Último Poema – Ana Martins Marques




09 janeiro 2017
By imagem - cosmojoia



Agora deixa o livro
Volta os olhos
Para a janela
A cidade
A rua
O chão
O corpo mais próximo
Tuas próprias mãos:
Aí também

Se lê.


Sobre a autora:

Nasceu em Belo Horizonte, em novembro de 1977. Formada em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais, é mestre em Literatura Brasileira e doutoranda em Literatura Comparada pela mesma universidade. 

Seu primeiro livro, A vida submarina (2009), reúne poemas vencedores do Prêmio cidade de Belo Horizonte nos anos de 2007 e 2008. Ganhou também o Prêmio Alphonsus de Guimaraens, pelo seu segundo livro, Da arte das Armadilhas.



Sinopse: O livro das semelhanças, obra de uma das mais aclamadas poetas brasileiras contemporâneas, é um acontecimento raro em nossa cena literária A mineira Ana Martins Marques se mostra, em seu terceiro livro, como um dos grandes valores da poesia brasileira. Seus versos comunicam e são certeiros, a nota lírica vem sempre acompanhada de uma visão irônica — e delicada — da realidade. Dividido em quatro seções, O livro das semelhanças desperta o leitor para o prazer iluminador e sensível de uma voz forte e original. Do amor à percepção de que há um espaço para o lugar-comum, do entendimento da precariedade do nosso tempo à graça proporcionada pela memória: eis uma poeta que nos fala diretamente. Ou, como diz em um de seus versos: “Ainda que não te fossem dedicadas / todas as palavras nos livros / pareciam escritas para você”. 

27 comentários:

  1. Adoro poemas fofos com versos simples mas cheios de sentimentos <3 Amei essa indicação.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Não conhecia a autora, mas gostei dos versos. Nós leitores as vezes corremos esse risco, de esquecer de ler o mundo, perdidos nas folhas de papel que tanto amamos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Lilian, não conheço a autora e não conhecia o livro também. Para uma leitora, em todos os lugares a leitura é expressa e encontrada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Owmm eu amo poemas, mas confesso que não conhecia a autora. Sucesso para ela e para o seu blog. E, por favor, traga mais poemas lindos em próximas postagens. beijos

    ResponderExcluir
  5. Que amorzinho esse poema, com tão poucas palavras soube expressar tantas coisas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Nossa que poema demais! Ele faz a gente refletir bastante e não tem quem não pare para pensar um pouco.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  7. hunn,parece ser o tipo de poesia que eu vou me encantar... não a conhecia mas já vou ficar de olho na obra dela :D

    ResponderExcluir
  8. Referente ao poema mostrado, achei interessante, mas prefiro os livros mesmo, rsrs.
    Ainda não conhecia a autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Aí também

      Se lê."
      Prefiro a leitura dos livros, na maioria das vezes é mais simples do que a leitura do que há ao redor.

      Excluir
  9. Poesia perfeita! Simples, bonita e acessível a qualquer ser ;-D

    ResponderExcluir
  10. Uau... adorei o poema, mesmo sendo curtinho transmite muitos sentimentos e me peguei pensando no que foi proposto e claro parei um pouco para ler tudo que estava a minha volta. EU não conhecia a autora, fiquei bem interessada em conhecer as obras da minha conterrânea. Muito bom!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Adorei o poema, principalmente por está em uma fase onde tudo que me acontece, tento passar para um poema! Adorei o post ><

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. A ideia de se ler é sempre muito atrativa, mas não facilmente praticada... Amei o poema! ♥

    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Poesia simples, mas que diz muito!
    Adorei!
    Não conhecia a escritora.Dica anotada.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  14. Não é apenas a leitura dos livros que precisamos fazer, mas da vida como um todo à nossa volta.
    Adorei o poema!

    :)

    ResponderExcluir
  15. Olá adorei o texto escolhido e o post tem tudo a ver com seu blog. Não conhecia a autora e vou pesquisar mais sobre o trabalho dela. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi
    Que poema bonito! Gostei da simplicidade e do tom!
    Gostei do nome do livro também. Um ótimo livro para ter ao lado da cama para ler poemas antes de dormir.
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. Olá, achei o poema bem bonitinho, curtinho e simples *-*

    http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu não sou uma boa leitora de poemas, mas gostei bastante desse. É simples, tem emoção nas palavras.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oie
    que graça de poema, bem rápido mas reflexivo, gostei muito, parabéns

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Gosto muito de poesias e não conhecia essa autora. O livro dela parece ser ótimo.

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Acho que peguei a mensagem do poema. Gostei de transmitir uma reflexão em vários sentidos em tão poucos versos.

    http://euinsisto.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Eu tenho uma preferência por poemas curtos que nos levem a reflexão ou que representem um traço da minha personalidade ou um estado de espírito. Adorei esse.

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia a autora, mas gostei muito do poema.
    Deu curiosidade de ler mais.

    ResponderExcluir
  24. Mas não consigo deixar os olhos dos livros aaaaa na maioria das vezes o que encontro lá é bem bem mais bonito do que essa realidade em que vivemos haha apesar disso, gostei do poema

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma