Resenha – Teus Pés Toco na Sombra e Outros Poemas Inéditos




21 agosto 2015

Em Teus Pés Toco na Sombra e Outros Poemas Inéditos, Editora Jorge Olympo, Pablo Neruda é mar que transforma poesia. A perfeita junção de cores, matéria e sonoridade em forma de poemas. Reverberação do afetivo com a força das ondas.


Teus Pés Toco na Sombra e Outros Poemas Inéditos - Um dos maiores acontecimentos da Literatura nos últimos 30 anos, Teus pés toco na sombra reúne 21 poemas inéditos, encontrados recentemente nos arquivos de Pablo Neruda. Datilografados ou escritos à mão em cardápios ou prospectos de companhias aéreas, os poemas neste livro são um precioso acréscimo à obra completa do autor, pois foram escritos por um período de três décadas, tocam todos os temas centrais de sua poesia e vão do poema curto até outros de grande fôlego e extensão. O poeta e diplomata chileno Pablo Neruda é, sem dúvida, uma das mais altas vozes da poesia de todos os tempos. Prêmio Nobel de Literatura, já foi traduzido para dezenas de idiomas no mundo inteiro e é presença garantida em qualquer lista das maiores personalidades literárias do século XX.”

O poeta chileno, além de engajado político, deixou escritos arrastados pela sutileza e lírica. Sua resiliência em dançar pelo mundo real, brinda o leitor com uma vasta obra que transita em viés de quem caminha solitário rente ao mar numa tarde de domingo a de quem participa de um fervoroso protesto político.




Dessa forma, sua poeticidade assume o compromisso tal qual ‘O mito das cavernas’ da alma e da política. Seu diálogo junto ao leitor anuncia pássaros que abriram as gaiolas. Neruda é para todas as idades, e, em seu novo livro, além de poemas inéditos, também sabemos como cada um foi encontrado e o período.  
Saber mais e mais, ler mais e mais sobre Neruda, para mim, nunca será maçante ou enfadonho. Recebi esse livro em parceria como uma grata surpresa. Na medida que foleava a obra e senti cada palavra, como que degusta um excelente vinho, senti meus pulmões renovados.

Não se impeça, por imposições sociais, de conhecer o que melhor a poesia pode oferecer. Poesia nada mais é quando a liberdade abre a porta à vida... 

16 comentários:

  1. :) Eu gosto bastante de poesia! Me lembro quando eu era criança, pega os livros de poemas da escola e ficava lendo, com o tempo parei de ler e só retomei a leitura a pouco tempo.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    nunca tinha lido nada a respeito desse livro, mas achei bem legal, mas não seria algo que eu leria no momento, vou aguardar um pouco, vlw pela dica
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    nunca tinha lido nada a respeito desse livro, mas achei bem legal, mas não seria algo que eu leria no momento, vou aguardar um pouco, vlw pela dica
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sou uma apaixonada por poesias, tem como não amar? Li recentemente concordando que poesia não é para entender, mas sim, sentir.
    E fiquei muito curiosa sobre esse livro de Pablo Neruda, principalmente por ter seus tantos poemas inéditos que nunca são entediantes.
    Adorei, e já adicionei em minha lista de leituras.
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito de poesia, mas não tenho o costume de ler. Sobre a sua resenha meu Deus, como esta apaixonante, doce é quase um cantico <3
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Super já ouvi falar sobre o autor, principalmente em meus tempos de colégio, rs.
    Não sou chegada a poesia, mas até que tua resenha despertou uma vontade em mim de conhecer essa obra :')

    ResponderExcluir
  7. Oi, eu gosto bastante de poesia e é bom saber que tem esse livro recheado de bons poesias isso só me empolga.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não sou muito fã de poesias, mas quando se trata de Neruda é impossível não ler e não se encantar.
    Soube há pouco tempo desse livro e já estou encantada.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Oie! Tudo bem?

    Eu sempre fico encantada com o conhecimento que tens acerca da poesia. Confesso que sou muito leiga quanto a isso... Nunca li nada do Neruda, mas sei bem de sua reputação. Gosto de ler Leminski, acho que esse foi meu maior contato com a poesia. Como não tenho uma boa base de conhecimento poético, fico receosa quanto a julga-los, sabe? Sinto que não tenho culhões para isso, rsrs. E as vezes sinto que não os entendo. Talvez isso faça parte da beleza, deles, não é? Vou buscar essa obra e ver se me encanto por ela.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  10. Olá, ainda não li nada do autor e nem conhecia este livro, mas não gosto muito de ler poesia então não fiquei tão interessada em lê-lo =/

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  11. Que bela resenha! Adorei. Eu não sabia sobre esse livro, mas fiquei encantada quando vi que uma obra de Neruda foi publicada postumamente. Suas impressões sobre as poesias foram muito convidativas.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oie Lilian!!
    estou em uma faze poesias e contos; tenho lido basicamente os dois gêneros, me encanto cada vez mais com o que tenho descobrido. Pessoalmente gosto muito de Neruda, principalmente seus poemas de amor.
    bjs

    ResponderExcluir
  13. OIe, tudo bem!?
    Eu não sou lá muito fã de poesias, mesmo quando falam de Neruda, não me chama muito a atenção, sei que não é isso que você quer ler num comentário, mas desculpa =X Quem sabe um dia? Nunca digo nunca a um livro!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  14. Oie
    Sua resenha está ótima e gostei do que o livro apresenta, não é um gênero muito presente na minha rotina mas gostaria de começar a tentar, quem sabe por esse? haha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Gosto muito de poesia e essa resenha me deixou muito curiosa sobre o livro, conheço alguns poemas do Plabo Neruda e adorei saber que nesse livro todos são inéditos com certeza um achado !!!

    ResponderExcluir
  16. Oii!

    Confesso que não gosto muito de poesias, mas acho que irei ler esse livro pois, pelo incrível que pareça, gostei da poesia da foto ^^
    Parabéns pela resenha!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Curta também:

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma