O que você faz de melhor?




11 janeiro 2016


Por Cinthia Karina Fonseca*



Quando pequena, eu vivia intrigada com uma palavrinha que, atualmente, me deixa bem atormentada: talento. Eu escrevo desde criança e a cada verso lido pela minha mãe eu ouvia, “filha, você tem talento pra coisa”. Por alguns anos eu cheguei a acreditar nisso e me vangloriava por aí: nossa, tenho talento! Fui crescendo e me tornei incrédula com relação ao assunto. Hoje, acho a palavra um tanto quanto perigosa. Quando você justifica o sucesso do seu trabalho como fruto de um dom extraordinário, você ridiculariza o seu esforço. Você acha realmente justo classificar o resultado de horas a fio e noites em claro produzindo como talento? Acho que não.
Ao contrário do meu irmão, eu sou péssima em me comunicar verbalmente, mas ótima em passar meus sentimentos para o papel. A gente desenvolve melhor aquilo que gostamos. Sempre preferi gastar meu tempo dentro do quarto. Lá, ficava escrevendo em meu caderno espiral com a minha caneta Bic quatro cores (bons tempos). Sempre foi uma questão de gosto, mas já imaginei ter sido abençoada por um talento quase celestial. Quem nunca?


Ouço todos os dias que estamos desperdiçando talentos. Matérias em revistas específicas sobre negócios são desenvolvidas e todos compram essa ideia: aprenda a desenvolver o seu talento. Pois eu digo melhor: aprenda a reconhecer o que te inspira e o que te move. Em cima dessas respostas, você encontrará o caminho certo. Esqueça talento, vocação, dom. Esqueça essas palavras. É uma puta furada pautar sua vida profissional em cima de suposições, de enigmas. Você precisa de algo concreto: faça o que tu gosta e será bom nisso. Não sabe ainda do que gosta? Simples, experimente o que vier!

*Se você também tem interesse de ter o seu texto publicado aqui no Poesia na alma, clique aqui e saiba como. 

Sobre a autora 



*Fluminense, jornalista, assessora de imprensa, analista de redes sociais, redatora, poetisa e cinéfila. Escreve. Ponto. A Baixada está no coração e o Rio pelos pés.

36 comentários:

  1. Oiii, que amor este texto. Estou apaixonadaaaaa, quero mais textos assim urgentemente hahahaa
    Beijinhos <3
    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Amei o texto!
    Eu adoro ler e escrever, ainda não tenho muita coragem de expor o que escrevo, mas quem sabe um dia.
    Beijos, Maisa.
    Reino Literário Br

    ResponderExcluir
  3. Olá linda,

    Sempre tive esse dilema comigo: Dom ou Escolha?
    Eu sempre amei escrever e ler e isso nunca mudou desde minha infância.
    Aprimorei algo que eu adoro: escrever de forma criativa ou criar poemas, contos, poemas concretos ou surrealistas ou imitar a escrita de algum autor famoso e fui fazendo diariamente e quando falam que é talento, eu digo:" Não é talento. É um trabalho contínuo e árduo. Eu me especializei no que eu amo."

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ola lindona parabéns pelo texto, cada um tem facilidade em algo e juntamente com nossos esforços melhora a cada dia, mas ainda existem as pessoas com certos Dons que agregam muito. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  5. Amei o texto e realmente talento é uma palavrinha que assusta se olharmos dessa maneira.
    O texto está muito bem escrito parabéns para a autora, amei a ideia de vc disponibilizar seu blog para postar resenhas das pessoinhas :D

    ResponderExcluir
  6. Acho que somos parecidas nisso. Eu sempre preferi meu quarto também, mas também gosto de sair. Acredito que procurar o que nos inspira é sempre melhor. Adorei o texto.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie,

    Sempre que leio textos sempre fico pensando um pouco mais e super concordo com passar noites a dentro escrevendo algo seja definido apenas como talento, não é só o talento é o amor que foi posto ali por aquelas palavras, são os sentimentos enquanto estava sendo escrito, é tudo além do talento.


    Bjs
    Mayla
    http://lendocomamay.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Sem palavras para esse texto! Acho que resumiu muito o que eu passava horas pensando há alguns anos e às vezes ainda questiono. Acredito que a melhor palavra para descrever é "facilidade". Quem tem facilidade de aprender e experimentar, os esforços poderão ser menores do que aqueles que acham tudo muito difícil.

    Hels, The Blue Blog

    ResponderExcluir
  9. Que perfeito! Acredito que não tenho talento mas escolhi fazer o que gosto e agora dizem q tenho talento kkkk. A maior vocação de todas e ser feliz fazendo o que ama.

    Coração leitor

    ResponderExcluir
  10. Nossa,adorei o texto!
    É um tema diferente para um texto tão reflexivo.Ao mesmo tempo é tão necessário parar e analisar se o que estamos fazendo está fazendo sentido na nossa vida.
    Adorei.

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Que texto bonito e me trouxe recordações até da infância com a citação da caneta BIC quatro cores. Era uma riqueza ter ela naquela época.
    Acho que se arriscar e experimentar é a melhor forma de descobrir o que nos move!
    Parabéns pelo texto
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Nossa que texto super legal! Gostei muito. Parabéns ao blog e a escritora do texto. Sucesso!

    Abraços,

    Tony

    ResponderExcluir
  13. Interessante o ponto abordado pela autora. Realmente pode fazer uma pessoa muito esforçada desistir para sempre de um sonho ou uma vontade, unicamente porque não era tão boa no início. Eu realmente acho que algumas pessoas têm mais tato para isso ou aquilo, mas é uma ótima reflexão.

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  14. Ola, tudo bem?

    Belo texto e um assunto bem abordado. Bom, pra mim talento é o começo, uma pré-disposição para a coisa dar certo e não algo celestial e tals. Talento, ao meu ver, é um ponto de partida, agora, o resultado final só vaivaer bom dependendo do seu esforço pq sem ele não somos nada e menos ainda talentosos. Enfim, pontos de vistas...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Oi linda, tudo bem?
    Seu texto ficou muito show, eu simplesmente ADOREIII! Espero ler mais textos assim aqui! PARABÉNS pelo blog e a autora ;D
    Beijinhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/2016/01/resenha-extraordinario-rj-palacio.html

    ResponderExcluir
  16. Cinthia, adorei o texto.
    Acho que nada tem a ver com talento e sim com vontade e determinação de fazer.
    Eu nunca fui de falar muito, ou seja não muito boa para me expressar.
    Ninguém acreditava que eu seria professora desse jeito, mas fui lá e meti a cara. Hoje em dia dou aula numa boa e isso nada tem a ver com talento, mas com vontade de fazer.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  17. Oie,
    Gostei viu, concordo disso de talento justificar esforço de alguém é furada haha
    Continue escrevendo, você escreve bem ><
    Beijos
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  18. Amei a reflexão, pois mesmo sabendo que os grandes escritores trabalharam muito para ter seus textos reconhecidos, ainda, por vezes, me pego pensando que o dom é algo inato.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi Cinthia!
    Achei lindo seu texto. E concordo com você: não adianta ter uma pré-disposição para as artes se você não se dedica, treina, estuda. E par afazer tudo isso, precisa gostar, precisa amor...
    Parabéns pelas belas palavras!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
  20. Oii!

    Que texto maravilhoso <3

    Fiquei aqui pensando nesse tema aqui e percebi que ouvimos demais, nos importamos demais com rotulos e as vezes não fazemos o que gostamos mesmo ou não nos dedicamos 100% a algo que realmente gostamos.
    Muito bem escrito! Parabéns!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Gostei da reflexão sobre procurar inspiração. Acho que funciona principalmente se tiver um esforço no que gosta.

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem? Que texto maravilhoso, concordo com tudo.
    Eu acredito em esforço, dedicação e quando batalhamos por algo conseguimos realizar. Pode haver o talento, mas você tem que batalhar para conseguir o que quer e ter a dedicação.
    Eu também não sou muito de falar em público, prefiro escrever também.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  23. Olá, muito bacana o texto. Eu acredito sim que algumas pessoas tenham mais facilidade/habilidade para desenvolver algumas atividades do que outras, e creio que isso seja talento, mas acho que com esforço é possível conseguir bons resultados em áreas para as quais talvez não tenhamos tanto talento, se pudermos fazer algo de que gostamos, melhor ainda.

    ResponderExcluir
  24. Oiiie
    Muito legal o texto, vocês escreve super bem e concordei com tudinho ahhaha muito bem achar um texto que nos identifiquemos

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Amei esse texto! Realmente me fez refletir sobre os talentos que tinha na infância, acabei perdendo a maioria no caminho... hahaha
    Mas o seu, nitidamente está aí! Escreve muito bem mesmo, parabéns!

    ResponderExcluir
  26. Oie, tudo bem? Aqui em casa também percebo o mesmo, minha irmã tem o talento para aproximar as pessoas, fazer amigos, o sorriso dela já é um convite aberto para amizade. Eu no entanto amo viajar pelas palavras, pelos sentimentos, acredito que escrever é deixar registrado nossos sentimentos, assim como fotografias. Parabéns pelo lindo texto. Beijos, Érika

    >> www.queroseralice.com.br <<

    ResponderExcluir
  27. Oee,
    Adorei o texto e me fez refletir bastante com as coisas que as pessoas dizem que nos temos talento e as vezes elas fazem aquilo só pra elogiar, ainda mais quando somos crianças e crescemos acreditando e no final não temos talento nenhum hehe.

    Étreintes!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Olá, que texto mais lindo! Eu concordo com isso de talento, é tão difícil perceber qual é o nosso talento, e isso que foi comentado no texto que se justifica um fruto do nosso trabalho como um talento, já é ridicularizado, concordo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  29. Ótima reflexão a da Cinthia. Realmente não é justo classificar um trabalho que a pessoa penou pra fazer como talento... acho que em profissões artísticas sofremos mais com isso... no teatro é assim também, todo mundo acha que as coisas saem do nada... como dizia um professor querido, teatro é 99% transpiração e 1% inspiração, mas ninguém percebe isso, claro. Acho que o essencial é mesmo reconhecer o que nos inspira e o que nos move, como ela disse. Adorei o texto!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  30. Quando fazemos o que amamos não consideramos aquilo perda de tempo e eu não fico magoada por alguém dizer que é talento, pelo contrário me sinto de certa forma elogiada mesmo que eu saiba que aquilo veio do meu esforço.
    Dedico o meu tempo a tudo que eu amo e por esse motivo sinto que tento fazer o meu melhor cada vez mais, mas como disse ali em cima não me importo que chamem de dom ou de talento, Isso vai do que cada um acredita e eu acredito que algumas pessoas nascem sim com talento para algo, ou seja, que em determinado momento da vida todos nós mostramos no que temos mais interesse e se vamos desenvolver a trabalhar isso só depende de nós.

    Beijos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  31. Oiiie
    Muito legal o post, adorei o texto e o tema que ele aborda, realmente me fez refletir, muito bom

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Ei, tudo bem?
    Adorei o texto, você escreve super bem! Parabéns ;)
    Eu nunca achei que tivesse um talento, e até agora ainda não encontrei o que eu sei fazer de melhor. Também acho arriscado falar para alguém que é talentoso, principalmente para crianças, pois elas podem se acomodar naquilo.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  33. Olá!
    Que texto lindo. Acho que todos têm talento só falta a pessoa ficar atento que logo irá descobrir.
    Parabéns
    Bjos

    ResponderExcluir
  34. Oii, tudo bem?
    Nossa, que texto lindo, nos faz pensar sobre o assunto realmente e ficar se perguntando se temos o talento que achamos ter.

    Beijos

    ResponderExcluir
  35. Amei esse texto e concordo com cada palavra.
    Minha vida mudou muito quando eu me permiti fazer o que gosto, quando encontrei o que realmente me fazia feliz!

    ResponderExcluir
  36. Oiiie !

    Amei o texto. Realmente quando ouvimos a palavra talento parece nos limitar de alguma maneira. Acho que o esforço pode nos levar ainda mais longe.

    Beijos

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma