Resenha – O espírito do xamã




03 março 2014



Quando eu vi este livro, fiquei louca. Sou apaixonada pelo xamanismo. Em O espírito do xamã, Mike Williams, Editora Alaúde, 176 páginas, é uma obra-prima. Além de estar na minha cabeceira de perfeitos-clássicos-prasempre! Esse é o tipo de livro que não empresto! É todo meu!

Os xamãs são pessoas visionárias, que têm a habilidade de se conectar à natureza, viajar ao mundo dos espíritos e tratar a si e aos outros.O espírito do xamã mostra como você pode obter os benefícios curativos e revigorantes da prática xamanista. Embarque nessa jornada para conhecer os poderes usados por xamãs de diversas culturas do mundo todo – da Sibéria à floresta Amazônica –, e aprenda rituais que vão deixá-lo em sintonia com a natureza e aflorar todos os seus poderes interiores. Abra a sua mente e boa viagem.

O autor soube abordar com muita propriedade alguns conceitos históricos sem entrar necessariamente em grandes conflitos. Ele traz momentos marcantes e conceitos que agregam ao iniciante no xamanismo. Com três elementos básicos: magia, filosofia e espiritualidade o autor vai explicando ateia que desvela a nossa harmonia com a natureza quando estamos dispostos a trabalhar esses três elementos básicos!

Apesar de pouco conhecido, o xamanismo é uma prática espiritual antiga que trabalha o autor conhecimento e o equilíbrio; coisa que nem sempre é fácil. Porém quando nosso espírito está em equilíbrio, o mundo ao nosso redor é mais resiliente.

Para ser mais detalhista, Mike divide o livro em: Locais; Animais; Plantas; Rituais e Espíritos. E lendo cada capítulo, sentia vontade de ser uma alquimista; uma velha; uma loba; uma sábia etc. cada trecho do livro é um pedaço do homem que vai se revelando, mas que está lá, guardado ou escondido por uma sociedade fundamentalista.

Recebi o livro ano passado para resenha, mas fiz tantas reflexões que só agora consegui fazer a resenha. Confesso que minha vontade e de ler tudo novamente e continuar pensando e me encontrando em mim. Não pense que isso aqui é autoajuda; nem que é um livro sobre religião.

Sugiro que compre e leia sem rótulos, alias, sinta cada palavra nas suas entranhas e narinas. Respire, beba, coma e viva este sentimento xamanico na sua vida!


Uma prática de amor não é uma leitura simples, pois de tão simples, nos vira de ponta cabeça! Outro ponto para editora é a diagramação e revisão. Tem nota 1 bilhão para isso? Gente, a folha, o tamanho do livro, está tudo tão meticulosamente perfeito! Tenho mais nem o que dizer... 

2 comentários:

  1. Não faz o meu gênero de leitura, mas gostei bastante da sua resenha mega interrssante. Parabens

    ResponderExcluir
  2. não gostei , embora a resenha esteja interessante é o tipo de leitura que me desagrada

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma