Header Ads

2018 Degenerado – Francisco Alvim


By -  Pablo Picasso  1959




Debaixo da mesa –
de porquinho –
um fuçando o outro.

(Francisco Alvin [1938-], Poesias reunidas. In Antologia da Poesia Erótica Brasileira. Org. Eliane Robert Moraes.)

13 comentários:

  1. Tudo bem?!
    Adorei a citação e a imagem da obra.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. A poesia casou muito bem com a obra escolhida.
    E como diria meu professor: "Sempre estamos fuçando um no outro. Somos uma mistura de laços e abandonos."

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. E não é que casou com a obra?
    Lembro que já tive que fazer um trabalho sobre essa pintura na época do colégio <3
    Adorei

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Eu nao conhecia o autor da poesia e amei, parece que tanto o quadro quanto a mesma foram feitos em conjunto, um para o outro. Parabens pela delicadeza para se atentar a esses detalhes.

    ResponderExcluir
  5. Adoro ver como a poesia está em todos os lugares, perfeito para a imagem.

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oiieee

    A poesia, apesar de curtinha, é legal e combina com perfeição com essa imagem escolhida de Pablo Picasso.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, adorei a poesia bem tocante
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Confesso que não sou muito de ler poesia, mas adorei essa. Acho que a imagem que você escolheu não só combinou perfeitamente, como ainda deu ainda mais significa para a poesia. Adorei o post!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu não sou muito de ler poesia porque não entendo muita coisa haha.. e confesso que essa não foi diferente, buguei aqui haha.. Mas achei que combinou bem com a imagem escolhida!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  10. Ola
    Não conhecia o poeta, e não me envergonho em dizer que antes de comentar seu post, fui procurar mais sobre ele e suas obras, e como tem obras. Pessoas que escrevem poemas, para mim tem o dom de resumir um ou vários sentimentos em poucas linhas, as vezes naquela hora em que lemos não entendemos ou nem prestamos a devida atenção, mas em algum momento da nossa vida vamos lembrar.
    Vejo poucos posts sobre poemas e parabéns por citar e indicar.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jis. Também não conhecia o poeta, tenho pesquisado mais sobre a produção erótica para além dos romances românticos e acabei me deparando com uma infinidade de textos maravilhosos, ainda estou conhecendo muita gente bacana. Se tiver alguma indicação para mim ^^

      Excluir
  11. É engraçado como uma poesia curta pode trazer tanto significado.
    Eu optei por ver algo entre um casal que, de pouco em pouco, se aproxima, mas sei que as pessoas podem interpretar outras coisas e isso é mágico.
    Adorei a postagem.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma