Header Ads

Alice Turvo - Há uma mulher dentro de mim

by le souffle blanc



Há uma mulher dentro de mim que não é gramática decomposta nem acento circunflexo. Não é metáfora exagerada, nem vegetação espessa no limite da vírgula. Não é anáfora suada, nem rigor maiúsculo no recuo do parágrafo. Há uma mulher dentro de mim que não é periferia nem superfície transversal. Essa mulher que não outra mulher, esmaga-me as telhas no teto da boca. Tenho-a calada e encavalitada debaixo das palavras mais fáceis de carcomer. Tenho-a cansada e regrada por cima das feridas menos custosas de sarar. Mas essa mulher que dentro de mim não me permite outra habitação que não esta, não me serena a vontade áspera de romper a madeira dos braços, de moer do úmero a lasca e da acha articular outro galho maior. Há uma mulher dentro de mim que não me reconhece como sua. Há uma mulher dentro de mim que míngua encolhida no cavo do medo. Há uma mulher dentro de mim que ama uma mulher insuficiente de si mesma.

12 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Que texto mais lindo e profundo, amei! Adoro esses textos cheios de sentimento, que nos passam várias emoções.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Que poesia mais tocante, profunda, que faz com que nossos corações nos encha a alma com palavras arrebatadoras. Amei, parabéns pelo trabalho incrível, tenho certeza que muitas pessoas se sentiram inspiradas com essa palavras maravilhosas.

    ResponderExcluir
  3. Que estas mulheres sofridas que habitam nosso interior tenham forças para serem elas mesmas livres de esterótipos e felizes por si mesmas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Oiieee

    Texto super reflexivo e verdadeiro, as palavras usadas refletem com veracidade os sentimentos que foram retratados. Confesso que tenho dificuldade em ler e compreeender poesias, mas algumas são bem tocantes, essa é tão firme e feminina, gostei

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Nossa, adorei demais, me lembrou O papel de parede amarelo. Me lembrou demais também algo que eu mesma estou escrevendo, aproxima-se muita da minha protagonista atual. Vou, com certeza, referenciar esse texto <3 Obrigada pela dica. Não conhecia a autora e fiquei com vontade de conhecer mais da literatura dela. Adoro demais os textos e as poesias que você traz, sempre me fazem querer conhecer mais. Obrigada <3

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oii tudo bem ?
    Parabéns pelo texto e ele é profundo e lindo e nos trás várias reflexões obrigado por compartilhar um pouco com a gente.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Por algum motivo achei o texto triste, como algo que deveria ficar escondido e a pessoa sofre por isso. Ao menos foi minha impressão, ótimo texto.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  8. Quanta profundidade em tão poucas palavras, adorei cada trechinho e a leitura me tocou bastante.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Costumo dizer que poesia é mágica. Ela faz a gente viajar de forma profunda mesmo em trechos curto. Gostei bastante do texto... Ele me fez refletir sobre os monstros que cada um leve dentro de si, entre eles a insegurança. Não sei se foi essa a intenção, mas foi assim que me tocou. Tristemente lindo.

    Beijos!

    http://www.garotasdevorandolivros.com/

    ResponderExcluir
  10. que texto lindo
    me identifiquei super com ele
    a poesia é algo que me tira do chão <3

    ResponderExcluir
  11. Amei o post! Me faz pensar que muitas vezes nós achamos que dependemos demais dos outros, quando na verdade, já somos o suficiente ♥️♥️

    ResponderExcluir
  12. Ola!!

    Nossa, que texto mais intenso e profundo! Ele é tocante e reflexivo... é lindo!
    Parabéns, de verdade!

    beijos

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma