Resenha – Chega de Açúcar




15 junho 2016



O livro Chega de açúcar, de Sarah Wilson, Editora Sextante, traz 108 receitas simples para quem quer uma alimentação saudável e sem excesso de açucares.  A primeira coisa que me chamou atenção nesse livro, foi o interesse pessoal, há um bom tempo, tenho feito um resgate que trouxesse soluções para impasses que vivenciava. E isso me fez pensar sobre tudo o que consumia, inclusive a comida. A primeira coisa que fiz, foi retirar o máximo de processados e industrializados de minha vida. Pensar na origem dos alimentos. Aprender a preparar a própria comida e compreender o efeito do açúcar no corpo.  

Outro aspecto que contou bastante para que eu me interessasse pelo livro, é o meu trabalho como Professora e Educadora Social. Quando se fala em desenvolvimento cognitivo, há muito o que se estudar e pensar criticamente, até onde certas informações são pertinentes e até onde crianças e adultos são massa de manobra para enriquecer a indústria farmacêutica.

“Mantenha-se informado e envolvido. É muito útil saber mais sobre as recentes descobertas científicas em relação ao açúcar.” (p. 51)

Sobre isso, Póvoa, 2005, diz, ‘Ter informações é aumentar a consciência e por isso é importantes deselitizar o conhecimento científico e democratizá-lo, para que todos possam estabelecer os critérios de suas próprias vidas a partir de suas necessidades reais’.

Uma alimentação não balanceada pode causar problemas no aprendizado, motores e motivacionais, pode afetar o bom funcionamento do cérebro e é interessante pensar sobre isso juntamente com a política. Vivenciamos um momento em que crianças ocupam escolas com pautas pertinentes, entre essas pautas: alimentação escolar. O que vem a ser simbólico se pensarmos nos efeitos da alimentação no pensar crítico social.


Chega de açúcar é um bom livro, receitas ótimas, que já coloquei em prática e aprovei, mas, o mais interessante é que cada um experimente, gosto é pessoal., sem contar que a obra dá a possibilidade de criar novas receitas A linguagem é simples, além de receitas, traz conteúdo crítico de maneira leve e descontraída. Por fim, o livro não é nenhum manual xiita sobre o fim do açúcar.

Por Lilian Farias

15 comentários:

  1. Oiii Lilian, tudo bem?
    Faz cerca de 1 ano que procuro receitas simples e sem frescuras, porque normalmente são cheia de coisas integrais que substituem o açucar que o gosto fica horrível. Gostei muito do livro que tu trouxe e adoraria ter na minha vida, iria me ajudar muito.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Tô precisando desse livro. Sempre fui acima do peso e há uns 3 anos atrás eu perdi quase 20kg fazendo dieta, tava me alimentando bem e tudo mais, mas no final, fiquei magra demais, parecia estar doente. Acabou que deixei a dieta de lado, ganhei alguns quilinhos, mas nada que chegasse perto do quanto eu pesava. Eu tô até satisfeita comigo mesma agora, mas queria ter uma alimentação mais saudável (porque reedução alimentar comigo não rolou) e sou quase uma formiguinha, não resisto a doces. Acho que esse livro pode me ajudar a finalmente não exagerar no açúcar.
    Adorei a resenha, dica anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lilian! Tudo bom?
    Que livro bacana, gostei da capa e das dicas - apesar não ser fã de livros de receitas e ser péssimo em coisas relacionadas a cozinha e tal -, porém acho que seria ótimo para minha mãe, ela adora coisas relacionado a comida e faz umas ótimas por aqui. Gostei de saber que é mais para o lado saudável - pois é o que estamos precisando por aqui!!! -, brevemente irei ver quanto ele tá aqui pela região, gostei da sua opinião.

    Beijos,
    Luan | http://www.entreutopias.com/

    ResponderExcluir
  4. mlr, eu vi o livro e fiquei louca de vontade de provar algumas receitas dele. A edição tá muito linda... não costumo curtir as publicações da Sextante, mas esse seria um livro que eu compraria ^^
    a resenha tá perfeita <3

    ResponderExcluir
  5. Olá Liliam tudo bem, estou doida por esse livro, preciso mesmo me reeducar sobre o açúcar e doces que acabo abusando, as receitas ajudam a substituir e ajudar na troca do alimento, me diz depois de gostou de alguma. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Se eu pudesse, ficaria longe da cozinha a maior parte da vida. Mas quando me disponho a fazer receitas, sempre me divirto. Não tenho o costume de ler estes livros, mas sempre cuido da saúde (até porque o índice de diabetes na família é alto pacas). De qualquer forma, a indicação está anotada, para quando eu estiver naqueles dias cheios de disposição. Abração!

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler esse livro. Como você, procuro evitar alimentos processados e industrializados, mas a verdade é que não os reduzi tanto quanto gostaria. Mas sou viciada em açúcar e sei que isso faz muito mal, espero que essa leitura me ajude a pelo menos reduzir bastante o consumo.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Daria esse livro de presente pra minha mãe, ela adora coisas saudáveis mas sem aquela frescura toda.
    Beijos
    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie
    nunca tive muita vontade de ter livros de receitas mas achei bem legal o lançamento principalmente para quem quer uma vida mais saudável e mesmo assim nao abrir mão de coisas gostosas, bela dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu consumo muito pouco açúcar. Por sorte ou sei lá o quê, não gosto de doces. Graças a isso tenho uma vida mais saudável.
    Sobre o livro/resenha: É bom ver que tem pessoas pensando mais criticamente sobre a alimentação. Pois somos massa de manobra das comidas industrializadas, que nos vendem como saudáveis, quando na verdade podem causar tudo isso que você destacou no texto.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu achei muito interessante essa ideia de um livro de receitas (que inclui doces até) sem açúcar! Mas não sei se aderiria a essa vida com zero açúcar. Acho que essa vida é muito curta pra gente ser tão extremista.

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi!!
    Eu quero muito esse livro, adoro receitas e principalmente quando elas trazem algo mais para a nossa saúde.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  13. Ola!

    Bom, eu estou precisando urgentemente ler um livro sobre receitas saudáveis, mas não tenho tanta coragem de largar as besteiras que gosto de comer. É uma duvida grande: Ser gostosa e ser fitness ou ser gordinha e ser feliz hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Kátia!
      fiquei um pouco confusa com o comentário. Não compactuo com essas ideias: "Ser gostosa e ser fitness ou ser gordinha e ser feliz", então, realmente, não compreendi. Ter nível de consciência não tem relação com gostosa.
      Agora, compreender os efeitos nocivos de um adoçante no corpo, é nível de consciência, é informação.
      Ser feliz, pra mim, é mais dar uma boa cagada ao amanhecer sem que para isso tenha que me entupir de remédio de farmácia, trocando em miúdos, me drogando...
      Mas, enfim, talvez a resenha não tenha sido esclarecedora o suficiente.

      Excluir
  14. Olá!
    Apesar de estar numa vibe de dietas e correndo atrás de tudo que é mais saudável. ainda assim, creio que não leria o livro, pois não me atrai o tipo de leitura.
    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

Fanpage

Seguidores

Compre aqui

Compre aqui
Livro Mulheres que não sabem chorar

Link Me

Curta também:

Parcerias

De olho

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Google+ Followers

Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. Trabalha no movimento social e acredita que a educação é capaz de trazer mudanças significativas ao país.

Siga-nos por e-mail

Copyright © 2015 • Poesia na alma