que se a trama não tem conteúdo suficiente para série era melhor que fosse um livro só e pronto!

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Amanda,

    realmente, a série tem um ótimo plot para ser algo incrível, mas que pena que a autora se prende a coisas muito desnecessárias e descrições em demasia o que acaba cansando o leitor. Infelizmente, acho que irei pular essa série, como você disse, seria bem melhor ela ter reduzido a série em um volume mais gordinho. :/

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oláá
    Gostei muito da sua resenha, adorei a premissa e a capa do livro, fiquei bem curiosa para ler e espero ler em breve.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Tinha achado o livro tão lindo pela capa que achei que ia ser ótimo! Eu sei que a gente não deve julgar pela capa, mas pelo enredo tinha tudo pra ser bom também.
    Agora fiquei com o pé atrás...
    Beijos!
    http://encontrosliterarioslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Amanda, adoro estórias que envolvam paranormalidade, mediunidade! Gosto ainda mais quando envolvem romance e nos faz querer ler mais.Senti um desejo de ler esse livro e estou adicionando ele ao Skoob já!
    Se quiser me add no Skoob, vou gostar muito:
    http://www.skoob.com.br/usuario/864832
    Beijos e tenha uma ótima semana!
    http://scraplivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. É a primeira resenha que eu leio que fala sobre alguns pontos negativos sobre o livro. Gostei de saber, porque assim não leio com as expectativas tão altas e consigo tirar minhas próprias conclusões. rs
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Sempre achei que esse livro fosse ótimo e sempre quis comprá-lo. Acho a capa linda e a sinopse sempre chamou minha atenção. Então é uma pena que ele não seja tudo que pensei que fosse. Além disso, também não gosto quando os autores forçam séries quando só um livro seria suficiente.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiee! Já ouvi falar desse livro... mas não sabia que ele era tão maravilhoso assim, acho que o que mais me encantou sem ser a história foi essa capa!!! Sua opinião foi muito bem escrita, é sempre bom ler um livro sabendo de seus pontos negativos e positivos.
    Bjuus, Bai do blog https://blackisthenewhappy.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá; eu tenho um marcador de páginas desse livro e tinha ficado bem interessada na obra. Essa onda de transformar tudo em série é um pouco cansativa mesmo. Gostei da resenha, apesar de tudo, ainda tenho vontade de ler o livro.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. A quantidade de livros com uma premissa ótima, mas que acabam se arrastando na leitura está me preocupando. Estou cansada de pegar livros que prometem ser maravilhosos para ler, mas ao chegar ao meio da leitura já estou cansada, lendo por obrigação. Culpo sempre essa mania de trilogias, para conseguirem mais dinheiro dividem todas as obras e acaba tendo muita enrolação, "tapa buraco".

    Adorei sua resenha!

    www.thunderwave.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oiee ^^
    Não sabia que esse livro fazia parte de uma série *-* sempre tive curiosidade de lê-lo, confesso que era mais pela capa...haha' Uma pena que a história seja uma enrolação tremenda, também fiquei um pouco desanimada para lê-lo agora, mas quero conhecer a personagem, e ver no que dá.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Ola Amanda que pena que a leitura foi pesada, e não fluiu bem, a capa está linda e a premissa prometia ser boa, se fosse bem trabalhada poderia ser um livro incrível. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Estou com livro aqui e estava doida pra ler até ler sua resenha
    Odeio leituras arrastadas e detalhes que não precisa ser contado no livro
    A capa acho linda demais
    Mas ta indo pra troca rsrs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu confesso que a capa não me chamou muito a atenção. Não é daqueles livros que eu pegaria sem ler algo sobre. E agora que li tua resenha fiquei curiosa. Não gosto de leituras arrastadas, mas gostei da temática do livro. Dividida aqui! heheh. gostei de ver tua opinião forte e sincera sobre a leitura. E se for uma opinião comum aos leitores, que a autora possa dar outros rumos para a história!

    Um abraço flor!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  19. Bom, provavelmente não seria um livro que eu leria, excesso de informações e detalhista ao extremo, blé! Não gostaria de ler, realmente, mas se eu não soubesse, leria pela capa e a sinopse, pois elas sim são instigantes! Adorei a resenha, está muito bem escrita e desenvolvida!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bom?

    Tem um bom tempo que eu venho paquerando esse livro, mas o danado quase nunca fica em promoção, a julgar pela capa parecemos ter um bom livro, mas confesso que fiquei um pouco decepcionado ao saber a sua opinião sobre ele, na maioria das vezes detalhes demais deixam a leitura muito lenta e cansativa, e isso realmente desmotiva o leitor, adorei a sua resenha.

    Beijos.
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie!!!
    Nossa pela sinopse a história realmente promete muito.
    E eu acho que vou gostar bastante porque na verdade eu amo livros bem detalhados e prefiro uma série do que livros com buracos e faltando informações.
    Mas, cada um tem uma preferencia e um tipo de leitura mais confortável.
    Aprecio sua honestidade.
    ;**

    www.saladadelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma