Resenha: Por Que Indiana, João?




26 agosto 2015

Por que Indiana, João? - Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas.
Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet.
João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor.
“Por que Indiana, João?” é o livro de estreia de Danilo Leonardi, editor do canal “Cabine Literária” e parte de uma história quase comum para falar sobre algo que não deveria ser tão comum assim e que faz parte da vida de muitos adolescentes, jovens e até de adultos: o bullying.

Desde a primeira vez que me deparei com o livro Por Que Indiana, João?, 208 páginas, Giz Editorial, fiquei imaginando mentalmente o porquê do título e isso me fez ter curiosidade de fazer essa leitura. Eu já sabia que o livro relacionava-se ao bullying, mas não sabia muito sobre o degringolar do enredo.

João Vitor é um garoto tímido de quinze anos, que desde que se entende por gente tem de lidar com agressões morais e físicas dos colegas de escola. Independente do estado em que vivesse ou da escola que frequentasse a perseguição acontecia, só mudava o agressor. Num determinado dia em que está prestes a ser agredido na escola, por um valentão que o persegue, ele reage instintivamente e acaba por revidar e derrubar seu agressor. Ele não esperava que aquilo estivesse sendo gravado e fosse virar um viral na internet.
Após esses acontecimentos a vida de João muda drasticamente, ele se torna "Indiana João" e precisa aprender a administrar o fato que de uma hora pra outra, as pessoas passaram a prestar atenção ao que ele diz. E que esse tipo de liderança tem suas responsabilidades, pois o que ele diz pode ter consequências boas ou consequências más.

Porque Indiana, João? É sem dúvidas o tipo de leitura que merece ser abordada nas escolas. Através dela, nós podemos refletir sobre o Bullying e suas consequências a curto e longo prazo para as vítimas. O Livro  levanta questões como a importância da escola no combate ao bullying através da conscientização das vítimas, dos Bullers e dos professores que muitas vezes são omissos e de como pode ser prejudicial uma educação repressora e/ou superprotetora por parte dos pais.

Acredito que o autor se inspirou na história do garoto americano Casey Heynes, que ficou conhecido em meados de 2011 por Zangief Kid, após viralizar na internet ao nocautear um buller que o agredia, entre outros acontecimentos reais causados por bullying.




O Danilo então aparentemente pegou essa ideia como principal e a narrou segundo a nossa realidade, e deu a isso uma sequência racional e reflexiva. Onde o passa de vítima à criador de opinião e precisa lidar seriamente com o fato de que todas as suas palavras precisam ser medidas, pois elas têm peso para outras pessoas que assim como ele passam por esse drama e que muitas vezes não tem a instabilidade emocional que ele têm para lidar com os fatos de uma maneira racional. O Livro ainda aborda outros temas que acabam podendo se correlacionar com o Bullying como o “Pornô de revanche” e a “homossexualidade”. O que torna o livro bastante atual.

Como eu falei a obra merece fazer parte de uma grande lista ligada a literatura educacional, pois é instrutivo e chama atenção a essa questão que é de suma importância e merece ser largamente debatida pois trás grandes consequências tanto para quem sofre, quanto para quem pratica. Escrito numa linguagem jovial, onde os diálogos são bem construídos e muitas vezes nos levam ao mundo dos bate-papos virtuais. Nele a temática é abordada de maneira bastante inclusiva e de fácil compreensão para as mais diversas idades. Os personagens são bem descritos, tanto física quanto psicologicamente, porém por algum motivo senti que eles não me cativaram, faltou na narrativa certa “emoção” que me causasse isso e essa acaba sendo a minha única ressalva quanto a obra. No mais, Porque Indiana, João? É um excelente e eu recomendo!

17 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Descobri a pouco tempo que o livro do Danilo tinha o Bullying como temática!
    Confesso que isso me fez me interessar bastante por conhecer essa história que parece ser bem realista e com temas bem atuais!
    Espero realizar essa leitura assim que possível.

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu tinha curiosidade de ler esse livro, pois adoro temas fortes na literatura, mas eu desisti quando associei o nome à pessoa. O Danilo se tornou uma pessoa arrogante e babaca e isso me fez manter distância a qualquer coisa que se refira a ele. Principalmente depois de uns vídeos dele e com a participação dele. Triste ver que autores nacionais se deixam levar pela fama e se tornam pessoas idiotas. Por isso, vou passar a dica.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá; eu tenho muita vontade de ler esse livro desde que ele foi lançado, por causa da capa, do título curioso e da história, que tem um tema que me interessa e parece ser boa.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Guria, eu li esse livro na última semana e adorei! Nunca havia lido nada sobre bullying. E acho que demorei demais para iniciar a leitura, mas quando peguei, devorei. Eu não curto os canais do Danilo, até acho ele meio chatinho, então nunca imaginei que o livro dele fosse tão bom.
    Eu não conhecia a história do Casey, portanto não passou pela minha cabeça que a do João fosse baseada na dele. Assisti ao vídeo e a uma entrevista com o menino que tem depois. Acho que ele fez certo...
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  5. Mais um livro que não conhecia, mas tive um interesse enorme por ele, por ter a história com um tema polêmico, não tem como não chamar atenção, pois livros que trazem uma discussão é sempre válido ler e ser abordado sempre. Infelizmente essa prática do bullying está bem longe de acabar, o que é uma pena =/
    Dica anotada, e espero ler em breve.
    Bjs Kris!!

    ResponderExcluir
  6. Kris, gostei muito de você ter dito que o Danilo abordou o tema de uma maneira "fácil" e concordo com você de que seria um bom livro para se trabalhar em sala de aula, afinal de contas, infelizmente, é um assunto que não fica velho.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  7. já tinha visto algo relacionado ao livro mas não me atentei ao que seria... achei o título estranho... mas a temática dele é forte, merece realmente ser vista em sala de aula e afins...
    vou tentar ler e quem sabe inseri-lo nas aulas de Cidadania...

    ResponderExcluir
  8. :D Mega já escutei falar desse livro e estou me corroendo de tanto querer esse livro! Esse vídeo que você postou junto foi uma febre, quem diria que uma pessoa iria reagir com as brincadeiras do outro... Pra mim isso é bem feito, pois o cara não fez nada e tem um imbecil que começa a zoar com ele, o resultado foi que o guri se machucou.

    Como dito! Quero muiiiito esse livro e parabéns pela resenha.
    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Gostei muito de sua resenha e já li ótimos comentários sobre esse livro. Realmente é um assunto que deve ser abordado nas escolas, mas ainda assim a premissa dele não me chama a atenção.
    Essa dica vou deixar passar...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Kris, desde que eu soube desse livro eu tenho muita vontade de lê-lo, acho muito importante que todos leiam quando o assunto envolve bullying, ainda mais nas escolas, concordo com você que esse livro deveria entrar para a leitura educacional de todos!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  11. Oie!!
    Nossa, pra ser bem sincera até hoje eu não sabia do que se tratava o livro e confesso que agora fiquei bastante curiosa e também não sabia sobre o caso do vídeo que colocou acima (em que mundo eu vivo).
    Gostei da sua resenha, acabo de adicionar mais um livro a lista de desejados.
    ;**

    ResponderExcluir
  12. Ooi,
    A temática do livro me deixa muito curiosa, amei a resenha.
    Vivi
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  13. Oi Kris, tudo bem?
    Eu sempre tive curiosidade para saber do que o livro se tratava mas não procurava nada sobre ele e faz pouco tempo que descobri que bullyng era abordado na história. Alguns dias atrás eu descartaria a leitura, mas comecei a trabalhar como orientadora pedagógica, e e acho que será uma leitura válida.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Gostei do modo que o autor trata o bullying nesse livro não somente do ponto de vista o que sofre mas ele tentar envolver todos como a escola, os professores é acaba nos fazendo refletir sobre o papel de cada um !!

    ResponderExcluir
  15. Também sempre fiquei curiosa do porquê desse nome rs, mas não sabia que o livro se tratava de bullying, assunto que realmente deve ser tratado nas escolas!
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Vi uma resenha dele há alguns dias, e fiquei muito curiosa com esse título.
    Só por ser um livro que trata de bullying já me anima a ler, vou adc na minha estante e assim que tiver oportunidade lê-lo

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bom?
    Finalizei a leitura desse livro essa semana e concordo que a obra deveria ser divulgada nas escolas. Gostei das mensagens que o livro passa sobre o bullying e como muitas vezes somos coniventes com certas atitudes. Apesar de alguns problemas na narrativa, foi uma obra que gostei e me enriqueceu.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma