Resenha – Cobra Norato




27 outubro 2016



Há anos não via falar do Raul Bopp. Li suas poesias no Ensino médio quando conheci a palavra Antropofagia, na época, também estudávamos o Modernismo. De sua escrita, sabia apenas o que a professora levava e o que estava nos livros didáticos. Cobra Norato, 93 páginas, Grupo Editorial Record, foi o primeiro livro que li do autor. As figuras de linguagem são marcantes em sua escrita e vão dando asa a cobra.

“Vou andando caminhando

Me misturo no ventre do mato mordendo raízes.”

Mitológico, Cobra Norato, dividido em 33 poemas, relata a história de uma cobra amazônica em busca da mulher amada, a filha da rainha Luzia, habitando a terra do Sem-Fim. Nesse interim, ora sozinho ora acompanhado pelo Tatu-de-bunda-seca, é que grandes aventuras acontecem.

“Sigo depressa machucando a areia

Erva-picão me arranhou

Caules gordos brincam de afundar na lama

Galhinhos fazem ‘psiu’”


Cobra Norato, além de representar um recorte da história da Literatura nacional, a I fase do Modernismo, há um esforço em retratar as Lendas indígenas. Tão empolgante quanto ler a obra, é se debruçar na própria história da obra, no processo de construção. 

20 comentários:

  1. Nossa, me senti velha(?) no bom sentido, lembro dele na época do colégio, fiquei surpresa em ver alguém que conhece ele. Preciso ler algo do autor urgente.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Olá Liliam, nunca li nada de Raul Bopp, mas é sempre bom conhecer novas ideias, fiquei instigada com esse livro. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Lembro dele da mesma época do ensino médio, mas não me conquistou, nq verdade sou meio que enjoada com essa fase da literatura, mas que bom que teve a oportunidade de ler mais alguma coisa dele. Ótima resenha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Liliam, tudo bem?

    Acho que é a primeira vez que ouço falar de Raul Bopp, não tenho certeza, a única que tenho é que nunca li nada dele. Achei a premissa interessante, sua resenha ficou muito boa e é sempre bom sair da zona de conforto, fiquei curioso. Vou pesquisar mais sobre a obra! Bjuss

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente eu não sou a maior leitora de poesia, como bem sabe, mas ultimamente eu estou querendo dar uma chance a esse tipo de leitura. Vou anotar esse autor para pesquisar mais sobre ele e ver se encaixa no que eu estou procurando.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  6. confesso que só o conheci quando tu falou dele, e pelo pouco que li do livro, acho que iria gosttar da obra completa... pena que não deu tempo de ler tudo quando eu tava contigo... xD
    numa próxima visita eu leio hahaahha

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?
    Confesso que realmente não conhecia esse autor e confesso que fiquei bastante instigada em ler essa obra, me tiraria do zona de conforto.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse autor. Mas a resenha me deixou bastante interessada. Vou procurar mais informações sobre ele. É sempre bom saber que temos mais escritores bons no nosso Brasil.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Não conhecia o autor nem a obra, mas super curti a sua dica. O livro parece ser ótimo. Vai pra minha lista de leitura com certeza ;) bjs

    ResponderExcluir
  10. Embora tenha visto algo muito rapidamente sobre o autor na faculdade, nunca li esse livro.
    Também não tenho vontade, uma vez que não faz o meu estilo. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. O nome não me é estranho, mas não lembro se li algo dele. Talvez como você tenha lido na época de escola, mas realmente não lembro. Livros que me fazem entrar na história são sempre bem vindos. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Pelo nome não lembro de ter ouvido falar do autor, mas com certeza devo ter lido algo durante o estudo no ensino médio, como você comenta no início da postagem.
    Achei interessante a ideia do livro, e deve ser ainda mais interessante realizar a leitura.
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  13. Heey, tudo certo? Adorei a resenha. Quase solicitei o livro, e agora me arrependo por não tê-lo feito. Acho que iria gostar bastante dos poemas...
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Ainda não conhecia o autor, mas acho que é porque não sou muito ligada em poesias. Adorei a sua resenha, parece realmente um obra com uma profundidade extrema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Como eu realmente não entendo muito de poesia, fiquei meio perdido sobre o que ele quis dizer rs
    Mas achei legal conhecer esse lado da literatura nacional.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oiii. Eu não conhecia o autor, confesso :P
    Mas eu não curto poesia, então isso acaba sendo perdoável ahhahah. Isso é, podemos perdoar alguém que não curte poesia? hahahhaha
    Beijooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, jogue pedra mas eu não conhecia o autor. Isso pode estar ligado ao foto que eu não leio poesia, então não conheço quase nada do gênero hehe Mas adorei o seu post e a sua resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Minha professora costumava mostrar algumas obras dele no colégio, algumas eu gostava, outras não. Mas é sempre bom saber um pouco mais né? Por isso leio algumas dele até hoje, ele sabe escrever o que gosto de ler haha

    http://www.literaturanews.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Não cheguei a conhecer o autor no Ensino médio, infelizmente não tive essa oportunidade naquela época e hoje é a primeira vez que leio sobre ele. Fiquei bastante interessada em saber mais e conhecer seus poemas!

    ResponderExcluir
  20. Ai, não consigo ter paciência para esse tipo de estrutura D: eu já tentei com outros autores e acabo ficando pelo meio do caminho. As propostas são legais, mas não fluem cmg :/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma