Resenha - Adorável Cretino




04 março 2016




Adorável Cretino, de Camila Ferreira, 400 páginas, Editora Universo dos Livros tinha tudo pra agradar, mas acabou deixando um pouco a desejar.
Jason Hoffman é um homem rico e muito bonito, que usa toda a sua beleza e fortuna para ter noites e mais noites com várias mulheres, afinal um cretino que se prese sempre tem uma mulher ao seu lado. Ele é empresário do ramo hoteleiro em Las Vegas e numa determinada noite, quando já estava saindo de uma festa, avistou uma mulher linda, loira e com um corpo espetacular e após uma tentativa frustrada de leva-la pra cama, se vê pensando naquela mulher que o dispensou de uma maneira que ele não esperava. O que Jason não podia esperar é Hellen Jayne, a mulher que ousou lhe rejeitar, seria uma das novas estagiarias do hotel e agora ambos estão com seu caminhos entrelaçados.

Adorável Cretino não é exatamente um hot do tipo que estou acostumada a ler, de característica notamos apenas o vocabulário meio esdruxulo que geralmente vemos nesse tipo de leitura, mas cenas de sexo não tem exatamente uma narrativa como em outros livros do gênero, ao meu ver ele está mais para um romance meio ‘caliente’ do que um hot propriamente dito.
A história vai trazer personagens engraçados e uma narrativa bem envolvente, um romance onde os personagens estão quase sempre em conflito interno e a espera de que o outro saiba o que fazer ou que o outro dê o passo primeiro, também podemos acompanhar momentos em que a relação entra em seus altos e baixos e ambos precisam pôr os pés no chão e pesar as consequências daquilo. E isso ao meu ver, torna a história bem mais real e crível. Apesar de ter gostado do livro de um modo geral, os personagens me incomodavam muito, Jason tem uma características bem estereotipada de um canalha e foi realmente desnecessário ler a forma como ele descreve as mulheres, seu “costume” em vê-las apenas como objeto, uma pessoa para aliviar os seus desejos por sexo, e convenhamos que na história ele é o que podemos chamar de menos cafajeste, porque outros personagem conseguem ser ainda piores no quesito falta de respeito a mulher.

No mais, o livro é relativamente bom, não sei se leria de novo por causa dos personagens, sei que é um história, um personagem e que existem muitos Jason por aí, mas realmente achei bem desnecessário essa forma de construção do personagem e ainda tento entender como muitas mulheres conseguiram gostar do personagem, eu o classifico como 3/5 porque apesar dos pesares e tirando esse fato, a história ainda consegue cumprir o seu papel de entreter e prender o leitor.


8 comentários:

  1. Oiii, tudo bem?
    Eu não sei se leria este livro, a capa não me agradou e nem o título, claro que não deve se julgar pela capa. Porém, a história não foi tudo aquilo não, gostei muito da sinceridade guria.
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Com toda a certeza posso dizer que não leria esse livro. Acho que muitos desses livros mais sensuais, digamos, favorecem muito o machismo e apresentam homens que tratam mulheres como lixo e mulheres que se submetem e até começam agostar desse tipo de cara. Sei lá, meio demais pra mim.

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu achava que esse livro era mais um daquele da série dos cretinos, sabe? Pela sua resenha, descobri que não é, rsrs. Acho que só lendo pra ter uma opinião sobre ele.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Eu acompanhei essa obra quando a autora ainda publicava no Wattpad. Curti bastante a leitura, achei as teorias do Jason muito engraçadas. No entanto, algumas atitudes dele me levaram a querer estrangulá-lo. A autora é super simpática e fiquei feliz com essa conquista.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá! Olha não sei se é um livro que leria,não faz bem meu estilo e definitivamente a capa não me agrada. Gostei muito da honestidade da sua resenha. Mesmo assim, é provável que eu indique pra umas amigas que curtem mais o gênero.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que esse livro só não ia ser uma boa leitura pra mim por causa do vocabulário. Honestamente. Eu não me importo em ler livros com esse tipo de enredo, mas essas palavras de baixo calão me incomodam demais!

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Eu tenho esse livro aqui, ganhei ele e nunca li! Acho que pelo título ser muito parecido com a série dos Cretinos Irresistíveis lá sabe, rs... Não consegui ter vontade de ler ele até hoje!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  8. Oie tudo bem, não conhecia esse livro ainda, fiquei maios ou menos atraída em ler, mesmo enredo sendo mais puxado para o caliente. Os personagens deveriam ter sido mais trabalhados para deixar a leitura mais engrenada. Mas até que leria se tivesse a oportunidade. Bjkas

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma