Header Ads

Resenha – No dia 1º de maio o Barbudinho é avô





Primeiro de maio, dia do trabalhador, data história e que deve ser lembrada, conhecida e entendida com respeito. Nada mais justo que trazer um Barbudinho para dar o ar da graça. Em O Capital Para Crianças, Editora Boitempo, a autora Liliana Fortuny traz reflexão de adulto para o público infantil.



Com apenas 18 páginas e ilustrações delicadas, o vô Carlito conta a história dos trabalhadores desde a revolução industrial, a relação de escravidão entre proletariado e classe dirigente. O motivo das primeiras greves sindicais e as primeiras conquistas da classe trabalhadora unida e reivindicando seus direitos. 



Por fim, e não menos importante, a autora levanta alguns questionamentos, como: "O que poderia mudar na nossa sociedade para que as pessoas trabalhem mais felizes?"




O Capital Para Crianças faz parte dos lançamentos da Boitempo em celebração ao bicentenário de Marx e se adequa perfeitamente numa proposta de educação omnilateral para crianças, adolescentes e adultos. A educação omnilateral vai de contra a proposta de neoliberal de educar para ser um consumidor, ela visa um ser integral, sistêmico e que faz parte de um grupo em constante mudança. O livro conta uma parte da história da humanidade e ao final, propõe reflexões para o presente que fazem muito mais sentido quando pensado num contexto coletivo.

12 comentários:

  1. Oi!
    Que coisa mais fofa! Sou apaixonada por este tipo de literatura. Já deixei sua dica anotada!

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Conheço as publicações Boitempo e acho elas incríveis, com artigos super interessantes, mas esta versão para crianças não conhecia! Amei e achei super valido! Adorei a iniciativa!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii

    Achei as ilustracões super lindas, um capricho só. Não conhecia o livro, adorei a dica.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Oie, como vai? Eu nunca tinha escutado falar sobre esse livro mas, já estou querendo conhecer mais sobre ele porque as crianças precisam conhecer desde pequenas a história dos seus ancestrais, as ilustrações desse livro parecem ser lindíssimas e apaixonantes, assim que eu tiver uma oportunidade irei comprar esse livro.

    Beijos e Abraços VIVI
    http://resenhasdaviviane.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu achei a edição muito fofa. No entanto, sendo bem sincera, não vi muito sentido no livro além de uma forma de doutrinar as crianças desde pequenas. Sou totalmente favorável a educar as crianças com uma consciência social maior para que sejam adultos que pensem mais no coletivo do que no consumo. Porém, acho que há outras formas de fazer isso sem inserir desde cedo uma ideologia política. Ao contrário, seria muito mais interessante educá-las a pensarem por si mesmas para que, quando adultas, elas façam suas próprias escolhas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Data importante, ne?
    Adorei a indicação. Eu adoraria ler a obra para meus sobrinhos e até para mim mesmo aprender mais.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, a achei muito importante conhecer esta publicação de qualidade para os mais pequenos.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  8. Que legal! É como ler um livro didático em formato literário. A criançada vai se divertindo e aprendendo. Anotado a dica pra ler com meus sobrinhos.
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  9. Que trabalho lindo.
    Até eu fiquei com vontade de folhear <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu vi que a editora estava fazendo edições comemorativas ao bicentenário do Marx.. Acho muito bacana a ideia de trazer reflexões adultas de forma simples para as crianças entenderem o que aconteceu e o que acontece no mundo.. Muito fofas as ilustrações!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Que quadrinhos mais fofos, e claro que totalmente educativos. Vou até mostrar para meu colega que é professor de Filosofia. Vai que ele mostra pros alunos dele, não é mesmo?

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu lembro de ter visto uma matéria sobre algumas obras dessa editora e uma das que me deixou curiosa foi justamente essa. Bom, eu adoro livros infantis e achei muito bacana eles trazerem um desse jeito, onde traz temas de adultos para ensinar e fazer as crianças refletir. Enfim, adorei essa dica de leitura!

    Beijos :*

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma