Resenha – Cinema e Psicanálise




20 julho 2015


 “A imaginação criadora e o trabalho para mim andam de mãos dadas; não retiro prazer de nenhuma outra coisa.”  Sigmund Freud
            Junte dois temas sedutores e completamente irresistíveis, como a Psicanálise e o Cinema, “insulte” mais de uma dezena dos melhores e mais competentes pensadores de cada uma dessas áreas e os desafie a discutir o que existe em comum entre as duas, em quais pontos se completam, se afastam e como funcionam e temos a coleção Psicanálise e Cinema, de Christian Ingo Lenz e Ana Lucilia Rodrigues, editora nVersos. Cinco pequenos livros com grande conteúdo e profundidade.


            Comecei a ler a coleção Cinema e Psicanálise, como todo bom neurótico – obsessivo, pelo volume 1 e, a princípio, me pareceu de difícil leitura e destinada apenas para os profissionais da área Psi ou do cinema, inclusive o volume se ocupa, em grande parte, das construções técnicas sobre a produção dos filmes e comerciais, não que isso seja ruim, mas achei talvez por ser mais específico (técnico) e tratar do surgimento do desejo (tema extremamente profundo), um tanto quanto monótono. Entretanto ao avançar na exploração dos volumes subsequentes, notei que a coleção ganhou um ritmo mais dinâmico e agradável à leitura e compreensão não só para Psi’s e para as pessoas ligadas às Ciências Humanas, mas para todos que gostam de cinema e têm curiosidade sobre a psicanálise.
            Anteriormente à leitura pensamos (eu e o blog) em construir resenhas individuais, cada volume teria sua própria análise, porém após a leitura terminada percebemos que o ideal seria resenhar a coleção como a obra única e complementar que é. Embora possa ser lida fragmentada, fica bem mais atraente, e perfeitamente completa, quando lemos os cinco livros, inclusive na ordem sugerida pela edição – como eu obsessivamente fiz. Os volumes seguem a seguinte ordem: Volume 1 – A Criação Do Desejo; Volume 2 – A Realidade E O Real: Verdade Em Estrutura De Ficção; Volume 3 – Filmes Que Curam; Volume 4 – Montagem E Interpretação; Volume 5 – História,Gênero E Sexualidade.

Cinema e Psicanálise Vol. 1 - O primeiro volume da coleção "Cinema e Psicanálise" trata as relações entre a formação do desejo e a função simbólica da imagem. Assim como o diretor edita, manipula e recorta diversos takes para, por fim, dar forma a um filme, o paciente também realiza um trabalho de edição, construindo suas próprias narrativas durante sessões de psicanálise. Partindo desta analogia, Christian Dunker e Ana Lucilia Rodrigues organizaram a Coleção Cinema e Psicanálise.
Cinema e Psicanálise Vol. 2Cinema E Psicanálise - O tema norteador do segundo volume da coleção "Cinema e Psicanálise", organizado por Christian Dunker e Ana Lucilia Rodrigues, A Realidade e o Real: Verdade em Estrutura de Ficção é instigante ao realçar elementos centrais para o cinema e para a experiência psicanalítica. Ambos questionam a realidade como ponto de partida e de base para estruturar a experiência e revelam o seu caráter constitutivo e alienante, baseado nos processos ideológicos de seu tempo.
O terceiro volume da coleção Cinema e Psicanálise aborda os filmes que curam: o tratamento fílmico do trauma e da violência. Assim como o diretor edita, manipula e recorta diversos takes para, por fim, dar forma a um filme, o paciente também realiza um trabalho de edição, construindo suas próprias narrativas durante sessões de psicanálise. Partindo desta analogia, Christian Dunker e Ana Lucilia Rodrigues organizaram a Coleção Cinema e Psicanálise.
O volume 4 da coleção Cinema e Psicanálise retrata a escrita do roteiro e a montagem da fantasia aos olhos de diversos pensadores que refletem sobre a sétima arte, ao mesmo tempo em que faz da psicanálise o instrumento para que essa reflexão sobre o cinema ocorra. Você, leitor, vai encontrar uma série de artigos que interessam não só aos pensadores de nossa época, mas também aos amantes do mundo fascinante da arte cinematográfica, aos roteiristas, atores, atrizes e profissionais de Cinema, aos estudantes de Cinema, Artes, humanidades, Psicologia, Psicanálise, Psiquiatria e áreas afins, e aos eternos sonhadores.
No volume 5 da coleção Cinema e Psicanálise são pontuados alguns momentos cruciais para a invenção de certo modelo de feminilidade no cinema, dependente do sistema de estrelas, cuja imago fundamental talvez tenha sido Marilyn Monroe, que teve uma imensa relação biográfica com a psicanálise. O cinema americano da década de 1970, com seu suspiro crítico, talvez possa ser entendido como um refluxo da integração simbólica entre essa imagem de mulher e a família-tipo da qual ela poderia ser deduzida. Seria este mais um caso que aproxima as bifurcações que marcam a história da psicanálise das encruzilhadas críticas da cultura no século XX. A contracultura e o rock dos anos 1960, a chanchada dos anos 1970, o documentário dos anos 2000, bem como as novas tecnologias de disseminação da psicanálise nos blogs e na Publicidade são casos desta relação tensa entre os gêneros de cinema e os gêneros no cinema.


            Para concluir gostaria de destacar o esmero na confecção dos livretos e o cuidado com as informações encartando erratas onde se fazia necessário e em utilizar cores e capas diferentes em cada volume, só achei ruim o rodapé na cor verde, tive dificuldades para ler (de novo o Volume 1, acho que vou levar essa questão para a minha análise pessoal rsrs). Além disso, a coleção é rica em referências bibliográficas e, o que achei muito legal, mais de cento e setenta referências fílmicas.
            Então prepare a pipoca, se estique no divã e bom filme, quer dizer, boa leitura.

           " (...) o papel do psicanalista não é somente preencher a dupla função de: (1) ser uma tela sobre a qual o paciente projeta suas fantasias e (2) o instrumento incolor da técnica interpretativa, mas que sua personalidade e seus motivos trazem uma contribuição significativa para o processo terapêutico”. 


21 comentários:

  1. Tenho uma amiga que ama livros assim, porém nunca me interessei pelos mesmos, acho que é pelo fato de não ser o meu gênero favorito, na leitura eu nunca consigo sair da minha zona de conforto :P
    Vou indicar à ela, ótima resenha!

    www.bdeblinda.com

    ResponderExcluir
  2. oi ^^
    a premissa do livro é deveras interessante, visto que eu não conhecia e já estou quase obsessiva pra ler ashuashus sou dessas.
    gostei das capas e o lance do rodapé ser colorido vai me matar pq sou meio ceguinha xp
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  3. Oi, Leonardo. Eu achei a proposta dos livros muito interessante e fiquei com bastante vontade de ler. A única coisa que me intimida é a linguagem mais técnica que você citou no começo da resenha, mas bom saber que aos poucos o leitor 'se acostuma' e consegue acompanhar a linha de raciocínio. Acho que, com atenção, a leitura se torna muito proveitosa. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu achei muito interessante o assunto que aborda nos livros, porém não é algo que chame minha atenção ou seria algo que eu leria, não por enquanto pelo menos, mas quem sabe um dia eu dou uma chance e vejo o que acho, e parabéns pela sua resenha, está ótima!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa que interessante essa coleção , fiquei com vontade de ler ..
    http://eesmaltecia.blogspot.com.br/.

    ResponderExcluir
  6. Oiiie
    Acho que para quem gosta da area deve ser mega incrível, mas para mim realmente não consigo ficar curiosa para ler.
    Mas adorei saber de cada um, um pouquinho :D
    Ótima resenha

    ResponderExcluir
  7. Oie Leonardo!
    Caramba, acho que essa coleção não é pra mim. Não sou muito ligada a esses temas, apesar de serem temas muito interessantes! Não é algo que eu leria para me distrair, acho que, na verdade, ficaria muito preocupada com o tema!!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que interessante! Eu já pensei em fazer psicologia, mas troquei por história (magistério falou mais alto haha) e é um assunto que até hoje me interesso demais. Só não leio agora porque comprar cinco livros agora está meio fora de cogitação rsrs.
    Bjs ,Isabella
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Intercessões interessantes: cinema e psicanálise. Eu já mais pensaria que as duas tem relações tão próximas. Mas lendo do que trata o livro, pelo o que você pontou, vejo que faz todo sentido. A realidade nada mais é do que recordes que fazemos ao longo da viva.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olaa
    Os livros tem uma proposta diferente e interessante então fiquei bem curiosa, espero poder ler em breve e gostar da dica.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  11. Leonardo, que temática mais diferente em mesclar cinema e psicanálise.
    Gostei da iniciativa da nVersos.
    Acho que meu cunhado iria adorar, ele é fascinado pela área.
    Vou indicar para ele. Valeu pela dica.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Não conhecia essa coleção de livros, que interessante!
    Confesso que me interesso pelo tema Cinema, mas não pela psicanálise hahaha
    Talvez eu faça a leitura quando tiver mais tempo.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  13. Achei essa coleção interessante, e assim como a Jess, me interesso por cinema, mas não psicanálise. rsrs Mas é uma leitura incrível, pelo que percebi, para quem curte!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. É um tema interessante de se ler, mas não acho que essa seja uma leitura pra mim. O que eu mais gosto nesse blog é a quantidade de temas diferentes que conseguimos encontrar, mas realmente essa leitura em particular não é algo que me interesse tanto para uma leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Preciso desse material pra ontem! Como a Debora falou aqui em cima, eu também gosto muito disso de você sempre trazer coisas novas, diferentes! Você abre o meu horizonte relacionado a leitura! Parabéns pelo trabalho <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  16. Olá Leonardo,

    Não conhecia a obra e apesar de achar bem interessante acho que esses livros teriam públicos específicos....abraço.

    www.devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    São livros que parecem ser bem interessantes e devem ampliar muito os horizontes. Vou procurar saber mais sobre eles :D

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Leonardo...
    Cara que livros interessantes, não os conhecia, mas achei muito legal a ideia e o assunto desta coleção, mesmo não sendo o meu estilo de leitura.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  19. Oi Lilian, sua linda, tudo bem
    De todos os volumes, eu me interessei pelo que fala sobre os filmes que curam. A analogia foi perfeita, nunca pensei sobre isso antes. Pelo tema e a forma como foi tratado, parece mais aqueles artigos super interessantes de revistas. Mas confesso que não compraria, mas se estivesse em um consultório médico e eles estivessem lá para distrair os pacientes, aí sim, risos....
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Fiz uma cadeira de psicologia nesse semestre e já fiquei cansada só de começar a ler a resenha, desculpa, não é você, eu juro! HAHAHA Mas tenho uma amiga que vai adorar o tema! Vou indicar para ela!

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
  21. Olá.
    Tudo bom?
    Mesmo achando tudo bem interessante, não leria, pois não faz meu gênero literário, infelizmente.
    Gostei das suas considerações.
    Beijos

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma