Resenha: Nutrindo Seus Sentidos




14 janeiro 2017



Tenho 32 anos e há sete, venho pensando como será minha velhice, não que isso seja uma certeza, mas, quem sabe chego lá... Enfim, pensar no bem-estar não é fácil, somos o tempo inteiro bombardeados com informações midiáticas que pouco contribuem para nossa saúde, essas informações vão de alimentos processados e embutidos à automedicação, mas esses são apenas exemplos, a coisa é bem mais complexa.

Pensar em minha saúde a longo prazo, me obrigou a questionar como me alimentava e como minha alimentação me livraria dos perigos das drogas (no sentido literal da palavra) vendidas em supermercados e farmácias. Isso acabou me gerando benefícios a curto prazo.

Logo, todo o processo acima mencionado, despertou meu interesse pelo livro Nutrindo Seus Sentidos - Receitas ayurvédicas para encontrar o equilíbrio, de Laura Pires, 216 páginas. Esse foi um livro que contribuiu e contribuirá por um bom tempo para harmonia e bem-estar de meu dia a dia. Isso, pois, visivelmente, a autora por meio de uma explanação ayurvédica, coloca o homem em seu devido lugar, não acima da natureza, mas como parte integrante da natureza, fazendo parte do mesmo órgão.

A Ayuveda é uma ciência que nos presenteia com a sabedoria do que é a vida para nossa existência. Se desconhecemos isso, ficamos doentes. A Ayuveda acredita que tudo está conectado: o que comemos, o que vestimos, o ar que respiramos, as substâncias que entram em contato com o nosso corpo, tudo está relacionado.

Além do conceito, o leitor é brindado com um número significativo de receitas, algumas mais simples, outras nem tanto, a depender do ingrediente, mas que no geral, instiga a conhecer mais, criar novas receitas com base em todas as informações obtidas. Não vou dizer que fiz todas as receitas, mas as poucas que fiz, aprovei. Infelizmente, não somos educados a pensar a origem do que colocamos na boca e o ônus a longo, médio e curto prazo disso, mas, para quem está começando essa desconstrução, esse livro é um bom caminho.

29 comentários:

  1. Olá!
    Estudei um pouco na faculdade sobre essa técnica Ayuveda, mas confesso que é um pouco difícil de seguir. Principalmente com o tipo de vida que levamos né, cada vez mais corrida, sem tempo pra nada. Penso nessa galerinha que vem crescendo e se alimentando só de coisas sem valor realmente nutritivo para o o corpo. Tento manter uma alimentação mais próxima do saudável possível, pois também penso muito no futuro.
    Gostei bastante do seu ponto de vista!
    Parabéns pelo blog!
    Beijos,

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, precisamos trocar figurinhas.
      Olha, no início, foi difícil manter as uma rotina mais saudável, mas aos poucos vou conseguindo, mesmo com a vida agitada, pois, ao passo que fui me adaptando a pensar na procedência do alimento e preparar minha própria comida, as coisas começam a acontecer naturalmente, atrelado a isso, também tomo os florais.

      Excluir
  2. Acho que esse livro pode ser muito útil para mim.
    Eu sou um pouco mais nova que você, mas também ando tentando adotar uma rotina mais saudável, principalmente no que diz respeito a alimentação.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, moça. Vamos trocar umas figurinhas, ideias e receitas, práticas saudáveis <3

      Excluir
  3. Realmente parece ser um livro bastante útil, me atraiu bastante, e já até coloquei na minha lista. Importantíssimo falar sobre saúde, ficou ótimo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Lilian,
    Se alimentar de forma saudável é muito importante. Não gosto muito desses livros de receitas porque a maioria das receitas possuem ingredientes que ou são difíceis de se achar ou são caros.
    Mas gostei da sua preocupação para com o tema.
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos
    Tem sorteio de 2 livros rolando lá no blog. Não deixe de participar :}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justamente por isso que curto os livros, estudo mais e aprendo a substituir.

      Excluir
  5. Nossa que bacana. Muito interessante! Não conhecia essa técnica e achei muito legal esse sua perspectiva sobre cuidar da alimentação. É muito importante termos alimentação saudável , principalmente quando estamos cercados por tantas coisas nocivas e que aparentemente irão nos fazer bem. Foi muito bom conhecer sobre esse livro. Beijinhos!

    www.facesemlivros.com

    ResponderExcluir
  6. Tudo demais ou de menos faz mal, então a gente tem que procurar um meio termo, o que eu não vou mentir é algo bem complicado de se fazer. Mas é sempre bom ter uma boa alimentação, e ao mesmo tempo praticar algum exercício, deixando sua saúde lá em cima, o problema é conseguir tempo e coragem, já que sempre estamos em bastante movimento e quando paramos, já não temos mais energia para pensar em exercício ou no que vamos comer. Parece um livro legal para quem quer começar a muda sua alimentação, e eu com certeza preciso mudar a minha, já estou um pouco acima do peso e também tem toda a questão da saúde que eu preciso cuidar.
    Trouxa do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois da faculdade, que trabalhava muito, nunca tive muito tempo, mas me dispus a aprender e melhorar os hábitos, fazer caminhadas, otimizar o tempo que tinha...

      Excluir
  7. Eu sou uma pessoa que me alimento muito mal e tenho isso em mente, kkk.
    Aos poucos em venho tentando mudar, um das mudanças foi cortar o refrigerante e eu fiquei feliz com essa decisão. Agora pretendo expandir isso para minha alimentação e como o livro me pareceu bom, quem sabe o compro para me ajudar :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também comecei cortando o refrigerante, e hoje, não consigo sentir nem o cheiro, sinto enjoou. Também cortei açúcar branco por mascavo ou rapadura, isso quando uso açúcar, aprendi várias receitas que não levam açúcar e são maravilhosas, baratas e práticas <3

      Excluir
  8. Olá,
    Desconhecia sobre a obra e achei a filosofia bem interessante.
    Estava tentando virar vegana pelos ideais, mas é muito complicado cortar absolutamente tudo de origem animal. Então, tenho tentado evitar o máximo possível. Fiz isso exatamente pensando no bem estar e na saúde, além também é claro dos maus tratos que são oferecidos aos animais.
    Saber de onde vem nossos alimentos e respeitá-los é de extrema importância e fiquei intrigada para conferir essas receitas e conhecer um pouco mais sobre essa desconstrução.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi esta parte do comentário: "e conhecer um pouco mais sobre essa desconstrução."

      Excluir
  9. Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro ainda mas já vi que preciso dele, porque eu me alimento muito mal e engraçado que tenho consciência disso e não faço nada pra mudar. Acho que seria uma leitura bem interessante pra mim, pois preciso de uma reeducação alimentar urgente! Já anotei a dica.
    beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  10. Achei muito bacana essa postagem e até então quero pesquisar mais sobre o autor que até então era desconhecido, gostei da imagem inicial e as suas palavras.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  11. Há alguns anos eu mudei meus hábitos alimentares para os mais saudáveis e essas leituras ajudam bastante. Grande parte das pessoas se engana ao pensar que comida saudável é sem gosto ou só que só tenha que comer salada, de vez em quando eu dou uma fugida e como umas porcarias mas sou bem regrada com a alimentação.

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho tido a mesma preocupação que você e mudei muito meus hábitos. Ainda caiu numas armadilhas, mas é assim mesmo. Tenho procurado bem esse tipo de literatura mesmo. Vou procurar saber mais sobre esse livro e se curtir vou adquirí-lo.

    ResponderExcluir
  13. Eu queria ser mais cuidadosa com o que eu como, mas confesso que não sou. Eu não gosto de cozinhar e, por causa da rotina, minha alimentação está cada vez mais péssima. Mas acho o livro interessante.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oláaa!
    Estou quase completando meus 21 mas já penso muito em minha saúde, principalmente por trabalhar na área rs
    Ainda bem que você colocou o significado do "ayurvédica" porque eu estava perdida até para pronunciar a palavra hahahaha

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Então, sou formanda de Nutrição e confesso que retenho um pouco de preconceito com qualquer dietas/estilos de vida. Claro, que nunca serei contra a alguém se ambientar e ter uma reeducação alimentar a partir desses métodos, mesmo as vezes errados, e isso me traz alegria porque aprendemos que o alimento ruim faz nosso corpo ser uma habitação ruim. E sempre haverá consequência de tudo que já comemos durante nossa vida. E simplesmente abono a ideia de "dietas" para um bem em geral, enquanto que cada ser, cada pessoa tem um metabolismo, tem uma adaptação alimentar diferente. Enfim, lhe dou parabéns por essa mudança e por essa visão do que o alimento é para nós e desejo sucesso pela frente. Mas passo a dica do livro!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não curto dietas, gosto mesmo de conhecer sobre os alimentos.
      Para alguns, a forma como me alimento é estranha, como muito alho, chá, meu leite é da linhaça que eu mesmas preparo, as sobras faço biscoitos essas coisas, mas aprendi muito no MOPS - Movimento Popular de Saúde, nas palestras de Terapias Integrativas em que participei e continuo participando ^^

      Excluir
  16. Oii
    Que livro legal! Também ando preocupada com a minha alimentação. Gostei muito, vou comprar para saber mais sobre receitas ayurvédicas.
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. Achei a postagem super interessante, ainda mais por ter a mesma idade que você e deveria estar pensando na minha velhice também - mas não é uma coisa que paro para pensar...
    Já ouvi falar da Ayuveda, coisas bem positivas por sinal, e os comentários mais os seus me deixou interessada (tá meio que passando da hora de me preocupar e pensar na minha saúde, né?).
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  18. Esta semana cortei refrigerante da minha refeição, pois sou viciada em tudo que é bobagem. Fui muito magra até meus 28 anos, mas cheguei aos 30 comendo muita bobagem e meu corpo começou a sentir e muito. Agora estou tentando mudar isso. para piorar tem diabéticos na minha família. A gente pensa que é bobagem, mas nosso corpo precisa de cuidados, e boa alimentação é muito importante. Estou pensando em começar o Low Carb, mas não sei se vou conseguir.Adorei sua dica, pois não conhecia, vou pesquisar mais.Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oii flor, tudo bem?

    Adorei a indicação. Estou precisando melhorar minha educação alimentar. Sou nova, mas tenho tantos problemas típicos de maior idade e já devia estar preocupada com isso

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Oi, que interessante, parabéns por esse desejo de mudança e por ter compartilhado a dica com a gente. Não conhecia o método, mas pesquisarei. Até que me alimento bem, mas com certeza poderia melhorar hahaha. Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oii
    Muito interessante este livro. Parabéns pela iniciativa de tentar levar uma vida mais saudável e de bem com a natureza. Eu também queria fazer isto, mas não resisto as tentações da vida.

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  22. Ao meu ver este livro pode ser útil para mim .
    Pois estou tentando ter uma vida mais saudável

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma