Header Ads

Resenha - Três Coisas Sobre Você




Li Três Coisas Sobre Você, de Julie Buxbaum, Editora Arqueiro, em dois dias, mas foi necessário mais uma semana para que eu tivesse condições de fazer a resenha, pois meu sistema nervoso estava em um frenesi só. Foram muitas emoções deliciosas regadas a muita cafeína e inspirações cumulus- cirrus, que não paravam de cair sobre minha cabeça.

Sinopse: Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante. ’

Ethan - O Batman, com seus superpoderes de fazer qualquer leitora se apaixonar pela leveza e docice do personagem com suas olheiras, seus cabelos desgrenhados e dois belos olhos azuis. Assim é um dos principais personagens que vai deixar Jessier entre a realidade desse Batman ou a virtualidade de um amigo que tem ajudado-a a sobreviver numa escola, onde a aparência é algo imprescindível. O botox é o carro-chefe. Uma escola de ricos. Coisa que ela não é.



Vindo da Califórnia para Los Angeles, após perder sua mãe para uma doença cruel e ter que lidar com uma nova estrutura familiar, onde se abordará a homoafetividade, drogas, morte, adolescência, família, Jessier se ver perdida e numa tentativa de se agarrar a qualquer coisa que a faça continuar pensando na vida como algo bom e divertido.

O livro inicia-se com uma mensagem na caixa postal virtual da Jessier, que não é a frase a seguir, mas bem que poderia ser. Olá! Sou uma colunista do blogger poesia na alma, e cuidado, você corre o risco de ler esse livro várias vezes em um curto espaço de tempo e se apaixonar perdidamente e achadamente por ele.

Frase para deixá-los com saliva nos beijos: "(...) e só consigo pensar em quanto quero beijá-lo: os olhos, as mãos também. Ele é inteiro. As suas partes danificadas. Ele é inteiro."


 Resenha por Magali Polida

Sobre mim? O céu. Mesmo quando poluído. Enquanto os pulmões das aves aguentarem, também permanecerei esperançosa de um dia olhar para o céu sem ter os olhos irritados e o coração aflito.

Escritora, poetisa, pedagoga, artista plástica, poetriz, artesã e meus interesses pessoais são público desde o meu nascimento, em 1981, na cidade de São Paulo. Moro em Pernambuco e considero-me cidade pernambucana. Autora do livro A menina do panapaná e Bichomemulher.

9 comentários:

  1. Oiii Magali, como vai?
    Menina eu tenho tanta vontade em realizar a leitura desse livro que você nem imagina, percebi o quanto tu gostastes no início já da resenha e leria só por esse fato <3 gostei de tanta sinceridade <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Que história cheia de sentimentos! Amo livros que retratem pelo menos um pouco os dramas familiares e conflitos que aparecem nas relações.
    Esse livro deve ser muito bom.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. ah, deve ser uma leitura bacana, Maga. Só de ver teu entusiasmo já fiquei curiosa :D
    se eu tiver oportunidade, darei uma lida...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Tenho muita vontade de ler a obra.
    Já vi várias críticas positivas acerca dela e sua resenha só me deixou com um gostinho de quero mais.
    A trama transborda sentimentos e trata de problemáticas familiares de uma forma bem interessante.
    Parece ser uma leitura incrível.

    leitoradescontrolada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie
    também li o livro e super adorei essa capa e o livro em geral, tem uma pegada bem gostosa e leve e ao mesmo tempo com temas sérios, foi muito bom

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Magali,
    Quero muito ler esse livro, só falta encontrar a oportunidade. Todos os sentimentos e os conflitos existentes na trama me chamam a atenção, e as ótimas opiniões que tenho visto sobre o livros, só aumenta a vontade. Adorei!
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem? Já li várias resenhas sobre esse livro e todos estão elogiando bastante. Pela sinopse já sentimos uma certa curiosidade sobre o que irá acontecer no decorrer da história. Imagino o quanto deve ter afetado você essa leitura. O post foi muito bem escrito. O livro já está na minha lista. Beijos, Érika ^-^

    ResponderExcluir
  8. Oi!!
    OMG, esse livro será minha próxima leitura e já estou prevendo que vou adorar. A tua resenha me deixou mais empolgada ainda para começar logo essa leitura.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Oiiii!
    Não conhecia o livro e achei bem interessante a história com o que li em sua resenha.
    Chamou minha atenção, principalmente pela sua empolgação com a história kkk
    Beijos

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma