Nada é impossível de mudar - de Bertolt Brecht




13 julho 2017
by imagem  - Obvious Lounge



Nada é impossível de mudar

Desconfiai do mais trivial,
na aparência singelo.
E examinai, sobretudo, o que parece habitual.
Suplicamos expressamente:
não aceiteis o que é de hábito
como coisa natural,
pois em tempo de desordem sangrenta,
de confusão organizada,
de arbitrariedade consciente,
de humanidade desumanizada,
nada deve parecer natural

nada deve parecer impossível de mudar.

23 comentários:

  1. Boa noite,

    Sem palavras, simplesmente demais, nada deve ser impossível de mudar....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Caramba! Tapa na cara!
    Como fazemos isso todos os dias não é mesmo?
    Vimos, ouvimos, lemos . mas tudo é questão de habito, de se acostumar e tudo vira banalidade.
    E quando somos questionados dizemos , mas sempre foi assim!
    Ai! Amei, me lembrou PLatão

    ResponderExcluir
  3. Adorei, simplesmente!!!
    É difícil mudar? Sim. É necessário? Sim. Mas não é impossível!!!
    Amei
    Bjs

    https://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Achei muito bom, principalmente pelo fato de que a mensagem pode chegar de diversas maneiras para cada leitor. Para os tempos em que estamos vivendo, achei esse poema perfeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. melhor interpretação, obrigada por comentar.

      Excluir
  5. Olá!
    Um poema que retrata a realidade nua e crua. Bem por aí.
    Bjs
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. "Mudança", está aí uma palavra, um ato que proporcionaria um bem imenso a todos. Não basta cobrar dos outros, precisamos começar por nós mesmos!

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Palavra bonita e necessária, a mudança. Nada é impossível de mudar e é isso que eu acho incrível na vida. Amei, amei, amei! Sucesso!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  8. Olá adorei as palavras, mudança é algo difícil em alguns aspectos, mais realmente não é impossível, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Até porque acredito que a única coisa que não mudamos mesmo é a morte, o resto, mudamos tudo, e sempre.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Oieee, que lindo texto, profundo e sábio, muitas vezes pensava que mudar seria ruim, mas hoje vejo mais como uma evolução que cada vez mais me apresenta a quem eu sou de verdade, cheia de facetas, um mistério para mim mesma!

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Boooa noite.

    Que texto maravilhoso, bonito e ao mesmo tempo profundo.
    Podemos mudar tudo, só não a morte. Então é necessário mudar todos os dias não é?
    Sabias palavras.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá tudo bem?

    Que texto lindo! Super reflexivo e mostraa claramente que não existe a síndrome de Gabriela (eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim). Podemos mudar desde que tenhamos força de vontade para isso.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  13. E tudo se transforma, vivemos em constante evolução... de fato, nada é impossível de mudar.
    Gostei muito do texto.
    Abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  14. É um concelho e oração. Interessante é que faz um link com minha última leitura, Fahrenheit 451. Que aborda, dentre outras questões, que a vida perde o sentido diante de um sistema estabilizado.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por seu comentário. Alegra-me ver quando alguém entende que isso não é auto ajuda

      Excluir
  15. Muito bom, percebi certa sutileza e se torna um poema muito belo e singelo!

    Beijos,
    Livros que Li

    ResponderExcluir
  16. Olá Lilian, tudo bem?
    Nossa que lindo. O melhor é que podemos interpretar de várias maneiras.
    É uma reflexão super atual e uma afirmação forte e consciente "nada é impossível mudar"
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Amei! Simplesmente maravilhoso! Sempre carrego para minha vida essas palavras, nada é impossível de mudar, mesmo que pareça.

    Beijinhos.

    birdsalsocry.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Lilian, gostei muito do poema.
    Parece que quer dar um conselho.
    Gostaria de entender mais e ter mais sensibilidade para falar sobre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Déborah
      obrigada por comentar. Sim, é um poema de cunho político de olhar a realidade e desconfiar do que é dito, desconfiar do que é ensinado, um poema de protesto, que não aceita como natural aquilo que é errado, a exemplo, a desigualdade social.

      Excluir
  19. Olá!
    Adorei poder conferir esse poema! Achei bem diferente dos que estou acostumada a ver, gostei muito!
    Beijos.

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 

SKOOB

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma