Resenha: Poemas que desisti de rasgar




09 março 2015




Em Poemas que desisti de rasgar, a ideia do poeta David Cohen é criar um paralelismo entre a frase de Guimarães Rosa "Viver é um rasgar-se e remendar-se" e o próprio fazer poético. De acordo com o autor, é inerente ao trabalho do escritor a primeira avaliação de sua obra, selecionando o que deve ser guardado e o que merece ser descartado. À semelhança da vida, o escritor, durante o processo criativo, se reinventa a cada palavra, rasgando e remendando seus textos, que posteriormente serão "rasgados e remendados" pelos olhos dos leitores. Por este motivo, Poemas que desisti de rasgar é um convite e uma provocação: o leitor dará a palavra final sobre o que deve permanecer.

Eram às 17 horas, quando minha mãe me chamou e me entregou uma encomenda que havia chegado pelos correios. Olhei desconfiada e curiosa. Abri o envelope e quando percebi que era o livro que eu estava esperando, rasguei o resto preservando apenas o presente que eu acabara e receber. Poemas que desisti de rasgar, de David Cohen, Editora Grupo 5W, 105 paginas.


Fiquei cerca de uma hora com o pacote rasgado do meu lado. Ora eu o pegava para sentir o cheiro de sorvete de baunilha que vinha de seu interior, ora eu estourava as bolinhas do plástico bolha que veio revestindo o envelope.
Quando enfim tomei coragem de pegar o livro, ainda demorei um bom tempo para abrir suas paginas com extremo cuidado, afinal de contas, eu iria entrar na alma de um poeta e haveria de se tomar muitas precauções, pois poderia deixar de ser eu a qualquer momento e não sabia se estava preparada para isso.
Alisei a capa e li seu título em azul brilhante; POEMAS QUE DESISTI DE RASGAR, de David Cohen, então aspirando mais uma vez o gostoso perfume de livro novo eu comecei a ler. Depois desse momento, me perdi no tempo, assim como previu o profeta David Cohen na pag. 49 do livro:



TURBULÊNCIA
Minha poesia é um voo sem escalas
Por uma zona de instabilidade.

Deve ser lida com fome
Com sede
Em um único fôlego,

Ao final do poema
Máscaras cairão automaticamente.

Nesse ponto, me acomodei melhor na cadeira, pois sabia que ia até a última pagina. Após terminar a leitura do livro, abri este documento para escrever esse texto a vocês, leitores.
O livro inteiro é uma agradável viagem pela mente do poeta e sentindo a cada linha o amor que ele sente ao escrever, assim como o respeito que ele tem pela sua arte. Em seus versos sobre as minúcias da vida, ele me levou a recordar pequenas aventuras da infância, como quando eu e meu irmão juntamos porcas, pregos, parafusos e pedaços de madeira em uma caixa e papelão para fazer um carrinho de rolimã, mas juntar o material foi mais emocionante do que despencar ladeira abaixo naquela gerigonça. O meu irmão amou e repetiu a manobra inúmeras vezes!
Lembrei-me do gosto do açúcar com canela, as lambidas no bolinho de chuva ainda quente feito pela minha avó antes de enfim mete-lo inteiro na boca, da borboleta que morreu asfixiada dentro de um vidro de maionese, das flores que eu desenhava em todas as paginas dos meus cadernos quando criança.
Lembrei-me também de minhas próprias dores e angústias anotadas em quaisquer cupons, tão verdadeiras quanto o sorriso de um vendedor de sapatos em véspera de dia das mães. 
Dei-me conta das tantas expectativas que depositamos na vida e estas, provavelmente, nunca virão ao nosso encontro.  O autor demonstra intimidade e forte ligação com seus versos, como, por exemplo, no seguinte trecho:


PRECISO
[...] Um poema que me surpreenda.
Em madrugadas
Que conte segredos
Inconfessáveis
Que leia o braile
Dos pensamentos.

[...] Eu preciso de um poema
Que aprecie champanhe
E se embriague de palavras.
Trecho do poema Preciso, pag. 84.

Devo dizer que foi meu primeiro contato com o autor e que eu apreciei cada momento. Trata-se de uma Ode à arte de escrever poemas e poesias, é sobre se entregar sem reservas aos sentimentos e emoções, deixando fluir os versos e inversos da mesma história, ele também faz algumas menções a outros escritores como Guimarães Rosa e Carlos Drummond de Andrade, enfim é sobre ser poeta.



Sobre esta Obra Pedro Gabriel, autor do Livro Eu me chamo Antônio, assina a contra capa e diz assim; “David Cohen fez muito bem em desistir de rasgar seus poemas. Nós, leitores, teríamos um pouco mais de trabalho ao tentar juntar cada sílaba para encaixar com maestria a delicadeza das suas palavras”.


Só posso agora concluir essa resenha, dizendo o óbvio, que eu amei todo o livro e eu aposto que vão gostar dele tanto quanto eu caso vocês estejam preparados para ter suas memórias rasgadas

Sobre a resenhista:


Sou a Ruth Campos, tenho 46 anos, sou mãe, libriana, tenho uma cadela chamada Lady Maria da Penha, leio por que me disseram que eu conheceria o mundo inteiro nas páginas dos livros, escrevo para tirar de dentro as coisas que sinto, gosto de estar sozinha, mas não de me sentir solitária, gosto de mar mas não de praia. Curto series, filmes, música e fazer amizades.

59 comentários:

  1. Ola tudo bem?
    Eu fiquei encantada com sua resenha e os minimos detalhes de como foi acontecendo sua leitura, confesso que não gosto muito de poesias, mas sua resenha ficou magnifica, adorei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lia, seu comentário muito me alegra <3

      Excluir
  2. Realmente encantadora a sua resenha! É muito difícil achar pessoas que façam um bom trabalho como oq vc apresentou! Meus parabéns :D E eu quero muito esse livro! *--*

    http://tedioescritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida agradecida pela suas palavras e que bom que vc se decidiu a ler o livro, eu amei !!

      Excluir
    2. Oi Beatriz, tudo bem? Eu sou o David Cohen, autor do livro "Poemas que desisti de rasgar". Que bom que você gostou da resenha, eu também adorei! :)
      O livro poderá ser adquirido na Livraria da Travessa ou pela internet no Submarino e Americanas.com
      Espero que goste dos poemas!
      Bjs,
      David.

      Excluir
  3. Adoro poemas, e esse livro parece prometer muito! Sem falar que estou apaixonada pela arte da capa ♥
    Poema é agradavelmente uma viagem, é suave, é arte, é lindo. Preciso deste livro!
    Beijos | Zombie Effect

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) sim o livro é uma delicia e a capa, apenas ela nos faz pensar em muita coisa. Tenho certeza que vai amar...bjs <3

      Excluir
    2. Oi Vân, tudo bem? Eu sou o David Cohen, autor do livro "Poemas que desisti de rasgar". Obrigado pelos elogios ao meu livro e à arte da capa! ;)
      O livro está à venda na Livraria da Travessa ou pela internet no Submarino e Americanas.com
      É muito bom encontrar pessoas que gostam de poesia.
      Bjs,
      David.

      Excluir
  4. Ruth, é um prazer conhecê-la, e ainda mais prazeroso é conhecer o seu blog e seu gosto literário, que me parece ser bem compatível com o meu. Acabei de conhecer o seu blog e me encantei, principalmente por causa do seu texto, que fez uma brincadeira muito bacana com o nome do livro e a sua ação de rasgar a embalagem da encomenda. Hahaha

    Deixo aqui o meu convite para você conhecer o meu: www.literasutra.com
    Seria um prazer vê-la por lá!

    Um abraço,
    Monalisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prazer é meu Monalisa e eu só posso te agradecer pelas gentis palavras, sim vou adorar conhecer teu blog e seu trabalho, poe água no feijão que já já eu chego lá bjsss <3

      Excluir
  5. Oi Lilian! Amada você está com um colunista que tem o dom de nos fazer flutuar através de sua maneira de escrever. Ruth, minha amada amiga, com sempre você não apensas colocou o seu ponto de vista sobre uma obra ou uma assunto, você nos mostra a obra e nos faz adentrar em suas páginas, sem nem mesmo a termos em mãos e poder lê-la. Adorável cada palavra que vc usou para descrever suas impressões, e ainda mais delicioso v compara-lo aos sabores e cheiros de sua infância. Parabéns tanto a Lilina pela colunista, quanto a você pela coluna. Bjs
    Eykler
    www.amorascompimenta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amada sua presença aqui me encanta, suas palavras sempre de carinho e incentivo fazem meus dias muito mais felizes
      , grata <3

      Excluir
  6. Adorei demais sua resenha, sério. Amei como começou a resenha, como se tratasse o livro como uma joia preciosa, e é isso que um livro é! Amei tanto !
    Beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão amada e é verdade temos que valorizar os livros e as pessoas que se dedicam a disseminar o conhecimento e o prazer pela leitura. bjs

      Excluir
  7. Oi tudo bem?

    Vc tem o dom de encantar suas resenhas, porque eu não sou fã de poesia, porém com as suas palavras s'o tenho é que bater palmas,
    Adorei!!
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão :) suas palavras são muito gentis.

      Excluir
  8. Uau! Que resenha magnífica! Realmente mostra o quanto o livro te cativou e o quanto os poemas te fizeram pensar! Confesso que esse não é um gênero que eu aprecie. Acho que me falta paciência para tentar entender tudo que o autor quis passar, com todas as metáforas e figuras de linguagem. Mas quem sabe com o tempo eu não me torne também uma apreciadora dos poemas?

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  9. É tão bom ler resenhas de poesia. A gente vê tão pouco na blogosfera literária. Eu mesma só resenha por duas vezes.
    Sim, a poesia é um voo sem escala e um alento para o coração.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Nilda a Lílian gestora deste projeto também observou este nicho vago e por isso nos dispusemos a ocupá-lo Espero que você continue nos visitando, apreciando o trabalho desenvolvido e voando cada vez mais alto. bjs

      Excluir
  10. meus parabéns que seja a primeira de muitas outras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá meu irmão que coisa boa você vindo aqui prestigiar este trabalho.. obrigada :) <3

      Excluir
  11. meus parabéns que esta seja a primeira de muitas outras que virão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pessoal conheçam meu irmão Márcio é ele o menino do carrinho de rolimã que não tinha rolimã rsrs

      Excluir
  12. Confesso que eu não sou muito fã de livro de poemas. Eu acho legal que alguns autores consigam se expressar nessa forma de escrita, mas acaba que não é o meu tipo de leitura favorita. Simplesmente não consigo gostar.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o importante é seu gosto pela leitura outros sabores poderão ser apreciados com mais calma e mais tempo. afinal a vida em si já é um grande poema. bjss

      Excluir
  13. Olá =)

    Ainda não conhecia esse livro, não é o meu gênero favorito por trauma da escola. Mas essa sua resenha me conquistou! Fiquei curiosa para ler esse livro. Adorei!


    Beijos
    http://procurei-em-sonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que passou por isso na escola é lamentável mas infelizmente a realidade de muitos, tentam enfiar as crianças nos caixotes não respeitando seu tempo e nem seu modo de se expressão livre. Eu ao contrário fui rata de biblioteca escolar srsrs lembrei de um dia em que eu cai da escada pq estava andando e lendo kkkkkkk hoje as crianças fazem isso mas com celulares .. ok rsrs Espero que você aproveite o projeto do blog e desvendar outras obras e autores bjss

      Excluir
    2. Oi Roberta, tudo bem? Eu sou o David Cohen, autor do livro "Poemas que desisti de rasgar". Será que eu consigo desfazer esse trauma de escola? Espero que sim! ;) Alguns dos poemas que fazem parte do livro você poderá conhecer no meu perfil no Instagram, que é @poemasquedesistiderasgar
      Se você gostar dos poemas, o livro poderá ser adquirido na Livraria da Travessa ou pela internet no Submarino e Americanas.com
      Um beijo carinhoso e ótima leitura!
      David.

      Excluir
  14. Ah que texto lindo! E que título maravilhoso! É um convite realmente a remendar tanto alguns poemas quanto algumas lembranças que carregamos conosco. Eu raramente leio poesias, mas aprecio muito, espero que eu possa sentir esse livro em mãos, parece ser tão inspirador ♥

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Maria Lygia o livro é bastante inspirador e nos promove exatamente isso que vc notou, uma oportunidade de pararmos um tempo para rememorar a nossa vida e nos deliciar com ela.

      Excluir
    2. Oi Maria Lygia, tudo bem? Eu sou o David Cohen, autor do livro "Poemas que desisti de rasgar".
      Espero que o meu livro seja o primeiro de muitos livros de poesia a te cativar.
      O livro pode ser adquirido na Livraria da Travessa ou pela internet no Submarino e Americanas.com
      Bjs,
      David.

      Excluir
  15. Olá,

    Que resenha mais encantadora. Fiquei fascinada da forma como descreveu o livro e os poemas que utilizou no post. Fiquei bem curiosa com a leitura dessa obra. Quero saber quais foram os poemas que ele desistiu de rasgar.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books // Participe: Top Comentarista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk Grata amada e sim os poemas são todos lindos e no conjunto vale muito a pena conferir.. bjss

      Excluir
  16. Adorei a sua resenha flor, poesia pura! Eu tinha um blog sobre poemas, mas olhando os comentários acima acho que consegui perceber o porque que ele não fez tanto sucesso como eu gostaria.. o livro também parece ser perfeito, vou procurar saber mais sobre ele e quem sabe até adquirir, amei mesmo rs beijos

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amada sempre é tempo para se dedicar a uma paixão, o livro realmente é vc como amante da poesia que demonstra ser vai amar se debruçar sobre cada pagina. grande bjo <3

      Excluir
  17. Oi Ruth,

    eu não conhecia o livro, mas me encantei, que capa mais linda.
    Assim como as palavras, fiquei apaixonada.
    Já quero.
    Beijos

    ♫ Conversas de Alcova ♫

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kris, fico super feliz com suas palavras. gratidão pelo carinho <3

      Excluir
  18. Oii, tudo bem?
    Não é meu gênero favorito, mas os poetas tem um dom lindo!
    Adorei sua resenha, e Preciso já percebi que é bem profundo, só pelo trecho...
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade o Preciso é daqueles que faz a imaginação voar longe mas não tão longe pq o alvo do nosso devaneio pode estar bem ao lado não é mesmo? bjs querida, tente ler o livro pois acredito que vais amar.

      Excluir
  19. O livro é sensacional! Eu já tenho o meu! Esse poeta tem o dom de brincar com a forma e os sentidos das palavras, está sendo cada vez mais adorado. E parabéns para a colunista tb, a resenha está encantadora

    Beijo.

    A.

    ResponderExcluir
  20. Oi Ruth! Muito peculiar e interessante a forma como constrói suas resenhas. =D Achei a capa deste livro linda, adorei! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão amada pelo elogio, fico feliz por conseguir de alguma forma passar a vocês leitores um pouco do que eu senti em relação a obra e o autor. abraços

      Excluir
  21. já tem um tempo que venho querendo ler este livro. O que me chamou atenção nele foi o título e essa capa linda. Vi umas resenhas elogiando o trabalho do autor, assim como a sua e fiquei ainda mais a fim de ler. Amei essas quotes que você separou...
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por isso, gratidão pelo carinho :)

      Excluir
  22. Oláá
    Ótima resenha.
    O livro parece ser muito interessante, estou passando a gostar mais de poemas durante esses tempos.
    A capa é muito bonita, simples e chamativa ao mesmo tempo, adorei e o título também chama bastante atenção.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo vc dizer isso Cat, faça isso mesmo ame a poesia e ela certamente também vai te amar, bjs querida <3

      Excluir
    2. Que bom que vc tem sentido este despertar dentro de si amada e que bom que vc gostou da resenha e da proposta dele. quando puder de uma conferida que vale super a pena .... bjss

      Excluir
    3. Oi Catharina, tudo bem? Eu sou o David Cohen, autor do livro "Poemas que desisti de rasgar".
      Que bom que você gostou da capa e do título do livro! Foi tudo pensado com muito carinho para agradar os leitores.
      O livro pode ser adquirido na Livraria da Travessa ou pela internet no Submarino ou Americanas.com
      Espero que goste dos poemas! ;)
      Bjs,
      David.

      Excluir
  23. Tem muita gente que não gosta de poesia e eu realmente não sei como! É uma escrita tão bonita mesmo que tenha difícil compreensão! Parece ser um livro ótimo, adicionei a minha wishlist.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Adorei sua descrição do seu momento de receber o livro e a leitura em si, rs. Que bom que você gostou tanto da leitura
    A capa do livro é linda, e o título bem instigante
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    Eu não costumo ler livros de poemas, não é meu gênero favorito, sabe? Mas já li alguns e gostei tanto que sempre olho com carinho para esse gênero. Esse livro que você recebeu eu gostei logo de cara por causa do título e da capa, além de parecer ser realmente emocionante, mas no momento não é algo que eu queira ler :c Enfim, gostei bastante da sua resenha, mas irei deixar essa leitura para outra ocasião.

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Olá
    Não costumo ler livros poemas, mas esse me pareceu bom.
    Mas não sei se leria esse, no momento, estou focada em outras coisas.
    Mas de qualquer forma, gostei da resenha e da sugestão.
    Abraços

    ResponderExcluir
  27. Oi lilian, já li muitos livros de poemas e poesias, mas já tem um tempão que não leio. Gostei da dica e vou anotar o nome para ler.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose, tudo bem? Eu sou o David Cohen, autor do livro "Poemas que desisti de rasgar".
      Poemas são como abraços. Envolvem a gente, mas mesmo quando nos apertam nos confortam. Nunca deixe de ler poemas! ;)
      O livro está na disponível para venda na Livraria da Travessa ou pela internet no Submarino e Americanas.com
      Espero que goste.
      Bjs,
      David.

      Excluir
  28. Oi oi.
    Não sou muito de ler poemas não, mas esse livro me deixou curiosa.
    Adorei a capa principalmente hahahahaha
    Mas eu tô com uma lista tão grande de não lidos que vou deixar pra próxima!
    Beijo beijo!

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Que resenha linda! Eu adorei.
    Ainda não conheço o autor e o seu trabalho mas fiquei bem curiosa.

    Beijos
    Carolina
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Eu sou o David Cohen, autor do livro "Poemas que desisti de rasgar".
      Eu também adorei a resenha e fiquei muito feliz com o seu comentário. ;)
      O livro pode ser adquirido na Livraria da Travessa ou pela internet no Submarino e Americanas.com
      Espero que goste do meu trabalho.
      Beijos e ótima leitura.
      David.

      Excluir
  30. Oii, Tudo bem?

    Ficou muito boa sua resenha, deve ser difícil fazer resenha de livros de poemas e poesia, mas você conseguiu cumprir muito bem sua missão, o gênero lírico não faz muito o meu estilo portanto quase não leio livros deste estilo.

    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Olá, não sou de ler livros de poemas, mas este eu achei bem interessante principalmente os poemas na qual você colocou na resenha. Espero ter a oportunidade de ler e tirar bom proveito da obra.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma