Resenha - Delenda e o vale dos segredos




05 novembro 2015

Delenda e o vale dos segredos, de Amanda Reznor, 296 páginas, Editora Madras Teen é uma leitura um pouco confusa, mas ainda sim incrível.


Sinopse: Vale dos Segredos é um lugar. Tão real quanto eu ou você e o que habita o nosso imaginário. E, como todo lugar, preserva as digitais dos séculos que o tempo em vão tenta apagar. Mas elas, como impressões virtuais refletidas num ponto qualquer do universo, perseveram. Delenda é uma dessas histórias que rega o Vale. Cláudia Blaise é uma garota quase comum: vive com sua avó em um bairro nobre, sustentada por uma gorda pensão deixada por seu avô. A única coisa que a difere de seus colegas da faculdade é que ela não conhece a mãe, que sumiu após o parto, e o pai, que foi assassinado no mesmo dia em que ela nasceu. No seu décimo oitavo aniversário, porém, uma surpresa está para alterar todo o rumo de sua vida. Mas o que vem disfarçado de um presente tentador pode ser, na verdade, uma cilada de encantos, mistério e morte... Será que ela descobrirá os importantes enigmas do Vale dos Segredos e, mais importante, saberá como escapar desse terrível labirinto? Viaje em um mundo no qual superstição e ceticismo se encontram, morte e vida dão as mãos, espelho e reflexo dançam. O Vale esconde muitos segredos e você está prestes a desvendar alguns deles, junto à jovem protagonista Cláudia, que estará tão perdida quanto o leitor, num ambiente hostil e entre pessoas estranhas. Suspire, reflita, sofra – ao final de tudo, você verá, a profecia pode se mostrar mais real do que a ficção...

Claudia é uma garota de 18 anos que a pouco tempo ingressou na faculdade de farmácia, ela mora com sua avó Geórgia, no dia do seus aniversário ela recebe de modo estranho um pacote e nele se encontra o testamento de avô. Ao ler o documento, Claudia descobre que seu avô deixou para ela uma mansão que fica em uma região chamada Vale dos Segredos, e, a partir desse dia, coisas estranhas começam a acontecer na vida de Claudia.
Primeiramente, devo confessar que de início a leitura foi um pouco desconfortável, talvez seja minha lerdeza em conseguir me fixar na história, mas encontrei certa dificuldade em entender o que se passava na cena, achei que a autora exagerou um pouco no uso das palavras difíceis, e na descrição um tanto poética, mas ao decorrer da leitura fui me acostumando e entendo que tudo fazia parte da narrativa mais sombria que ela queria passar. O livro é uma mistura de suspense, mistério e sobrenatural, não considerei algo assustador ou que desce muito medo, pelo contrário, todos os elementos misturados a escrita de Amanda deixaram a leitura ainda melhor e fazem o leitor ficar cada vez mais curioso para descobrir cada segredo dessa história.
Delenda a primeiro momento me pareceu um romance, e em um certo ponto da leitura quando o personagem Mauricio entrou na história, eu achei que tudo ia se tornar uma mistura de crepúsculo com diário de um vampiro (desculpem a comparação) e que o foco iria acabar se tornando o desenrolar de um romance entre ambos, porém a autora manteve a personagem forte, determinada e independente e foi um dos pontos que mais gostei na leitura. Outro ponto positivo foi que a história é envolvente e original, nunca li nada que trouxesse tantos elementos distintos dentro de uma mesma história sem deixar pontas soltas.
A diagramação do livro é uma das mais lindas que já tive o prazer de ver, cada inicio de capítulo, temos uma imagem na lateral, fontes diferentes e antigas que combinam bem com o enredo do livro e a capa também é um colírio aos olhos e a estante, achei muito bacana da parte da editora de ter todo esse capricho com a obra.


9 comentários:

  1. Nossa fiquei apaixonada por esse livro só de ler a sua resenha rss amei !!


    http://brendanathaliblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oieee. Livro interessante, confesso, mas não sei se iria ler, livros com começo complicado, palavras difíceis me deixam a desejar :'(
    E olha que a história é um tanto curiosa.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Ola!! Tudo bem? A capa é linda. Que bom que continuou a historia porque sempre que começo um livro e nao consigo me prender a historia eu desisto. Olha acho que vou ler romance é meu ponto forte e com sobrenatural me deixou curiosa.

    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto bastante de Diários do Vampiro! hehehe mas bacana ver que a autora não sucumbiu ao clichê e fez algo um pouco diferente. A primeira coisa que me chamou a atenção foi a capa, confesso, mas lendo sua resenha vejo que posso gostar bastante da leitura também :D
    Ótimo texto!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Paac, eu nunca tinha ouvido falar do livro ainda, mas sabe que fiquei bem curiosa com ele, pela sua resenha ele tem uma trama que me chama muito a atenção, adorei e já estou querendo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  6. O livro parece muito interessante, mas perdi o interesse na referência a Diário do Vampiro... hahahah

    A capa é linda e adoro quando a editora capricha na diagramação!

    www.thunderwave.com.br

    ResponderExcluir
  7. Primeira vez que leio algo do livro, mas mesmo a premissa sendo boa, e todos os pontos positivos falado por vc, eu não me senti atrativa pelo livro.
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Paac <3 Tudo bem?
    Vou admitir que quando li a sinopse achei que o livro ia ser um pouco chatinho, acabou que foi o que você achou também no inicio. Gostei muito da sua resenha, ainda mais por conta da mudança que se desenvolve no livro. Não sei se leria, mas vou pensar :)
    Beijos,
    Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  9. Oi, flor!
    Adoro o gênero sobrenatural e seus elogios ao livro me encantaram! Mas confesso que perdi um pouco o interesse… Não sei explicar. Apenas sinto que o enredo em si não parece trazer grandes novidades. Será que estou enganada? Enfim, fiquei curiosa principalmente pela beleza que você mencionou. Adoro diagramações primorosas como essa.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma