Header Ads

Continuo em pé / Mario Benedetti

 



EM PÉ


Continuo em pé

por pulsar

por costume

por não abrir a janela decisiva

e olhar de uma vez a insolente

morte

essa mansa

dona da espera

 

continuo em pé

por preguiça nas despedidas

no fechamento e demolição

da memória

 

não é um mérito

outros desafiam

a claridade

o caos

ou a tortura

 

continuar em pé

quer dizer coragem

 

ou não ter

onde cair

morto

 

(Mario Benedetti “Antologia poética”. Tradução Julio Luiz Gehlen. Rio de Janeiro: Record, 1988.)


7 comentários:

  1. Nossa, que poema bonito.
    Me pegou de jeito porque ultimamente eu ando me sentindo assim, sabe. As pessoas me falam que eu sou forte porque eu aguento muita coisa, mas eu não me sinto assim, não acho que é dessa forma que funciona.
    Adorei o poema, tô encantanda!

    ResponderExcluir
  2. Oi Lilian, sua linda, tudo bem?
    É tão curioso como as pessoas lidam com a morte, ou como se recusam a lidar. Esse é um tema bem difícil e embora acredite que o nosso emocional possa variar durante a vida, ninguém está preparado para ela de fato. Gostei da forma como o autor desenvolveu o tema.
    bjs.
    cila.

    ResponderExcluir
  3. Oi Lilian.

    Adoro vim aqui no seu blog para conhecer e ler um pouco de poesia. Gostei muito da forma que o autor apresentou seus pensamentos sobre ser forte. Acho que todos nós precisamos arrumar uma maneira de lidar com temas fortes e permanecer de pé. Já passei por muita situações que me considero uma pessoa forte. Parabéns pelo poema.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Oiii Lilian

    Só aqui que leio umas poesias que não conhecia e que sempre falam com a gente, numa linguagem fácil, acessivel. Gostei da mensagem, o permanecer de pé, ás vezes fazemos porque tentamos ser fortes, ás vezes a gente acaba empurrado á força por falta de opção ou "de onde cair morto" como diz o autor. Adorei o poema

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Gostei do poema, achei-o simples, mas tocante. Ultimamente, com tantos problemas e situações difíceis, acho que o que mais estamos fazendo é continuar em pé, sem perspectivas, sem sonhos, ficando em pé apenas por não conseguir fazer outro movimento. Achei que tais palavras fizeram total sentido com tudo que estamos vivendo atualmente.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse poema, mas achei muito bonito. Acho que a vida vai impondo tantos problemas que muitas vezes é difícil continuar em pé né? E ao mesmo tempo que seguir em frente é uma demonstração de força e perseverança, às vezes dá a sensação de que só continuamos por falta de opção. Mas a vida é assim né? Uns dias que a gente se sente sem esperança e custando a se manter de pé, e outros em que a gente parece estar mais forte para enfrentar as dificuldades que surgem.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá tudo bem? Adorei o poema, ele traz algumas lições não desistir é uma delas, a escrita é sensível e ilustra algumas das situações que estou vivendo no momento, muito significativo ter compartilhado o texto por aqui!

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma