Resenha - Bruxa da Noite - Livro um da Trilogia Primos O’ Dwyer




08 junho 2015




Bruxa da Noite, de Nora Roberts, Editora Arqueiro, 308 páginas é o primeiro livro da trilogia Primos O’Dwyer, que nos mostra uma família unida por laços de sangue e de compromisso, que tenta derrotar um antigo mal que assombra não só seus membros, mas toda uma região há séculos.
Mesclando cenas que se passam no século XIII a acontecimentos atuais, a obra cheia de magia e romance cumpre seu papel: Faz-nos ansiar pelo próximo livro, e isso já é mais do que se pode dizer sobre a maioria das trilogias atuais.
Além disso, o livro consegue ser agradável e leve, mas também trazer momentos de reflexão, e vai te prender especialmente se você se interessa por magia, pois este aspecto é impecavelmente trabalhado na trama, com pouco espaço para exageros ou licenças poéticas, representando o paganismo de uma maneira muito bonita, respeitosa e orgânica, especialmente nos momentos de flashback da época de Sorcha e seus filhos.

A história nos apresenta a Sorcha, a primeira Bruxa da Noite. Poderosa e respeitada pelo seu clã, a feiticeira aparece enfraquecida e triste após um aborto espontâneo, porém resoluta e centrada em proteger seus filhos Eamon, Teagan e Brannaugh, assim como seus próprios poderes das investidas de Cabhan, um homem maligno e quase tão poderoso quanto ela própria, que deseja se unir a ela, com propósitos sombrios.
Sorcha prepara um poderoso feitiço que a enfraquece ainda mais, porém entrega aos seus descendentes parte de seus poderes. Assim defendendo-os, mas também os atando ao dever de destruir o terrível bruxo.
A partir daí, vamos conhecer Iona, já em nossa época. A americana descobre, por intermédio da avó, que a missão de derrotar Cabhan cabe a ela e seus primos distantes, Branna e Connor, a quem nunca viu. Assim, ela parte para a Irlanda, não apenas para sua missão mágica, mas também a procura de se sentir querida e de pertencer a um lar, já que seus pais nunca lhe proporcionaram essa sensação.


Devo fazer aqui um adendo: se você não está familiarizado com essa noção de clã, o relacionamento subitamente afetuoso de Iona e dos primos, a forma como a moça é recebida do outro lado do mundo e a noção de família apresentada pelo livro vão lhe parecer surreais e forçadas. Não são. Eu não sou irlandesa, mas a italianada da minha família não rara é comparada a um clã - elogiosa ou pejorativamente - e o que acontece com Iona já aconteceu comigo. (Em menor escala, claro. Não fui pra Irlanda, mas já senti essa acolhida de gente que eu nunca vi, e que ama porque “é prima”. )
Conhecer essa dinâmica do “sangue é sangue” me fez sentir conectada ao livro de uma forma maravilhosa, e os primos O’Dwyer já viraram parte da minha família.
Iona, sempre à espera de aceitação e amor, sente-se enfim pertencente a um lugar, uma família, uma história, e fica em êxtase com sua nova vida na Irlanda, ainda que os perigos de sua vinda sejam iminentes.
Para melhorar, ela conhece Boyle, amigo de infância dos primos, e finalmente sabe também o que é pertencer a alguém.
O livro é introdutório à Trilogia, e foca no aprendizado de Iona, que nunca havia exercitado os poderes herdados de Sorcha, e também na adaptação da moça a esta sensação de família, para que, fortalecida, possa juntar-se aos primos e amigos para enfrentar Cabhan.
Apesar disso, a escrita bem dosada de Nora não permite que se instaure na narrativa aquela sensação de “estou sendo enrolado para o próximo livro”.
 Os eventos ocorridos no livro são necessários na preparação de Iona e seu círculo, que conta, além de Iona e seus primos, com o amado Boyle, a amazona Meera, outra amiga de infância dos irmãos, e Finn, namorado de Branna na adolescência, que perde a confiança da amada quando todos descobrem que ele é descendente de Cabhan.
O amor entre eles ainda é intenso, e as falas de Branna sobre o assunto me fizeram chorar até beirar a desidratação. Espero que em algum dos próximos livros, o relacionamento dos dois seja mais trabalhado, pois eu fiquei torcendo por eles enlouquecidamente.
Resumo da ópera: fui capturada por especificidades.

E se você se identificou em alguma ou muitas delas, tenho certeza que a escrita fluída e precisa de Nora vai te conquistar também. Eu já estou ansiosa pelo próximo livro.


26 comentários:

  1. Oi, eu já ouvi falar desse livro, me interessei mas nunca havia lido uma resenha, você é muito boa em repassar as qualidades da obra, parabéns. Sou louca por magia e quero ler esse livro logo logo ><
    http://literafeto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda, tudo bem?
    Sou apaixonada por histórias sobrenaturais e fiquei muito curiosa para conhecer essa!
    Vi que o 2° livro da trilogia será lançado em breve e isso só me dá mais vontade de conhecer essa trilogia.
    Gostei bastante dos pontos que você citou da obra, estou ainda mais interessada a conhecer a história desses primos!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Amanda!
    Sou apaixonada por histórias que envolvem sobrenatural, se forem bruxas então tem meu total amor.
    Lógico que eu gostei da história e estou ansiando por lê-la.
    Entendo a ideia de clã por jogar RPG, então não acharia absurda a conexão entre eles.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  4. Oi Amanda
    Nunca li nada de Roberts.
    Esse livro não chamou muito minha atenção, sem contar que estou correndo de trilogia/series.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Já tem um tempo que estou de olho nesse livro. Eu adoro todo sobre bruxaria, paganismo. Os cãs. Tudo!
    Eu fico impressionada como Nora Roberts. Essa mulher é uma máquina de escrever. Acho que li um livro dela, há anos atrás. Acho que esse é a oportunidade de eu conhecer melhor a escrita da autora.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Amanda, tudo bem?
    Quero ler o livro, pois quero conhecer a escrita da Nora e gosto muito do tema.
    E um livro que nos faça ansiar pelo próximo se tratando de trilogia / séries é fundamental, pois está cada vez mais difícil encontrar atualmente.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  7. Oiie
    Poxa, sua resenha está ótima mas eu realmente não curto esse gênero e não tenho vontade de ler os livros da autora apesar dos mil elogios que vejo por ai, acho que não funcionária comigo.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Estou doida para ler Bruxa da Noite e a cada resenha que leio a minha curiosidade só aumenta.
    Acredito que o livro vá me agradar pois adoro histórias que envolvam magia e por ser uma leitura que traz momentos de reflexão, mais um ponto a favor.
    Gostei bastante da sua resenha e dos pontos que você ressaltou.
    Espero ler em breve e que leitura me agrade tanto quanto lhe agradou.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  9. Oie!!!
    Ainda não li nenhum livro da Nora mas todos estão na minha lista.
    Essa é a primeira resenha que vejo deste livro, antes só havia lido sinopses.
    Fiquei ainda mais fascinada com a história.
    Beijos!!

    www.saladadelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Só posso dizer UAU!
    Já havia lido outras resenhas desse livro mas nenhuma me fez querer lê-lo tanto quanto a sua.
    Amo magia e estou sim familiarizada com clãs, então, acho que essa parte não será um problema. Gostei de saber que o livro é uma boa introdução, já que muitos autores pecam nessa parte, e que traz momentos de reflexão, oque sempre será positivo em qualquer leitura.
    Já estou curiosa para conhecer melhor Iona e acompanhar todo seu treinamento. Espero muito poder ler em breve!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Oi Amanda,
    Gostei dessa visão que você deu sobre a questão da relação da família com a personagem principal. Se eu lesse o livro às cegas, provavelmente teria essa opinião de que o relacionamento é forçado ou algo do tipo. Confesso que nunca li nada da Nora, não é uma autora que me interessa, mas gosto de livros com essa pegada de bruxas, então pode ser que eu leia.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!!
    Eu nunca li nada da Nora (VERGONHA), mas estou DOIDA atrás desse livro. A Sinopse me chamou muito a atenção e a sua resenha me deu ainda mais vontade de ler. Também sou italiana e sei bem o que é isso de ser acolhida só pelo fato de ser "prima". Não vejo a hora de ler esse livro, primeiro por ser da Nora, depois por ser de bruxas e clãs e trilogia!
    Beijos

    LuMartinho |Face

    ResponderExcluir
  13. Eu amo os livros da Nora, principalmente os mais sobrenaturais.
    Esse já está na listinha de desejados, vou esperar sair todos e comprar junto. rs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Amanda!
    Finalmente uma resenha positiva sobre esse livro. Eu o comprei para a minha mãe, mas morro de medo de que ela não goste, porque li resenhas muito negativas, sabe? Parece que a Nora não soube explorar o contexto ou os personagens… Mas ler a sua opinião, e ver que você deu destaque justamente a isso, me deixa mais tranquila. Espero que minha mãe e eu gostemos.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Estava louca para ler esse livro, sua resenha só me deixou com mais vontade!

    www.thunderwave.com.br

    ResponderExcluir
  16. Eu simplesmente AMOOOOO a Nora, acho incrível como ela consegue ser tão eclética e acertar sempre.
    Esse ainda não li, mas já li fantasia dela e acho perfeito.
    Mas eu ainda prefiro ela nos romances e até mesmo policiais.

    Adorei a resenha e espero que eu possa ler em breve.

    Beijos
    Fer
    http://www.matoporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Amanda, sua linda, tudo bem?
    Eu estava cheia de expectativas sobre esse livro, pois adoro magia, bruxos. Mas depois de algumas resenhas, a expectativa diminuiu um pouco. Você acaba de me animar novamente. Mas sabe, continuo com a impressão de que irei gostar mais da história da Bruxa da Noite, todo o amor e sacrifício dela por sua família é lindo e tocante.Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Parece um livro muito bom e que eu leria totalmente. Vi outra resenha muito boa dele! Vou procurar.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  19. Estou tão decepcionada comigo mesma por não ter lido nada da Nora Roberts, mas tenho certeza que vou adorar quando enfim resolver ler.
    Esse me chamou atenção por ser algo que mexe com sobrenatural, magia, um romance com todo esse tempero deve ser muito bom.

    Bjjuus!

    ResponderExcluir
  20. Olá! Não conheci a obra, muito menos a trilogia, mas adorei a resenha, bem suscinta. Realmente hj em dia é difícil ansiar por uma continuação. Também gostei do fato da narração mesclar passado e futuro, amo flashback também hahaha
    Bjs

    Top Comentarista de Junho- A menina que roubava livros

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Nunca li nada da autora e provavelmente não irei começar por esse, não me chamou tanta atenção e me pareceu que com o tempo a história vai cair no clichê. Mas fico feliz que tenha aproveitado a leitura.

    Beijos
    https://www.facebook.com/BlogBibliotecaColorida

    ResponderExcluir
  22. Olá!!!

    Nora diva demais! Nunca tinha lido nada dela com essa pegada de fantasia, mas a escrita dela é tão boa que não tem como não me interessar pelos livros. Fiquei bem curiosa para lê-lo e já está na lista de desejados. Adorei a sua resenha, fico feliz que tenha gostado!

    Beijos,
    http://www.estantedarob.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Já li muitas resenhas desse livro, aos quais sempre são positivas! Eu nunca li nada da Nora, mas já ouvi bastante comentários sobre suas obras, principalmente as de banca, a maioria são positivos, aos quais me fizeram ter bastante curiosidade para conhecer suas obras! Parabéns pela resenha, está muito bem escrita! :)

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi, Amanda!
    Eu gosto da escrita da Nora e até fiquei curiosa com essa série, mas acabei deixando para depois porque já tenho muitas para concluir. Mesmo assim já coloquei essa nos desejados e assim que der vou ler. :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  25. Adorei sua resenha, mesmo!
    Foi a primeira que me fez ter vontade de ler esse livro!
    Achei muito bacana esse lance da família distante ser acolhedora, e o conceito de clã sempre me encanta.

    Amo livros que exploram outras culturas e que abordam outras religioes.

    Beijos,
    http://www.lanaminhaestante.com

    ResponderExcluir
  26. Oii Amanda, tudo bem com você?
    Eu já tinha visto sobre esse livro, mas ainda não havia lido resenha, mas sei que várias pessoas leram e gostaram dele. A premissa do livro é bem interessante, por ter bruxas, essas coisas sobrenaturais em livros me encantam. Nunca li nada da Nora, esse parece ser um ótimo livro para iniciar.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma