Resenha - Bowie a biografia




22 julho 2016



Em 08 de janeiro deste ano, acordei com aquela vontade de ouvir a voz do aniversariante do dia. E Let's dance abriu a playlist... Dias depois, eu chorava, pouco mais de sete da manhã, ainda incrédula com a notícia. David Bowie havia partido, exatos três dias após seu aniversário de 69 anos...

Tive o prazer de receber a biografia escrita por Wendy Leigh, publicada pela Editora Best-Seller, do Grupo Editorial Record. E graças a essa publicação, pude conhecer um pouco mais do homem que por muitos anos povoou minhas listas de música e que me embalava nas viagens ao passado dos anos 80, quando ainda na infância, já ouvia sua voz na rádio...


 A figura enigmática, andrógina e de roupas chamativas nasceu na Inglaterra, não teve o afeto devido de sua mãe, levou um soco que ocasionou um problema permanente deixando um olho com a cor diferente do outro, manteve um casamento aberto onde orgias aconteciam em sua mansão, teve um filho que praticamente não teve contato nos primeiros anos, pois vivia em turnês pelo mundo, conheceu e conviveu com gente famosa, se frustrou, foi lesado financeiramente, dormiu com mulheres, homens, transexuais, se drogou, atuou, ditou moda... Viveu por anos assombrado com a esquizofrenia que se manifestava em membros de sua família, inclusive de um meio-irmão, que por anos viveu numa espécie de sanatório e aos 47 anos, em 1985, deitou num trilho de trem e esperou a morte instantes depois...


Confesso que pouco sabia da vida conturbada do artista, e apesar de gostar de sua figura, me atentava apenas às músicas, sem me aprofundar em sua vida por trás dos bastidores, e de como atuava a frente deles... Bowie, antes de se transformar num mito do rock, era um homem. Foi um rapaz reservado e gentil, e foi ainda um garotinho de sorriso doce, que já dava passos mostrando a que veio no mundo artístico, pelo brilho que trazia em sua personalidade em formação...


A bela edição da Best-Seller inclui algumas imagens de sua infância e carreira, com algumas mulheres importantes de sua vida pessoal e profissional. Ao longo dos anos, Bowie passou por uma fase de amadurecimento, depois de todo o glamour que a fama lhe trouxe... Ao conhecer Iman, sua esposa até o fim da vida, ele deixa o David Jones renascer das cinzas, como uma fênix... Com ela teve uma filha, Alexandria... O livro é repleto de declarações de pessoas próximas ao artista, que conviveram com o melhor e o pior do homem por trás do Starman... Mas algo que muitas dessas pessoas falam em comum sobre Bowie é o quão cavalheiro ele era, bem como generoso...

A título de curiosidade, é uma excelente leitura. Para os fãs, um presente, assim como foi o último álbum deixado por ele ao mundo - Blackstar. Assim como o clipe Lazarus, em que ele se despede caminhando em direção a morte liberdade...


9 comentários:

  1. Texto bem profundo. Vi o tributo em sua homenagem em uma premiação, que digo, a Lady Gaga se entregou bastante e a mensagem que foi deixada foi bem lida. Eu também só escuto suas músicas, e pouco sei sobre sua vida, mas era perceptível que inspirava muitos famosos e também era querido. Já tinha visto em outros blogs sobre o lançamento de sua biografia, mas nunca tinha lido uma resenha, e me interessei bastante.
    Leitor Irônico

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Bom, não sou fã, mais essa biografia está incrível e acho que meu namorado vai amar! Ainda não tinha visto esse livro e achei super incrível. LINDO! Beijinhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/2016/07/resenha-procura-de-audrey-sophie.html

    ResponderExcluir
  3. Fiquei conhecendo o Bowie somente com a notícia de sua morte, nunca fui ligada à música internacional, mas fiquei impressionada com pouco que fiquei conhecendo através da sua resenha, parece ter sido uma pessoa realmente muito interessante.

    ResponderExcluir
  4. Oie Val, tudo bom? Adorei tua resenha. Eu fiz essa leitura no começo do mês e gostei, mas não foi tudo o que eu esperava. O que senti é que a autora envereda por um caminho muito sensacionalista, focando em demasia na vida sexual do cantor, e sendo extremamente repetitiva nesse ponto. Mas ainda assim eu curti.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Hey, Maria!

    Apesar de conhecer Bowie, não posso dizer que sou sua fã.
    Também não sou muito chegada a biografias, é bem difícil eu me interessar por uma, então sei que esse livro não é pra mim. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Valéria tudo bem, meu primeiro contato com David Bowie eu era muito pequena, eu e meus primos assistíamos o filme Labirinto onde ele atua e tem a música inesquecível As The World Falls Down /1986. E depois disso me tornei uma fã. Eu não curto muito biografias escrita por outros autores, mas até fiquei com vontade de ler essa. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Acho biografias muito interessantes, pois de alguma forma há sempre o que ser repassado ao mundo, à sociedade, a cada um de nós pra reflexão. Bowie foi um tremendo astro, músicas sensacionais, e lembro dele perfeitamente na primeira versão do filme Labirinto (ótima versão, diga-s de passagem). Que bom que o livro agrada aos fãs!

    ResponderExcluir
  8. Olá Maria, eu não sou muito de ler biografias, mas esta parece estar bem legal e tenho certeza que o fans dele vão adorar lê-la.

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  9. Oie
    parece ser uma biografia muito interessante, ainda mais para os fãs do artista, eu lembro como o pessoal ficou abalado pela morte e eu preciso muito conhecer mais sobre haha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma