Resenha – Arma de vingança




05 outubro 2015




“Acabei com tudo/ Escapei com vida/ Tive as roupas e os sonhos/ Rasgados na minha saída.../ Mas saí ferida/ Sufocando meu gemido/ Fui o alvo perfeito/ Muitas vezes/ No peito atingida.../ Animal arisco/ Domesticado esquece o risco/ Me deixei enganar/ E até me levar por você.../ Eu sei!/ Quanta tristeza eu tive/ Mas mesmo assim se vive/ Morrendo aos poucos por amor/ Eu sei!/ O coração perdoa/ Mas não esquece à toa/ E eu não me esqueci.../ Não vou mudar/ Esse caso não tem solução/ Sou Fera Ferida/ No corpo, na alma/E no coração.”

Impossível não discorrer sobre esta obra – Arma de Vingança, Danilo Barbosa, Universo dos Livros, que faz referência ao filme, E o Vento Levou – sem pensar na música Fera Ferida, com a ilustre interpretação de uma das mais belas vozes do Brasil, Maria Bethânia.

‘Como uma deusa cruel e vingativa, destruirei todos que estiverem em meu caminho... O que você seria capaz de fazer por vingança? Suportaria uma vida cercada de mentiras, traições, dores, crime e morte? Ana sobreviveu. Pagou o seu preço com marcas que o tempo nunca será capaz de apagar. Deixou para trás toda a inocência de criança para dar lugar a uma mulher fria e calculista, disposta a ser a perfeita arma de execução contra aqueles que tentaram destruí-la. Para conseguir os seus objetivos, não terá limites: irá mentir, enganar, seduzir e trair... Sem remorsos ou pena daquele que um dia julgou amar. Prepare-se para ouvir a história de Ana. Caminhe na tênue linha entre a paixão e a obsessão e veja como até os príncipes encantados tem o seu lado sombrio. Afinal, esta não é uma história de amor.’

Ana é uma pessoa, que como outras, deseja ser feliz. A felicidade, às vezes, está atrelada a elementos internos e depois, acontecimentos externos. No caso de Ana, que conservava a doçura e inocência comum daqueles que amam a vida, não há um conceito definido, ela vive um dia de cada vez. É justamente isso que a faz suportar todas as privações e desmandos nas mãos de pessoas que vão passando pela sua vida e deixando marcas, cicatrizes profundas: na pele e na alma.
A grande questão é que nem sempre podemos ser passivos a tudo que nos acontece, a todos os desmandos que terceiros nos fazem. E Ana compreendeu da forma mais cruel: humilhada, violentada, roubada de sua própria inocência. As marcas que agora ultrapassavam a alma e se aglomerava no corpo, foi o estopim para transformar sua própria matéria em arma de vingança.
Ana vestiu a roupagem das Medeias que habitam as almas femininas para confrontar cada um de seus agressores. Como um mar revolto, usou aquilo que os agressores chamavam de, sua fraqueza: a doçura; e os atraiu em uma teia meticulosa de vingança. É tudo muito complexo, muitas dúvidas e queixas vão surgindo durante a leitura, mas numa coisa todos concordam, essa mulher tem o direito à vingança.
E como a natureza em fúria, ela sai devastando até conseguir o que almeja. Não é fraqueza ser generosa; não é fraqueza ser humilde; não é fraqueza ser honesta, pura, inocente. Mas quando os abutres se deparam com tudo o que eles queriam ser e não conseguem, atacam como monstros na tentativa de apagarem sua estupidez e falta de coragem para manobrar os próprios medos.
Os agressores de Ana eram medíocres; mas Ana não está só na ficção, está em muitas mulheres que estão presas nas mãos dos medíocres e fracos, pervertidos.
Falar instintivamente do quanto o livro mexeu comigo é complexo, pois muitas mulheres têm uma Ana querendo se manifestar. É tudo muito visceral e que vai fazendo efeito de maneira homeopática, se não tivermos cuidado, nos colocamos como um furação devastador diante das pessoas. Arma de vingança é um excelente livro, mas que exige do leitor sensibilidade para não rotular e mecanizar almas...  
A leitura é rápida e os efeitos são fortes, como uma ressaca!

23 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar do livro, adorei a dica.
    O livro parece muito bom, bem do estilo que eu gosto. E as referências dele, tbm me encantaram.
    Ótima resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  2. hun, adoro mulheres vingativas... acho que iria me interessar pelo livro,embora a capa não tenha me agradado muito... é que sou muito chata com relação a capas rsrsrs mas curti a premissa...

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Tenho ouvido falar muito desse livro e fico cada vez mais interessada em lê-lo.
    Muito curiosa para conhecer a história de Ana e ver como o autor desenvolveu o enredo. Acho que é uma leitura que tem tudo para me agradar.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  4. Nossa! Fiquei sem folêgo lendo essa resenha, ainda não tinha prestado a devida atenção a ele, mas creio que vou amar fazer essa leitura. Embora tenha um teor meio pesado, sua resenha me fez crer que a história nos leva a uma reflexão das nossas vidas em um todo. Vou anotar na minha lista para compras 2016... kkkk Orçamento fechado esse ano, depois da realização de um desejo em 2015.
    Bjus
    Juh - Surtos da Juleka

    ResponderExcluir
  5. Wow, que resenha intensa. Gostei de ver a sua interpretação sobre a personagem… A força que ela teve para atrair seus agressores e, então, vingar-se deles é algo que me atraiu na história. Espero ler a obra.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Nunca li um livro que faz referencia ao filme, já assisti adaptações, mas como dito nunca desse modo! E sinceramente não curti muito essa capa, mas deve ser muito legal a leitura.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  7. Olá Lilian,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui, achei bem interessante e diferente, mas confesso que não gostei da capa, dica anotada....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu não conhecia o livro ainda, mas fiquei bem feliz de saber dele agora, parece ser uma leitura muito interessante, e a trama chamou bastante minha atenção, agora estou querendo ler ele muito!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  9. Primeiramente, preciso dizer que amo a música Fera Ferida!
    Já havia visto a capa desse livro mas não sabia do que se tratava, pelo que pude ver no seu post, a história me pareceu ser bem interessante. Acho que leria o livro sim, se tivesse a oportunidade, para ver como a personagem doce se sairia em sua vingança.

    ResponderExcluir
  10. Estou vendo todo mundo comentar desse livro, mas foi a primeira vez que li a resenha! E FIQUEI '0'
    Muito bom, a estória deve ser bem envolvente.
    Pessoas que trazem o mal deveriam sofrer do mesmo. Estou curiosa, quero muito ler!

    Beijos,
    Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Nunca ouvi falar na obra, mas achei super interessante a premissa dela, parece que o livro é bem intenso e chamou a minha atenção.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oláá
    Adorei sua resenha e esse livro é bem interessante, o li faz um tempão e gostei bastante, aliás, gostava bem mais da antiga capa do que essa.

    Beijo
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas achei interessante a sua resenha, mas acho que não o leria por não prender a minha atenção, fica pra proxima
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas a premissa não me chamou a atenção por fazer parte de um gênero de livro que eu não leio muito. A capa e a sinopse não me prenderam, esse é um livro que no momento eu não leria, mas quem sabe em outro momento?
    Abraços, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. U-au.
    Eu to tipo assim, gente, que livro foda é esse?
    Olha, vai parecer meio dark o que vou falar, mas acho bem feito pra esses homens. Tiraram a inocência dela? Agora aguenta a vingança. Realmente, tem muita mulher por ai querendo se libertar e tem aud fazer isso mesmo. Só n pd se esquecer de quem você é.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Já vi muitas fotos do livro no instagram do autor, mas nem de longe imaginava que a história fosse assim.
    Adorei o enredo e fiquei mega curiosa.
    Adoro quando envolve uma boa vingança.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  17. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas imagino que a protagonista seja uma mulher muito forte, e isso já me deixou curiosa para ler. Adoro livros fortes assim, por mais que seja triste perceber que é a história de muita gente :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi! Tudo bem?

    Não conhecia a obra e, julgando-o pela capa, não o leria. Porém, após ler a resenha entendo que a obra pode trazer uma reflexão muito grande para a vida do leitor. E me identifiquei com Ana também... Concordo com o que você diz sobre uma hora não poder mais ficar alheia aos destratamentos de terceiros contra nós.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  19. Oiee

    Já vi muito a respeito da trama e acho essa capa bem bonita.
    Espero que logo tenha a oportunidade de conhecer a escrita do Danilo e conhecer mais a respeito da Ana

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?

    Nossa, achei que a premissa é forte. Fiquei curiosa sobre o desenvolver da história e tentada a ler. Ah, ganhar na mega para adquirir todos os livros que almeijo. Hehehe.

    Mas enfim, fiquei super cativada pela sua resenha e com muita vontade de ler o livro - ainda que acredite que ele é bem forte. Parabéns pela resenha, ficou ótima e o livro está entrando para minha listimha de desejados.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Oi Lilian sua linda tudo bem
    Nossa!!!! Amei sua resenha!!!!! Suas palavras é que pareciam a fúria da natureza, que personagem!!! Betânia é uma das minhas cantoras, intérpretes preferida e essa música também é linda, ficou perfeita para o enredo da história. Impossível não querer ler depois da sua análise: eu quero!!!! eu quero!!! eu quero!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Nunca tinha visto o livro,mas aparentemente é muito bom! Curti a sinopse e sua resenha foi animadora!
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  23. Oii!

    Não conhecia o livro, mas já adicionei a minha listinha :) A história me deixou com muito vontade de ler e descobrir mais sobre a Ana ^^ Amei a sua resenha!

    Beijos, Amanda *--*
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma