Header Ads

Sucesso / Caroline Evari #PoesiaRotaMundo

 



Tenha o poder de controlar seu sonho

Só você pode tornar seu sonho realidade

Tenha o poder de controlar sua vida

Ninguém mais pode fazer isso por você

Escale cada montanha

Vadeie cada riacho

Siga cada arco-íris até encontrar seu sonho

Não se limite

Tantos sonhos estão esperando para serem realizados

Essas discussões são importantes demais para serem deixadas de lado

Alcance seu pico

Seu objetivo

E seu prêmio

Isso é o sucesso.

 

*****

 

SUCCESS

Take the power to control your dream

Only you can make your dream a reality

Take the power to control your life

No one else can do it for you

Climb every mountain

Ford every stream

Follow every rainbow till you find your dream

Do not limit yourself

So many dreams are waiting to be realized

Discussions are too important to leave to chance

Reach your peak

Your goal

And your prize

That is success.

 

(Caroline Evari, Nanu Sina: My Words: Collection of Poems. Independently published, 2019. 84 páginas )

 

Sobre a autora:

Caroline Evari nasceu em Papua Nova Guiné, estudou Matemática e Ciência da Computação na Universidade de Papua Nova Guiné. Casada e com dois filhos, trabalha com o Grupo Banco Mundial como Assistente de Equipe. Quando não está trabalhando ou cuidando de seus filhos, ela passa seu tempo livre escrevendo poemas. Em 2019, publica seu primeiro livro de poesias intitulado Nanu Sina: My Words. Caroline começou a escrever histórias infantis em 2018, quando descobriu a Library for All e escreveu mais de 25 histórias; muitos dos quais já foram publicados e enviados para crianças em Papua Nova Guiné.

Sobre seu processo de escrita, a autora diz: "Depois que completei a primeira série na escola, minha família se mudou de Port Moresby de volta para a aldeia de meu pai em província de Oro . Eu deveria continuar na segunda série, mas não havia nenhuma escola por perto, então passei meus dias de infância escrevendo. Eu apenas andava pela aldeia com um caderno e descrevia tudo o que eu podia ver. Era a minha maneira de me manter na escola. " (Fonte: worldbank)

Blog da autora: https://carolineevari.wordpress.com/

Instagram: @cee_evari

 

******

 

Poesia selecionada para o projeto RotaMundo em parceria com o blog Na Literatura Selvagem que neste mês terá poetas dos países: Austrália, Nova Zelândia e Papua Nova Guiné.


8 comentários:

  1. Caramba, que poesia linda. 😍😍😍😲 fiquei encantada. Adorei saber um pouco sobre a autora. Papua tem uns tesoros qué só pesquisando pro RotaMundo a gente encontra

    ResponderExcluir
  2. Muito forte essa poesia.
    Nos faz pensar e, estimula a seguir em frente.
    Amei.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Gostei bastante! Em inglês me deu a impressão de ser mais poético (mas deve ser só impressão). Toda a ideia de ir além como tema ficou muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Em inglês me deu a impressão de ser mais poético" concordo plenamente com você

      Excluir
  4. Que poema realista, né? Que possamos nos interessar mais por nós mesmas, acreditar mais em nós mesmas... enfim! Viver um pouco mais acreditando no que ela escreveu. Abraços

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a autora, mas amei o poema. Ele é tão profundo e mega peguei algumas partes pra mim, em especial sobre não se limitar. Acho que isso é o principal para várias decisões da vida.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Não conhecia a autora mas achei a mensagem bem interessante. Ainda mais por incentivar a realização dos nossos sonhos. Gostei muito do poema. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  7. Oi Lilian.

    Que poesia linda!
    Seu post está sendo uma ótima oportunidade para conhecer a escritora. Eu li em Português porque não leio inglês, mas para quem ler, você apresentou o texto original. Parabéns eu adorei!

    Bjos
    https://consumidoradehistorias.blogspot.com/

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma