Resenha - Apenas um Ano




14 janeiro 2016


Apenas um ano, de Gayle Forman, 350 páginas, Novo Conceito foi a leitura mais arrastada do ano.

Tendo recebido apenas o segundo livro da “Saga” de amor entre Allyson e Willem, a todo o momento me senti perdida no “relacionamento” dos dois.
Lendo a resenha de uma amiga sobre o primeiro livro, tive certeza que mesmo lendo o primeiro livro, este não me agradaria.
Não que seja um livro ruim, mas apenas sou capricorniana demais pra aceitar esse amor sem sentido nem motivo e tão sem fim.

"Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro.Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi,Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor."

Romances açucarados definitivamente não me agradam, e este não foi exceção. Sagas desnecessárias me agradam menos ainda, e esta também não se livrou do meu desagrado. Não vi nada na história que valesse fazer dela três livros, e o final deste é extremamente frustrante, forçoso, ao não fechar arco algum à espera de que o leitor compre o próximo volume. (Fiquei sabendo que o primeiro livro acaba da mesma forma. Pfff...)
Não é um final aberto, não é um final reflexivo, não é um final surpreendente e empolgante que nos leva ao próximo volume. É apenas algo inacabado, que frustra o leitor em busca de fazê-lo pagar mais por um final apropriado.
Vi muita gente pela internet dizendo que se apaixonou por Willem no volume narrado por Alysson. Mas o menino não é meu tipo, ao que parece. A cada página, dei por achá-lo cada vez mais burro, e me irritei demais com ele.
Talvez minha ressaca literária atual tenha aprofundado ainda mais meus problemas com este volume, mas mesmo sem ela eu não indicaria o livro pra pessoas com o gosto como o meu.

A quem ama amar, a quem idealiza, a quem acredita no amor de Julieta e Romeu, talvez valha a leitura. Eu aqui prefiro algo mais palpável, ou chutar logo o balde com fantasias nonsense.


15 comentários:

  1. kkkkkkkkk ainda bem que deixei a bomba pra tu, Mandy :P
    sério, eu curto romeu e Julieta mas passaria longe desse livro aê...
    adorei a resenha hahaha

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eita, Mandy, tem horas que agradeço por não ler os da NC, pq....

    ResponderExcluir
  3. Oi, Amanda! Tudo bem?
    Primeiro preciso dizer que amei seu blog! Não é fácil encontrar um blog que apresente temas tão voltados às mulheres e aos LGBTs, como encontrei no seu. Fiquei muito feliz com isso porque são temáticas muito importantes. Sobre a resenha, ri demais enquanto lia. Sua reação nervosa diante dos personagens é engraçadíssima! hahahahahaha Me identifiquei bastante com você, porque também não gosto de romances açucarados e com certeza não leria esse livro. Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  4. kkkk Adoro essas resenhas sinceras ♥ Eu queria muito ler esse livro, ainda não li o primeiro, mas também me interessei! Agora acho que já não tenho mais tanta vontade kkkk Vamos ver, se algum dia eu tiver a oportunidade, né? ☺

    ResponderExcluir
  5. Oiii, tudo bem? Eu ainda não li o primeira e nem este livro. Mas, li outros livros da Gayle e me agradei <3
    Beijinhos
    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu gosto muito dos livros da Gayle. É uma pena não ter agradado a você.

    Beijinhosss...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, adorei o blog e quero voltar aqui mais vezes agora que eu descobri. Eu adorei a sua resenha e eu acho que vale a pena (pra mim) fazer essa leitura porque mesmo lendo a resenha de outras pessoas parece que eu não me dou por convencido do que achar sobre um livro. Temos que fazer tudo por nós mesmos não é mesmo? Formadores de opinião <3 melhores pessoas. Coloquei seu blog nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir
  8. Olá; ainda não li nada da autora, mas se fosse escolher por qual livro começar a conhecer a escrita dela, acho que não começaria por esse, mas só lendo pra saber, né.

    ResponderExcluir
  9. Oi! Tudo bem?

    Eu nunca li nada da autora... E quando vi esses livros nem tive vontade de lê-los! Não sou capricorniana, mas sou filha de uma hahah então sei bem como você se sente, pois me sinto um pouco assim também. Para vc ter noção do quanto passo longe, nem ao filme eu assisti.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  10. Oie,

    Acredita que eu nunca li nada da autora hahah, um pena você não ter gostado da leitura, ás vezes a ressaca não colabora e você acaba odiando vários livros até achar um que valha a pena. Acho que mesmo eu sendo capricorniana iria gostar do livro, amo romances <3

    Bjs
    Mayla
    http://lendocomamay.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu li só um da Gayle Forman (Se eu ficar) e olha... não curti. Sem sal e sem açúcar. Mas romance meloso demais também não é para mim, então eu pulo esse também. O único da autora que tenho curiosidade é um que trata de suicídio. Vamos ver se melhora.

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  12. Vem cá me dar um abraço, amei a sua sinceridade, continue assim e não, não me interessei pelo livro.
    odiariodoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu tenho apenas o primeiro livro e fiquei com medo dele agora hahahaha! Também não curto romances forçados demais.
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oie
    hahaha adorei a resenha, parece ser uma ótima leitura pois eu adoro a autora desde que li Se eu ficar, muito boa a escrita dela

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie. Nossa, eu já não vou muito com a cara de romances e ainda é arrastado rsrs
    Não curto esse tipo de leitura. Mas vem cá, adorei sua sinceridade com a obra. Simples e direta rs
    Beijos
    Academia Literária DF

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma