Quoterias com Elisa Lispector




15 fevereiro 2017



Elisa Lispector, irmã de Clarice Lispector, autora de oito livro e pouco conhecida, de 1945 a 1977, deixou uma obra introspectiva, visceral. Desde 2016, o blog Poesia na alma traz postagens sobre a autora e seus livros, no projeto Mulheres na literatura, e, hoje, traremos alguns trechos selecionados dos livros Inventário e Muro de Pedras. Construir uma colcha de retalho com citações de suas palavras tão introspectivas, partindo de duas obras importantes: O Muro de Pedras (Livraria José Olympo Editora, Rio, 1963) ganhador do Prêmio José Lins do Rego e Prêmio Coelho Neto, 1964, pela Academia Brasileira de Letras. Inventário (Editora Roco, 1977), último livro publicado. Estes trechos, porém, não são capazes de demonstrar, minimamente, a dimensão de sua obra, é apenas uma tentativa de contribuir para divulgação de seu trabalho. 



“Mas parece que o poço de angústia que há no coração humano é maior e assola tudo”


“(...) porque o que fora parecia-lhe então infinitamente mais do que estava por vir a ser.”


“Os tempos haviam mudado. Os jornais falavam em guerra, os moços falavam em greve, e as moças, em emancipação. E ela vivia no seu tempo. No essencial, porém, era como a esgueirar-se muro em fora, escondendo-se por trás das balaustradas. E mesmo no ativar-se, para se iniciar nos mistérios femininos, era canhestra e desajeitada.”


“Deixe-me viver errado, mas deixe-me viver”


“Podia, de agora em diante, dar-se toda ao seu desespero, se dessa entrega dependesse encontrar o seu caminho.”



“No fundo – considerou – o meu grande mal talvez tivesse sido o de me ter posto demasiado à mercê da necessidade de ternura.” 




“Sobretudo que só com o nascimento do verbo se humaniza a criatura”


“Não há maior perigo que o de articular o verbo, pensou.”


“Viver é efêmero e problemático. Fatal é morrer.”


“Viver é tão perigoso, e tão difícil, prosseguiu, que só por milagre atravessamos um dia e alcançamos o dia seguinte.”


“Por instantes fico atordoada, incapaz de concatenar as ideias. O suor banha-me o corpo. Tenho areia nos olhos. Quero levantar a cabeça do travesseiro e não consigo. Então rendo-me.”


“Não, eu não quero mais ser o meu passado. Quero ser o meu futuro.”


“Há palavras das quais é impossível retroceder. São fatais. Como a vida. Como a morte.”



26 comentários:

  1. Oi!!
    Eu não conhecia nenhum dos livros, mas os quotes que você separou aguçou a minha curiosidade e vou dar uma pesquisa sobre os livros.
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liz, a Elisa é sensacional, vou fazer resenha de O Muro de Pedras, livro que me fez chorar

      Excluir
  2. Olá , não conhecia as obras dela fiquei bem curiosa .
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Hey!

    Já tinha ouvido falar dos livros, mas não cheguei a ler. Os quotes chamaram muito a minha atenção.

    Sucesso.

    ResponderExcluir
  4. "Deixe-me viver errado, mas deixe-me viver." Esse quote me representa.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Não li nada dela ainda, mas fiquei encantada com os quotes que você selecionou. Já deu para ter ideia da qualidade dos textos. Amei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não conhecia a irmã da Clarice. Mas já gostei de tudo o que você citou sobre ela e em especial esta frase:
    “Deixe-me viver errado, mas deixe-me viver”

    Beijos
    Cássia Pires

    ResponderExcluir
  7. Olá, adorei o seu post!
    Não sabia que a Clarice tinha uma irmã escritora, achei bem legal.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Já conhecia da Clarice, mas nem sabia que ela tinha uma irmã, primeira vez que vejo sobre eles e os quotes me conquistaram, o meu preferido foi o ultimo:“Há palavras das quais é impossível retroceder. São fatais. Como a vida. Como a morte.”
    Adorei.

    ResponderExcluir
  9. Amei esta citação : “Não, eu não quero mais ser o meu passado. Quero ser o meu futuro.”

    Obrigada por este post !

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Nem sabia que C.Lispector tinha uma irma escritora e pelo visto também era uma pessoa de sentimentos profundos e com dose de mistério . Gostei muito de saber!

    ResponderExcluir
  11. Olá Liliam, que surpresa saber da existência de Elisa Lispector, não conhecia nenhuma das obras, e achei muito interessante a sensibilidade da escrita. Com certeza quero saber mais a respeito de Elisa. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oiiii
    Eu não sabia que a Clarisse Lispector tinha uma irmã tão talentosa quanto ela.
    Quero conhecer um pouco dos trabalhos dela.
    Vou procurar.
    Bjoo

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Acho o projeto muito legal e queria participar, mas já tenho postagens previstas e que não se enquadrariam no mesmo.
    Desconhecia a autora e suas obras.
    Concordo que a postagem só serve como divulgação, pois a obra com certeza não tem sua grandiosidade totalmente representada aqui. Adorei os quotes profundos principalmente do último que traz a palavra como uma grande arma (ou maldição) de acordo com a forma que é utilizada.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  14. “Viver é efêmero e problemático. Fatal é morrer.” A melhor citação desse post! Gostei bastante e foi interessante conhecer mais sobre ela.

    ResponderExcluir
  15. Oie tudo bem?
    Gente nem sabia que a Clarice Lispector tinha uma irmã!
    Adorei esses quotes do livro...
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia a autora, confesso que preciso ler mais da Clarice Lispector, para só depois me arriscar ler as obras da irmã. Mas gostei de obter essas informações. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  17. Nossa, acredita que eu não conhecia a autora? O mais curioso é que eu conhecia alguns desses quotes mas não fazia ideia de que eram citações dela. Agora eu fiquei curiosa para conhecer as suas obras.

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?
    Menina não conhecia essa autora, mas que lindos os quotes que você separou dos livros dela. Os livros devem ser maravilhosos então. Espero que você resenhe algum em breve para conhecermos mais a fundo a escrita da autora. Amei o post. Parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Nossa, não conhecia a autora, mas adorei os trechos selecionados para a postagem! Principalmente o "Deixe-me viver errado..." e o "Não, eu não quero mais ser o meu passado...".

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia a autora e agora estou me sentindo totalmente desnorteada. Adorei os quotes selecionados. Se são apenas uma parte dos livros, fico pensando em como eles são por inteiros.
    Gostei bastante do post.
    Bjs, Mila

    http://esquadrao-literario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Essa quote: “No fundo – considerou – o meu grande mal talvez tivesse sido o de me ter posto demasiado à mercê da necessidade de ternura.” Me lembrou a conversa que tivemos sobre a dependência do outro. Adoro essas ligações de conversas com posts do nada kkk.

    ResponderExcluir
  22. "Deixe-me viver errado, mas deixe-me viver" <3
    Eu conheci Elisa quando li uma pequena biografia da Clarice.
    Adorei os quotes, assim como o post em si. Procurarei ler um dia algum de seus livros.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  23. As vezes vejo post, muito originais, o seu foi um deles, divulgar de forma simples uma obra, com quotes, de livros que muitas vezes acabamos por não conhecer, olha não sabia que Clarice, tinha uma irmã que também escrevia, lendo e aprendendo.rsrs

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
  24. Oie
    caramba, eu não sabia que Clarice tinha uma irmã, muito legal saber e adorei o seu post, deu pra dar uma divulgada e nos deixar na curiosidade

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá,
    Nâo é o tipo de livro que eu goste. Mas achei a ideia interessante, e muito bons os quotes.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir

O Poesia na Alma pertence ao universo da literatura livre, como um bicho solto, sem dono e nem freios. Escandalosamente poéticos, a literatura é o ar que enche nossos pulmões, cumprindo mais que uma função social e de empoderamento; fazendo rebuliço celular e sexo com a linguagem.

@Poesianaalma

 
Autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, gênero, violência sexual, alcoolismo, etc. A escritora mantém um blog literário e trabalha com educação.

Arquivo do Blog

Direitos autorais

Copyright © 2015 • Poesia na alma