Resenha - A feitiçaria na literatura céltica




03 março 2016

Bruxas, bruxos
E os feitiços mais cruéis que se podem imaginar


           sinopse: Bruxas... Algumas são más, terrivelmente más! Outras, nem tanto. E existem ainda algumas que são verdadeiras heroínas. É uma pena que só se conheçam as más. Elas foram as que ficaram mais famosas na história da humanidade, afinal, fizeram tantas coisas terríveis que é difícil de esquecer. Mas existem também as boas. E há os feiticeiros... Quem nunca ouviu falar de Merlin, por exemplo – o mago celta que ajudou o Rei Artur? Pois então deixe de lado o preconceito e abra este livro. Nele, você encontrará 10 contos sobre bruxas, bruxos e seus feitiços extraordinários. São contos da cultura celta que foram recolhidos da tradição oral e recontados por Joseph Jacobs, folclorista e estudioso dos mitos e lendas britânicos. Você pode acabar descobrindo que feitiços são muito interessantes – às vezes cruéis, outras, divertidos. Mas tome cuidado! Entre um conto e outro, sem que se dê conta, você pode acabar completamente encantado.

            Um livro curto e cheio de graça. Seleção de 10 contos Celtas destrinchados em 133 páginas e com magníficas ilustrações. Fiquei deveras empolgada com Os filhos de Lir; Morranha e As mulheres de chifre. O trabalho com lendas folclóricas de povos célticos é de uma excelência literária magnífica. Como não dá para falar de todos os contos, escolhi um para deleite.
O filhos de Lir conta a história de cinco reis irlandeses que disputavam a soberania máxima. Lir, que se achava o mais digno para tal posição, não foi o escolhido, gerando um desconforto. Para acalmar os ânimos, o rei soberano oferece uma virgem para Lir, que aceita prontamente e casa-se. Após o nascimento do quarto filho, a esposa de Lir morre. O rei soberano envia para Lir outra virgem. Ele casa-se novamente, mas o veneno do ciúme se alastra na relação do casal e os filhos do rei. A esposa enciumada lança um encantamento e transforma os quatro filhos em cisnes “Exilados ireis sobre as ondas bravias, filhos do rei! Doravante, vossas vozes soarão entre os pássaros”. A mulher tomada pelo ciúmes fora castigada eternamente e os filhos de Lir viveram por muito tempo enfeitiçados, até que por fim quebra-se o feitiço e a juventude de outrora dá lugar a anciões abatidos pela idade. Os quatro irmãos morrem e são enterrados sob a asa do peito da irmã mais velha.
Histórias cheias de feitiços e encantamentos, marcadas por tragédias e muito amor. Eis os contos célticos! Eu recomendo. Recomendo para leitura em família, em sala de aula, como apoio pedagógico e para presentear um amigo leitor! Quando vi a temática do livro, veio à mente a sensação de livro proibido, pois trata de um tema que aprecio muito: conto de fadas. Em alguns casos lembrei-me das tragédias Gregas. Para quem gosta de literatura comparada é um prato cheio! Fica a dica...

Lilian Farias

19 comentários:

  1. Gostei da indicação, Lili!

    Magia é um tema sempre fascinante, não? E a capa está primorosa!

    Literatura comparada é algo muito rico, de fato.

    Obrigada! Beijos!

    Kyanja

    ResponderExcluir
  2. KARLA CRISTINE DOS SANTOS25 de fevereiro de 2012 18:43

    OK,dessa vez meu comentário vai.
    Falou magia disse meu nome.
    Eu amei a sua indicação,uma porque gosto de livros desse gênero,duas porque o livor me interessou e três porque às histórias que ele contém são de tanta cultura!
    Agora eu quero!
    Pra quem ama,eu por exemplo,a capa,como você disse,sendo um fator importante,não vem ao caso,o que importa é o conteúdo.
    Bem,como já disse amei sua resenha,pretendo ter ele logo.
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ele estava previsto para as próximas leituras. Gosto mesmo do tema, amiga!!! Se quiser presentear, com certeza não vou achar ruim. rsrsrs

    Beijo sua linda!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Liliiii!!!

    Eu ganhei esse livro numa promo no blog da Lindona Monique (Mimos Literários), mas ainda não o li....
    Dei uma olhadinha nas ilustrações e achei tudo muito bem elaborado. =D
    Vc falou sobre a sensação de livro proibido.... Também senti a mesma coisa! Imagina ler um livro desse antigamente? Seriamos queimadas vivas!!!! =O

    Boom... Quando eu ler volto e comento de novo!!!
    Bju Bju Bju

    @AnnyPlata - Estranha Estante

    ResponderExcluir
  5. olá, meninas. Obrigada por ter lido a resenha!
    Giani, realmente em outrora seriamos queimadas vivas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Gostei da indicação de leitura, eu tenho na minha estante um livro sobre bruxas com um enfoque mais histórico, trata-se de 'Chacina de Feiticeiras'- uma revisão histórica da caça às bruxas na Europa, que eu recomendo.

    ResponderExcluir
  7. Cris, obrigada pela dica! já está na minha lista! ♥

    ResponderExcluir
  8. Mim manda pra mim, bêjo. Hahahahahahahah. Adoro. Enfeshei horrores.

    ResponderExcluir
  9. Oiii, adorei, obrigada pela dica dessa obra maravilhosa <3 eu sempre quando posso e tenho oportunidade procuro ler coisas assim, me despertam muita curiosidade.
    Beijão

    ResponderExcluir
  10. Eu li esse conto quando eu fiz meu superior em espanhol, que aliás eu nem terminei rs. Mas enfim, os contos são incríveis, pensei que eu leria por obrigação, mas na verdade foi uma leitura e tanto.
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá, adorei a dica, parece ser uma obra muito boa. Gosto de livros que tenha na história bruxas e feitiçarias. Acho legais livros com magias e não conhecia essa obra. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  12. Hello!

    Que livro mais diferente esse A feitiçaria na literatura céltica. Pelo menos para mim, nunca tive contato com esse tipo de literatura e gostei mto do que li aqui, foi bem interessante.
    Acho que vou tentar sim, realmente a capa da ideia de um livro proibido, hehe.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  13. Gostei da sua resenha.
    Não li nenhum livro parecido como esse, não costumo ler contos. Geralmente os contos que eu leio são complementos de séries que eu gosto. Gostei da capa do livro, mas o livro não me interessou tanto para entrar para minha lista de leituras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Lilian, já tinha ouvido falar desse livro e até tinha lido uma resenha sobre ele.
    Adorei a premissa do livro e fiquei mega encantada e com vontade de ler.
    Com certeza vou atrás dele.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia a obra, senão já teria lido ao saber que tem "magia" e "celta" na mesma trama! Acho demais esse tipo de leitura, e já vou colocar nos desejados. Achei a capa incrível!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  16. Antes mesmo de ler sua resenha e saber do que se tratava o livro eu já tinha me apaixonado pelo título. Eu sempre estudei muito sobre a cultura celta, e é uma cultura que admiro muito sabe? Acho mágico a forma como eles viviam e acreditavam na magia. Com toda a certeza do mundo esse livro já está na minha lista.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?
    Eu adoro a mitologia celta, portanto acredito que vou gostar muito desse livro.
    Adoro aqueles romances históricos medievais com essas influencias celticas, as musicas tambem principalmente daquela banda Secret garden.
    bjs
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, conheço bem pouco da literatura céltica e até que fiquei interessada. Gosto de feitiço, encantamentos. Esse ano disse que daria mais atenção aos contos, quem sabe esse entra para a minha listinha de leitura, né?! Gostei bastante da capa.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir
  19. Oie!!
    Não conhecia o livro e pra falar a verdade, eu gosto muito da temática... me interesso muito por livros de bruxas e tudo mais, porém... infelizmente esse livro não despertou tanto a minha curiosidade :/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma