Resenha – O livro das Semelhanças




08 março 2017



Eventualmente, faço postagens no facebook pedindo indicação de leitura, e foi assim que conheci O Livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques, Companhia das Letras, 108 páginas. A pessoa que o indicou disse ser essa 'a melhor poeta da atualidade', não titubeei, no mesmo dia, comprei o livro. Devo concordar, pois Ana Martins Marques foi um presente.

Sinopse: O livro das semelhanças, obra de uma das mais aclamadas poetas brasileiras contemporâneas, é um acontecimento raro em nossa cena literária A mineira Ana Martins Marques se mostra, em seu terceiro livro, como um dos grandes valores da poesia brasileira. Seus versos comunicam e são certeiros, a nota lírica vem sempre acompanhada de uma visão irônica — e delicada — da realidade. Dividido em quatro seções, O livro das semelhanças desperta o leitor para o prazer iluminador e sensível de uma voz forte e original. Do amor à percepção de que há um espaço para o lugar-comum, do entendimento da precariedade do nosso tempo à graça proporcionada pela memória: eis uma poeta que nos fala diretamente. Ou, como diz em um de seus versos: “Ainda que não te fossem dedicadas / todas as palavras nos livros / pareciam escritas para você”.”

No livro há uma pluralidade psíquica, filosófica e existencial que causa empatia e que conduz o eu e o outro à ampliação da consciência. As palavras que brotam do lugar comum ou de coisas semelhantes podem ser tanto o processo de homeostase ou simplesmente um processo de canalização e transformação, o que, por vezes, perturba. Como no 'Último Poema':

Agora deixa o livro
Volta os olhos
Para a janela
A cidade
A rua
O cão
O corpo mais próximo
Tuas próprias mãos:
Aí também
Se lê.

Pois é, ler o que está fora, ler o que está dentro. Apesar de poético, lírico e doce, transferimos do verbo para a própria existência: emoção, calor, tensão, tesão, agruras, pois, quando lemos a nós e ao externo, nasce uma nova linguagem que é mais experimentada, de poucas regras, mágica, mas que não necessariamente controlamos, limitamos. Dessa forma, símbolos são gerados. Tão bem retratados em ‘Coleções’

“Colecionamos objetos
Mas não o espaço
Entre os objetos

Fotos
Mas não o tempo
Entre as fotos

Selos
Mas não
Viagens

Lepidópteros
Mas não
Seu voo

Garrafas
Mas não
A memória da sede

Discos
Mas nunca
O pequeno intervalo de silêncio
Entre duas canções.”

O homem objetifica, mas não sente. Cria os mecanismos de guardar memórias, mas esquece das emoções. Trabalha, produz e morre deixando de herança a história sem espaços, tempo, viagens, voos, memórias, silêncios. Seguimos o curso das coisas ao nos depararmos com o pesadelo de ‘Ícaro’

“Quando Ícaro
Caiu
No mar
A sereia que
Primeiro
O encontrou
Amou nele
O pássaro
Ele amou nela
O peixe

Os restos de suas asas
Desfeitas
Foram dar na praia
Entre embalagens
De plástico preservativos
Garrafas vazias latas
De cerveja.”

As asas de Ícaro são o símbolo da engenhosidade humana, o homem aprende a voar, no entanto, a necessidade de dominar a natureza faz com que as asas não resistam ao calor do sol e Ícaro cai no mar, no inconsciente, no mais profundo da psique humana. Na superfície, nos deparamos com o infortúnio de nossas habilidades, ou, talvez, de nossa irresponsabilidade.


A partir de uma visão sistêmica, O Livro das Semelhanças pulsa o primitivo por meio de movimentos onde o verbo está ligado a uma experiência estética que coloca o homem e a realidade num exercício físico de corpo, alma e self

36 comentários:

  1. Olá!
    Esse livro me parece ser muito bom. Todo esse misto de emoções somado a realidade é bem interessante.
    Adorei suas considerações pois não conhecia esse autor e livro. É muito quando pegamos indicações e no final da leitura ficar aquela sesensação de que valeu a pena.

    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  2. É sempre bom quando somos presenteados com dicas ricas e envolventes, você mesmo já fez isso comigo, tanto por obra quanto por vídeo e me fez conhecer pessoas incríveis, esse livro me despertou o interesse principalmente pelo título e já pretendo ler.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  3. Que dica de leitura maravilhosa! Achei a proposta do livro muito interessante e pelos trechos que você colocou na resenha eu achei muito bem escrito, com uma intensidade nas palavras que é muito bom de se ler.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro além de ser lindo e encantador parece ser profundo o que deve nos tirar da zona de conforto e aguçar nossa percepção. Eu não conhecia mas pelas duas poesia que foi colocada fico imaginando o quanto mais vou poder esperar. Vou procurar para comprar!

    ResponderExcluir
  5. Confesso que esse é um dos poucos blogs que trazem poesias tão encantadoras quanto essa. Adoro de verdade.<3

    ResponderExcluir
  6. Adorei a dica de leitura! a proposta do livro é interessante e já vai entrar para minha lista dos que tenho que ler rs! resenha muito bem feita! beijoos

    Eu amoooooooo esssa série, uma das melhores na minha opinão! adorei o post! muito bem feito! parabéns viu?
    beijoos

    https://aloucadoslivrosoficial.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá, obrigada pela dica de livro! Ainda não o conhecia, mas pela sua resenha e pelas citações , me parece uma bela obra poética que merece a leitura.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Essas pequenas doses aqui postadas foram suficientes para eu me interessar.
    É singular e forte e eu adoro.
    Essa dica está muito mais que anotada!

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Gostei bastante dos trechos que você mostrou na resenha. Uma ótima dica de leitura!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Não sou muito fã de poesias e poemas, mas adorei os trechos que trouxe para o seu post, dica de leitura anotada!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Oii
    Não sou o que se pode chamar de leitora de poemas, então passo a dica hoje. Mas vou indicar para a Ana que é minha parceira de blog e que adora o gênero.

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  12. Olá, faz tempo que não pego um livro de poesias para ler. Adorei conhecer o trabalho dessa escritora, valeu a dica que você recebeu. Adorei o poema Ícaro!!! Bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá !!! Tão bom quando recebemos uma indicação de leitura e nos identificamos.
    O livro parece ser realmente interessante e aborda temas que nos fazem refletir.
    Muito boa sua resenha, bjo

    ResponderExcluir
  14. Oiiie!

    Você sempre traz dicas tão bacanas! Preciso ler mais poesia! Adorei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    Não conhecia essa autora, nem o livro, e confesso que, apesar de gostar de uma poesia aqui e ali, não curto livros de poemas. o.o

    Mas, gosto de livros que me fazem refletir, o que me parece o caso. Pela primeira vez, fiquei indecisa sobre um livro me atiçar ou não. rs

    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bom?
    Adorei sua opinião a respeito, gosto do seu blog pois você apresenta umas dicas super bacanas de livros eu preciso conhecer urgentemente este ano. A capa dele é muito bonita, gosto bastante de ler poesias, porém infelizmente li poucas até hoje, espero mudar logo! E ah, vou conferir se acho este livro em promoção!

    Beijos,
    Lu - http://justificou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    É tão bom quando alguém indica um livro e a gente gosta da leitura né? Eu adoro receber sugestões de livros, sempre vou atrás para saber mais e ler.
    Eu confesso que tenho um problema com poemas, pois não é um gênero que tenho o costume de ler. Acho que só li aqueles que foram indicados na época do vestibular mesmo :/
    No entanto, sua resenha ficou tão linda e sensível, que me deu vontade de ler esse livro e conhecer o trabalho da autora. Adorei a dica!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?
    Parece ser uma obra poética riquíssima, fiquei interessada. Não leio poesias com tanta frequência, mas preciso mudar isso com urgência. Não conhecia a autora e adorei ter o contato com os trechos selecionados em sua resenha. Já adicionei o livro a minha listinha de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Lilian, não gosto muito de ler poesia.
    Mas gosto de ler sobre pessoas que gostam.
    Que bom que o livro foi tão bom assim para você.
    Realmente são poesias muito bonitas.

    ResponderExcluir
  20. Que peso esta indicação hein? A melhor da atualidade. Que bom que a afirmação se mostrou verdadeira e que você tenha gostado tanto do livro. Aliás, Lilian, ler suas resenhas já é por si mesmo um texto poético.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Olá, adoro poesia e não conhecia essa obra...parece ser fantástica.

    Adorei a dica.

    Abraços

    ResponderExcluir
  22. Olá..
    é minha primeira vez aqui no seu blog e já adorei.
    Não sei quando foi a ultima vez que li um livro de poesia, e não conhecia esse ainda, sua resenha me deixou bem curiosa, vou anotar a dica com toda certeza, acho que vou curtir, sua resenha ficou bem explicativa, bem estruturada e você escreve mega bem. Acho bacana pegar indicações no face, são tantas pessoas que conhecem tantos livros né.

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem Lilian? Não costumo ler poesias mas esses <3 nossa, estou falando do fundo do coração, eu realmente gostei muito. Ainda não conhecia a autora, e com certeza dedicaria uma parte do meu tempo para ler outras dela! Adorei!
    Beijos!
    Meu Livro Fantástico | Facebook

    ResponderExcluir
  24. Oi tudo bem? ainda não conhecia a autora, mas com tantos elogios não tem como não querer ler seus contos, com certeza irei procurar adquirir!

    Bjs jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bem? Não conhecia a autora nem a obra, mas depois de ler tanta coisa boa, fiquei bem interessada. Os poemas são lindos! Dica mais que anotada!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Olá, adoro poesias e essas que brincam com palavras então acho lindo, apenas palavras formam textos, transmitem sentimentos... Amei as que você transcreveu, vou procurar saber mais sobre a autora...Bjs

    ResponderExcluir
  27. Na faculdade ouvi o termo self algumas vezes, nunca compreendi exatamente o significado e funcionamento, mas acho que entendi o que você quis passar na resenha e o que o livro transmite ao leitor, fiquei curiosa em ler essa obra que foi escrita pela ''maior poeta da atualidade''.

    ResponderExcluir
  28. Oie tudo bem? Eu lia muita poesia quando amais nova, hoje já perdi o costume. Mas valeu a dica, vou ler assim que puder.

    ResponderExcluir
  29. Estou encantado.
    Fico admirado pela forma como muitos tratam a poesia, assim como você, como algo maravilhoso. Admito ter um encantamento quando vejo mas meu gosto próprio ainda não está formado.

    ResponderExcluir
  30. Que bom que acertou nessa dica, é prazeroso quando acontece isso! Não conhecia a obra, mas me parece ser bem interessante. Apesar de não ler o gênero frequentemente, daria uma chance para O Livro das semelhanças!

    ResponderExcluir
  31. olá
    fiquei encantada com a obra agora me deu vontade de ler , ainda não conhecia mas fiquei encantada com ela darei uma chance futuramente dica anotada....

    Bjsss

    ResponderExcluir
  32. Olá!

    Nossa, me deliciei com as citações trazidas.

    Não conhecia a obra e fiquei encantada com suas considerações: "Pois é, ler o que está fora, ler o que está dentro. Apesar de poético, lírico e doce, transferimos do verbo para a própria existência: emoção, calor, tensão, tesão, agruras, pois, quando lemos a nós e ao externo, nasce uma nova linguagem que é mais experimentada, de poucas regras, mágica, mas que não necessariamente controlamos, limitamos."

    Dica totalmente anotada (: Abraços!

    ResponderExcluir
  33. Olá, tudo bem?
    Tenho uma mente mais "concreta", por isso, apesar de adorar poesias, são poucas que me fazem viajar. Mas, poesias que filosofam sobre a existencialidade são a minha cara haha gostei muito da primeira transcrita! Já anotei a dica aqui. Beijos <3

    ResponderExcluir
  34. Eu queria mesmo conseguir encarar um livro de poesia sem medo. Alguns eu até consigo, outros eu fico sempre com o pé atrás. Vou anotar essa sua dica e tentar novamente.

    ResponderExcluir
  35. Oi, gosto muito de poesias.
    Acredito que a alma tem que ser de extrema sensibilidade, tanto para quem escreve quanto para quem recebe tal delicadeza.
    Gostei bastante da obra indicada e principalmente dos trechos destacados.
    "O Livro das Semelhanças" entrou para minha lista! Agradecida!

    ResponderExcluir
  36. Olá!
    Confesso que não curto poesia. Mas gosto de conhecer livros novos e essa dica foi muito boa. Quem sabe eu consiga me conectar com a escrita da autora e possa gostar de poesia.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma