Poesia – TRANS – de Kleber Melo




16 outubro 2017
by imagem chemam
 
Entre transtornos
de poesia e melodias,
me reconheço trans.

Transviado
em vias paralelas
transbordo
no que já não cabe em mim.
Transmigro
a cada manhã
transporto
por todos os portos
a paz das descobertas.

Transmito
por todas as bocas
o enfado da certeza alcançada.

Transmuto
o que jazia calado
transformando em brisa
toda tempestade
como um arauto translúcido
a se descobrir na viagem.

Transformo em cores
o breu dos meus abismos
transpondo algo melhor a cada dia.

Transpiro quando só
no calor que irradia
transeunte da vida

me redescubra vivo!

26 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Nossa, eu adoro ler poesias, sempre cheias de sentimentos "escondidos" e palavras belas... Adorei essa, ficou incrível, muito bem escrita!

    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu adorei a poesia. Fico imaginado o que o poeta sente ao escrever palavras como estas. Com certeza deve ser algo que pulsa dentro de si e precisa ser colocado para fora.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela poesia com um tema delicado e belo.

    ResponderExcluir
  4. Olá, sempre gostei de poemas, pois a seu modo, consegue alcançar várias pessoas de maneira diferente. Parabéns,

    ResponderExcluir
  5. Se redescobrir... acredito que todos nos devíamos fazer isso vez ou outra, talvez muita coisa dentro de nós tenha mudado e nem mesmo notamos.
    Um belo poema, parabéns.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que poesia fascinante Lilian, realmente parece que o autor tem sentimentalismo e quer nos passar algo extremamente forte e fiquei encantada, vou procurar saber mais sobre o Kleber.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei o poema! Lindo e cheio de sentimento, me arrepiei!
    Bjos
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Adorei o poema.
    Adoro textos que trazem reflexões e precisam ser lidos com todo o cuidado com as entrelinhas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Amei conhecer esse poema através do post. Muito legal as reflexões que traz.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Eu gosto muito de poesias e não me lembro de ter lido algo assim antes. Achei um texto ousado e profundo, gostei bastante.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Que poema lindo!
    Eu não curto muito poesia, mas achei esse fascinante. O começo ele da a impressão que é uma coisa diferente e isso é muito legal. Espero me transbordar em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Me redescubro vivo... que palavras fortes, e que bom seria se todos nos redescobríssemos, de preferência livres de preconceitos.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  13. Oi. Tudo bem?
    É sempre muito bom ter a oportunidade de ler uma poesia bem escrita. Está poesia em especial, fiquei encantada com o jogo de palavras usado, onde o "trans" aparece em várias palavras cheias de significados. Eu simplesmente amei a poesia. Parabéns.
    Abraço 😁

    ResponderExcluir
  14. Lindas e envolventes palavras, que além de serem reflexivas causam um grande impacto de emoções ao ser lido. Ótima poesia, bjss!

    ResponderExcluir
  15. Oie!
    Que poesia gostosa de se ler, e desperta vários sentimentos bons, o final foi motivador!


    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Dificilmente curto alguma poesia, percebo a emoção com que foi feita, mas não consigo me emocionar da mesma forma... Cada um com seu gênero favorito.

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Adorei o jogo de palavras que o autor usou para nos envolver com essa bela poesia.
    Mesmo não sendo uma leitura que costumo fazer, gostei de poder conhecer um pouquinho através do seu blog.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  18. Que coisa mais lindaaa!
    "Transbordo no que já não cabe em mim"
    Amei a sua poesia e fico feliz por termos palavras assim ao alcance de um clique. Parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o autor, mas que poesia linda! Confesso que não costumo ler poesias, mas é impossível não se encantar com a sensibilidade das palavras dele. Adorei!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Mas gente, que poesia maravilhosa! Não costumo lê-las, mas admiro quem as faz, parabéns ao autor!!

    ResponderExcluir
  21. Oiii
    Mas que máximo essa poesia! Eu não sou muito de ler poesias, mas adoro quando uma surge assim, e eu simplesmente adoro!
    Bjus

    ResponderExcluir
  22. "Redescobrir e viver", é bem assim que tenho vivido. Todos os dias é um dia diferente e com novas descobertas dentro de mim mesma.
    Adorei o texto.
    Abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  23. Bonito texto e as formas diferentes de se enxergar uma situação.
    Ótimo você compartilhar no blog, bjoooooo

    ResponderExcluir
  24. Que lindo <3 amei demais lilie, traga mais, vamos todos ser transviados em vias paralelas <3

    ResponderExcluir
  25. Olá
    muito interessante a poesia, eu não sou de ler sempre mas é algo que gostaria de mudar por me depara com palavras com essa, gostei muito

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma