O indígena brasileiro que escreveu um dos melhores livros do ano




04 dezembro 2015
(Imagem: Reprodução Una Usi Kayawa)

O livro Una Isi Kayawá – o Livro da Cura, escrito pelos pajés Huni Kuin do rio Jordão em parceria com o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, conquistou o terceiro lugar na categoria Ciências da Natureza, Meio Ambiente e Matemática no 57º Prêmio Jabuti, considerado o mais importante prêmio do mercado editorial brasileiro.



(Imagem: Reprodução Una Usi Kayawa)

O pajé é considerado uma das figuras mais importantes dentro das tribos indígenas brasileiras. Conhecido como “médico da tribo”, o pajé usa técnicas de massagens, banhos e até mesmo algumas práticas cirúrgicas para curar os seus pacientes. Além disso, é um profundo conhecedor dos “medicamentos naturais”, à base de ervas medicinais, raízes, sementes, substâncias animais e minerais que auxiliam, de acordo com a cultura indígena, a cura das mais diversas doenças, sejam elas físicas ou espirituais.

Este é um livro pioneiro, que reúne o profundo conhecimento (até então acessível apenas pela tradição oral) das plantas e as práticas medicinais do povo indígena Huni Kuin, também conhecido como Kaxinawa, maior população indígena que habita a região do Rio Jordão, no Acre.

(Imagem: Reprodução Una Usi Kayawa)

O livro teve um processo criativo bastante original, utilizando os cadernos de anotações dos pajés do rio Jordão. A ideia do livro teve início a partir de um sonho do pajé Agostinho Iká Muru, que queria registrar o conhecimento de medicina natural adquirido pela tribo e garantir a passagem destas informações às novas gerações. O livro é um catálogo etnobotânico das ervas medicinais conhecidas e estudadas por ele durante toda a vida. O pajé, juntamente com o taxonomista Alexandre Quinet, são os organizadores do projeto.

Fonte  - conexaolusofona

16 comentários:

  1. putz que livro interessante, fico imaginando a quantidade de sabedoria o livro e o pagé tem para oferecer.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Nossa que legal. Um livro recheado de cultura, que nos leva a conhecer hábitos de outro povo. Muito bacana mesmo.
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu não conhecia o livro e achei muito interessante, o nível cultural dessa obra deve ser incrível. Precisamos apoias mais projetos como esse.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lilian, tudo bem?

    Nossa, que notícia legal e que bom que o sonho do pajé Agostinho Iká Muru tornou-se realidade. A nossa cultura é tão rica e é bom ver ela ser valorizada, o livro parece ser super útil e uma leitura riquíssima, e fiquei bem curiosa!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  5. Adorei o livro, acho muito interessante conhecer um pouco da medicina natural da tribo! Conheço uma pessoa que adorari ter este livro, ela adora tudo que há a ver com a natureza! Bom, adorei e achei bem merecido o livro ter ganho o prêmio!

    Abraços e até!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Caraca! Que bacama essa disposição do Pajé! *--*
    A temática do livro é muito interessante, de verdade! Fiquei super curiosa!
    E q mais iniciativas assim de registro das tradições sejam tomadas :D

    ResponderExcluir
  7. Nossa que interessante essa informação, ela me fez lembrar da frase: "o que vale mais: o livro ou a sabedoria?" E levando essa frase para o contexto abordado por vc, podemos juntar a sabedoria e cultura prática dos índios em livros (registros físicos) para que todos os interessados possam conhecer e valorizar um pouco mais os nativos do Brasil. Muito boa essa iniciativa e que bom que o projeto foi aprovado e premiado. Desejo sucesso de vendas!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  8. Deve ser bem interessante o livro, pois além da sabedoria que imagino que um pajé tenha, o fato dele compartilhar suas tradições, seu conhecimento medicinal deixa mais interessante, pois se for ver, tudo deve ser Natural e bem mais eficaz, do que as drogas que tomamos para nos curar as vezes de uma dorzinha de cabeça e nos faz viciar!!

    Obrigada pela dica

    Beijos

    devoreumlivroeoufilme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Que livro incrível! Fico feliz pela valorização e como sempre o Poesia trazendo dicas maravilhosas!
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  10. Um livro muito interessante, afinal é sempre bom conhecer mais da nossa cultura.
    Não é a toa que ganhou o terceiro lugar.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  11. Oiie
    Nossa, é um livro diferente do que costumo ler e ver no geral, parece ser mega interessante, não sei se leria por agora mas vou anotar a dica para um dia que estiver com bastante paciência haha ótima resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu não sei se leria, é oposto do que costumo ler, mas a ideia é ótima! Bom para conhecer um pouco mais do nosso Brasil e ver um ponto de vista diferente do que costumamos saber.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  13. Nossa deve ser um livro legal.
    Aqui nós temos muita informação com as aldeias já que moramos no interior e sempre que não da certo pela Medicina convencional procuramos a sabedoria deles.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br
    Xoxo

    ResponderExcluir
  14. Olá :)

    Que livro show! Adoro chás e a medicina orgânica. Acho que é a melhor forma de curar doenças. Super apoio as pesquisas científicas, mas acho que teríamos bem menos problemas se elas não existissem. *Ouço o som de pedras*
    Seria um excelente presente de Natal para minha mãe. Obrigada pela dica :)

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ola lih!
    Eu gosto muito de livros assim de culturas, e principalmente de índios porque ficamos por dentro de alguns assuntos, que muitas vezes são desconhecidos para nos. Eu adorei sua resenha, nela tem muita coisa clara do que o livro trata, Há, já iria me esquecendo amei a decoração da primeira foto!

    http://garotinhaadolescentea.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma