Header Ads

há flores que de ti dependem

Photo taken 




ainda te falta
dizer isto: que nem tudo
o que veio
chegou por acaso. que há
flores que de ti
dependem, que foste
tu que deixaste
algumas lâmpadas
acesas. que há
na brancura
do papel alguns
sinais de tinta
indecifráveis. e
que esse
é apenas
um dos capítulos do livro
em que tudo
se lê e nada
está escrito.


(Poesia de Albano Martins)

24 comentários:

  1. Oie, linda poesia!!!
    Poesia que remete a lembranças e a memórias, a falta são sempre tão melancolicas né?
    Vou deixar a dica de Poemas Presos do Rafael Cavalcanti pra ti

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Que poesia mais linda! Não conhecia o autor ainda, mas já fiquei louca para ler mais coisas dele. Adorei!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Oie!!
    Mais uma vez me presenteando com uma n=bela poesia, já que vi que só assim mesmo, visitando seu blog, para que eu tenha contado com esse tido de gênero literário, porque sinceramente por incentivo próprio eu não pegaria poesias para ler!! Obrigado pelo momento!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  4. Que eu sou a louca da poesia, acho que já deu pra perceber, mas minha nossa! toda vez que eu venho aqui sempre dou de cara com poesias tão lindas e que me proporcionam momentos de reflexão tão fortes, obrigada por isso!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada por esse presente.
    Poder parar no meio do dia e ler uma poesia sempre faz bem à mente e ao coração!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  6. Que poesia maravilhosa, envolvente, encantadora! Amei que poesia maravilhosa, meus parabéns. As poesias do são blog são tão reflexivas e tocantes, incríveis!

    ResponderExcluir
  7. Podemos tirar muitas reflexões desse poema, desde as flores que são situações que dependem de nós até as coisas que estão ali mas não vemos ainda, gostei muito.

    ResponderExcluir
  8. Olá tudo bem?

    Sou apaixonada por poesias e até me arrisco um pouco nesse mundo tão abstrato e ao mesmo tempo tão real. Gostei demais da sua poesia, me fez refletir bastante e me tocou. Com toda certeza virei mais vezes para te acompanhar.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, que poesia linda que traz lembranças sobre o passado de bons lembranças e das muitas folhas que ainda iremos preencher ao longo da vida.
    Obrigada por compartilhar essa poesia e engrandecer nossa vida!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Lilian.

    Sempre é bom ler poesia.Ela traz reflexões valiosas ou lembranças Boas. Parabéns pela publicação da poesia foi bem gratificante.

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Olá...
    Amei a poesia, simplesmente linda...
    Particularmente, amo ler poesia, pois, acho tão delicado e, ao mesmo tempo, tem uma capacidade ímpar em nos fazer refletir.
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Bela poesia! Espero poder conferir outras por aqui em breve ^^

    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  13. Oiê,
    Nossa, faz anos que eu não pego um livro de poesias pra ler. Mas o que me chamou atenção nessa é que consegue ser profunda sem ser exagerada, e é o tipo de poesia que me faz ler e sentir bem.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Ual! Que profundidade... Eu realmente me vi pensando em quantos capítulos da vida eu já passei onde muito se lia, e nada de escrito continha!!!
    Adorei.

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  15. E realmente uma poesia profunda e tocante, que ao meu ver cada leitor vai poder interpretar de alguma forma essas flores que dependem de ti, e sobre as manchas de tintas indecifráveis. Acredito que todos nos depositamos no outro desejos que nem sempre são alcançáveis.

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Mesmo com poucas palavras o autor nos presenteou com uma poesia profundo e muito reflexiva!
    Amei o post, um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Adoro poesias, me deixa mas leve e com vontade de fazer algo para mudar o mundo. Adorei essa principalmente o autor alegrou com suas palavras pela de manhã. Obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Gostei muito da sua escolha. Para mim poesia é muito pessoal no quesito identificação e eu amei, achei profunda e faz total sentido para mim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?
    Eu não sou muito de ler poesias, mas esta eu achei muito linda. Deu vontade de ler mais poesias e textos do autor!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? Que tocante. Engraçado como palavras simples podem causar diferentes perspectivas e avaliações né?! Gostei demais e fui tocada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Não sou muito de poesias, mas esta é simples, profunda e toca demais. “Nem tudo o que veio chegou por acaso”, há como acredito nisso.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  22. "Nem tudo o que veio chegou por acaso". Li tantas verdades durante a poesia. Parabéns!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  23. Que poesia linda e tocante! Durante a leitura ela me trouxe à memória alguns momentos que foram marcantes e me deixou bem reflexiva sobre o futuro.

    ResponderExcluir
  24. Poesia inteiramente profunda e bonita, adoro esse tipo de conteúdo, leio pouco literatura do assim e quando tenho chance de apreciar fico muito feliz!

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma